18 de abril de 2018

Quem me segue no Instagram, acompanhou em tempo real a minha viagem para São Paulo semana passada. Já fui a São Paulo algumas vezes, mas sempre na correria, a trabalho e nunca tive tempo de realmente conhecer e visitar os lugares que eu tinha curiosidade. Até que semana passada eu pude conhecer mais um pouco da cidade e com a ajuda de vocês, fui a vários lugares legais!
Recebi algumas mensagens pedindo dica e perguntando onde eu tinha ido. Então resolvi fazer esse post hoje com algumas dicas e lojas que você não pode deixar de ir em São Paulo.

São Paulo

Casa das Rosas, Av. Paulista e MASP

Enquanto não estava liberado o check-in no hotel (eu fiquei no Feller, próximo a ProMatre e pertinho da Paulista), nós decidimos andar ali pela região da Paulista. Pedi dicas no Instagram e muita gente falou sobre a Casa das Rosas, claro que eu tive que ir lá, né? A Casa das Rosas é um casarão antigo com diversas manifestações culturais, principalmente de literatura e poesia. Ela tem um jardim lindo, cheio de flores e um terraço, com vista para a Paulista. É um espaço legal para conhecer, tomar um café ou tirar fotos.

São Paulo
A Av.Paulista é bem grande e vale a pena sim andar por ali! Parece que é onde tudo acontece em São Paulo, sabe? Em vários momentos você se sente andando na Times Square haha. Tem lojas bem grandes e legais, tem uma Riachuelo gigante! Só cuidado: não dá para ficar andando com celular na mão. Rolam alguns furtos/assaltos, onde passam correndo a pé ou de bicicleta e levam o celular. Então presta atenção!
Não dava para andar na Paulista e não passar no MASP. Eu não sei o que estava esperando, só que esperava mais. O famoso vão do MASP não é tão grande como eu achei e tem alguns moradores de rua por ali, fica atento, principalmente na hora das fotos! No domingo de manhã rola uma feirinha de antiguidades bem legal ali no vão, vale a pena olhar.

São Paulo

Liberdade

O bairro da Liberdade era o lugar que eu mais queria conhecer em São Paulo! Duvido que você nunca tenha escutado falar, mas a Liberdade é o bairro tradicional japonês. O local é bem bonitinho mesmo! Os posts tem aquele estilo de lanterna japonesa. Os sinais de trânsito são diferentes e é gente falando japonês para todos os lados. Lá você encontra de tudo um pouco. Tem várias lojas de cosméticos, lojas de quinquilharias, loja de coisas tradicionais e vários mercados japoneses. O SoGo Plaza Shopping é um “shopping” com vários stands de tudo o que você pode imaginar. Tem coisas tecnológicas, óculos, roupas e é o lugar para quem curte k-pop. Tem toucas, camisas de banda e etc. Tem o mercado Marukai, que acho que é o maior. Onde você encontra tudo de comida, doces, biscoitos, refrigerantes japoneses.

Para quem gosta de “quinquilharia” tem a Fancy Goods, que tem coisas bem legais, mas o preço é salgado. De beleza são várias, Ludovicus, Audrey e é claro, a Ikesaki, que tem nada menos que 4 andares! Eu nunca tinha visto uma loja de cosmético tão grande e fiquei louca lá!

São Paulo

Eu fui na liberdade na sexta feira e o movimento estava bem tranquilo. Andei com calma, pude olhar tudo com tranquilidade, tirei fotos sem disputar o espaço e não perdi tempo nas filas das lojas. Voltei no sábado e as ruas estavam lotadas! Era muita, muita, muita gente! Praticamente não dava para andar direito. Então se você quiser tranquilidade, vá no fim de semana. Outra coisa, aos fins de semana rola uma feirinha bem na Praça da Liberdade, tem artesanatos japoneses e vale a pena conhecer. Também tem o Jardim Japonês, que fica quase na frente da Ikesaki da Rua Galvão Bueno. É um jardim bem pequeninho, mas super fofo e gracioso para fotos, vale a pena dar uma entrada para olhar.

25 de março e Mercado Municipal

A 25 de março, eu já conhecia. Já tinha saído aqui do Rio só para ir lá. Se você gosta de acessórios, colares, chapéus, óculos, vale a pena a passada por lá. A gente nem tinha colocado nos planos, mas acabamos indo para procurar óculos escuros com preço mais em conta do que na Liberdade e é claro que encontramos. É uma rua lotada de gente e de lojas de tudo quanto é coisa que você quiser. Tem também a Galeria Pagé, que vende desde eletrônicos, a perfumes e óculos. Na rua, além das lojas, também tem camelôs vendendo roupas pet, t-shirts e todo tipo de coisa que você buscar.

O Mercado Municipal também é perto, dá para ir andando e vale a pena a passada nem que seja para um pastel. O Mercado é bem grande, tem uma variedade enorme de frutas e bares, que são oferecidos a você bem ali no meio da caminhada mesmo.

São Paulo

Parque Ibirapuera

No Uber de sexta a noite, ele recomendou que fossemos ao Parque do Ibirapuera no sábado de manhã, porque valia a pena conhecer e tudo mais. Não estava nos nossos planos, mas fomos e realmente valeu a pena! O parque é maior do que imaginei, nem andamos nele todo, apenas uma passada rápida para olhar e fotografar. O parque estava bem cheio, muita gente andando de bicicleta, caminhando, correndo. Se você for, vale a pena ir com mais calma e levar uma canga para sentar no gramado e relaxar. Tem uns paredões com grafites bem legais para fotos e essa ponte com uma vista muito bonita para o lago e para a cidade, que rende ótimas fotos!

São Paulo

Carlo’s Bakery

Inicialmente a passada pela Carlo’s Bakery estava no nosso roteiro, como boas fãs do programa. Depois a animação inicial foi diminuindo e decidimos não ir mais. Só que aí, aos 45 do segundo tempo, antes de partir para o aeroporto, resolvemos ir sim na padaria famosa de Cake Boss. A loja abre às 10 da manhã, chegamos lá nesse horário em ponto e já havia uma fila para entrar. A variedade de doces não é tão grande e a loja é bem pequena. O preço é muito acima do que imaginei! Por exemplo, um canoli tradicional custa R$14. E sinceramente? O preço não compensa o sabor. Os doces são gostosos, mas caros demais pela qualidade, não tem nada de extraordinário. Se você é fã do programa, vale a pena a ida, mas não crie uma expectativa tão grande.

Os bares da Rua Augusta

O primeiro bar que visitamos na Augusta foi o Tex Redneck Bar, que tem uma estrutura incrível! Ele é um bar/balada super divertido com cardápio tex-mex (e tem opções vegetarianas). Além disso, tem uma pista de dança estilo boate, mesas de sinuca, flipper, karaokê e pista de boliche! Até às 22 horas não paga entrada e após isso, você paga para entrar, mas esse valor é revertido em consumação. O preço não é tão convidativo, mas pela estrutura do lugar, vale a pena!

O bar que fomos na outra noite foi o Rock’n Roll Burguer, também na Augusta. É um bar bem pequeno, apertadinho, bem escuro e com a vibe rockeirinha que a gente ama. Também tem opções vegetarianas no cardápio! O preço é mais em conta que o outro bar, é um ambiente bem legal e alternativo. O diferencial dele são as máquinas de pinball, que eu adoro e foi o que me fez escolher esse bar para visitar.

Nem preciso falar que já quero voltar a São Paulo, né? Dessa vez eu realmente fui para conhecer melhor e descansar, mas já quero voltar para fazer encontro com os seguidores e reencontrar meus amigos!

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • TOP #3 Fashion Rio by Prada Porter
  • Eu testei: Rímel Gatinho
  • Para brilhar nas festas de fim de ano
  • 17 de abril de 2018

    Não é nenhuma novidade para quem me acompanha, que recentemente eu mudei o cabelo duas vezes em um espaço muito curto de tempo. Então, trata-lo e recupera-lo tem sido uma tarefa frequente e difícil que ando travando. Alguns produtos tem me ajudado nessa tarefa e a linha Regenér Vizet tem sido alguns deles! No vídeo de hoje, te conto tudo sobre essa linha poderosa de reconstrução.

    Sobre a Regenér Vizet

    “A linha Regenér Vizet é uma linha de tratamento nova da Vizet. Ela foi desenvolvida com um complexo de 21 componentes que atuam no córtex e nas cutículas dos fios, regenerando, protegendo e fortalecendo os fios. No córtex, o Regenér preenche as fissuras e aumenta a resistência. Nas cutículas, ele uniformiza e repara. Forma uma capa protetora, que aumenta o brilho e reduz o desembaraço. A Regenér é composta por 10 óleos vegetais e 10 aminoácidos.

    O shampoo trata os fios e o couro cabeludo enquanto lava. Ele recompensa a perda de aminoácidos e regula o pH. O shampoo estimula o metabolismo e deixa o cabelo mais forte e resistente. Também possui propriedades que refrescam e acalmam o couro cabeludo. Além de facilitar o desembaraço.
    A máscara regenera a estrutura, o córtex e as cutículas do fio. Ela hidrata profundamente, proporcionando brilho e maciez. Também aumenta a resistência da fibra e reconstituir a massa capilar. O tempo de ação é de 15 minutos.
    O primer Regenér Vizet prolonga o efeito do tratamento. Ele contém creatina e serina que promovem uma restauração total. Também forma uma camada fina, que controla o frizz, ajuda no desembaraço, facilita a escovação e ainda tem proteção térmica.”

    Cheiro e textura

    Cheiro de produto da riqueza! Os três produtos da linha Regenér Vizet tem aquele cheiro tradicional de produto para  cabelo, principalmente aqueles que usamos em salão, sabe? É bem suave e não incomoda, fixa pouco nos fios!
    O shampoo é perolado, limpa bem sem ressecar e sem desbotar muito os fios. A máscara tem uma textura maravilhosa, fácil de ser espalhada e absorvida, não pesa nos fios. O primer é meu xodó, ele tem a textura de creme bem leve, também não enrijece e nem pesa.

    Preço e onde encontrar

    Os produtos da Vizet são produtos profissionais, por isso, são encontrados em salão de beleza ou em lojas de produtos profissionais para salão. O preço médio dos produtos são: shampoo R$30, máscara R$50 e primer R$40.

    Composição

    Shampoo: Aqua, Sodium Laureth Sulfate, Cocamidopropyl Betaine, Cocamide DEA, Glycol Stearate, Lauryl Glucoside, Parfum, PEG-12 Dimethicone, Panthenol/ Arginine/ Serine/ Proline/ Glycine/ Alanine/ Glutamic Acid/ Aspartic Acid/ Acetyl Cysteine/ Threonine/ Creatine/ DMDM Hydantoin/ Phenoxyethanol, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, DMDM Hydantoin, Phenoxyethanol, Methylchloroisothiazolinone (and) Methylisothiazolinone, Disodium EDTA, Citric Acid.

    Máscara: Aqua, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Behentrimonium Methosulfate (and) Cetearyl Alcohol, Glycerin, Paraffinum Liquidum, Avena Sativa Meal Extract/ Dimethicone/ Elaeis Guineensis Kernel Oil/ Hydrolyzed Soy Protein/ Hydrolyzed Wheat Protein/ BHT/ Phenyl Trimethicone/ Polysilicone-15/ Solanum Lycopersicum Seed Oil/ Cetyl Palmitate/ Imidazolidinyl Urea/ Methylchloroisothiazolilnone (and) Methylisothiazolinone/ Polysorbate 80/ Sorbitan Stearate, Parfum, Corylusavellana Seed Oil, Prunuspersica Kernel Oil/ Adansoniadigitata Seed Oil/ Elaeis Fruit Oil/ Salvia Hispanica Seed Oil/ Aleuritesmoluccana Seed Oil/ Moringaoleifera Seed Oil/ Macadamia Ternifolia Seed Oil/ Brassica Napusseed Oil/ Argania Spinosa Seed Oil, Panthenol/ Arginine/ Serine/ Proline/ Glycine/ Alanine/ Glutamic Acid/ Aspartic Acid/ Acetyl Cysteine/ Threonine/ Creatine/ DMDM Hydantoin/ Phenoxyethanol, Oleyl Alcohol, Bis-Hidroxi/ Metoxi Amodimethicone, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Lactic Acid, DMDM Hydantoin, Phenoxyethanol, Ceteareth-20.

    Primer: Aqua, Quaternium-88/Dipalmitoylethyl Dimonium Chloride/ Linoleamidopropyl Ethyldimonium Ethosulfate/ Dimethyl Laramine Isostearate/ Stearamidopropyl Dimethylamine, Petrolatum, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Behentrimonium Methosulfate (and) Cetearyl Alcohol, Acetamide MEA, Panthenol/ Arginine/ Serine/Ç
    Proline/Glycine/ Alanine/ Glutamic Acid/ Aspartic Acid/ Acetyl Cysteine/ Threonine/ Creatine/ DMDM Hydantoin/ Phenoxyethanol, Dimethiconol (and) Tea-Dodecylbenzenesulfonate, Orbignya Oleifera Seed Oil, Polyquaternium 55, Aminopropyl Phenyl Trimethicone, DMDM Hydantoin, Lactic Acid, Disodium EDTA, Phenoxyethanol, BHT.

     

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Eu testei: Morte Súbita Verão, Lola Cosmetics
  • Eu testei: Reparador de pontas Argan Oil, Kiria Professional
  • Eu testei: Tudo de bom, Novex
  • 16 de abril de 2018

    Charcoal Mask Dermage

    Há um tempinho atrás, eu comprei uma outra máscara dessas da Dermage e até fiz uma resenha aqui no blog. Eles tinham acabado de lançar essa linha de máscaras faciais e eu tinha escolhido a Peel off Clarify para testar.
    Esses dias estava na Pacheco mais uma vez, já no caixa, quando vi essa Charcoal Mask Dermage e nem pensei duas vezes em comprar para testar também.

    Sobre a Charcoal Mask Dermage

    “Máscara facial ultra purificadora com carvão ativado vegetal.

    Indicação:
    Ideal para uma limpeza profunda, auxiliando na remoção de cravos visíveis superficiais e células mortas. Remove impurezas, poluentes e oleosidade, promovendo pele mais limpa, com poros desobstruídos. Para todos os tipos de pele em especial para a pele oleosa e com tendência a acne e comedões.

    Benefícios:
    – Limpeza profunda
    – Auxilia na eliminação de cravos superficiais
    – Antipoluição
    – Absorve oleosidade da pele

    Ativos:
    Charcoal powder: composto leve e de cor negra, a base de carbono e cinzas que apresenta propriedades detoxificantes. O carvão vegetal funciona como uma esponja na pele; auxilia na absorção de minerais, toxinas, impurezas e outras substâncias prejudiciais. Remove sujeiras e substâncias químicas dos poros, excesso de oleosidade e como esfoliante, remove as células mortas, deixando-a com aspecto mais saudável.”

    (Informações retiradas do site da Dermage.)

    Charcoal Mask Dermage

    Cheiro e textura

    Essa Charcoal Mask Dermage tem um cheiro bem cítrico, me lembra um pouco cheiro de cola. Mas o cheiro só fica mesmo na embalagem, pois eu praticamente não o senti enquanto estava aplicando e não incomodou em absolutamente nada.
    A textura dela é bem grossa e densa. Também é grudenta, lembra realmente uma cola preta. Faz sujeira na hora da aplicação, mas não é difícil aplicar e nem de remover.

    Preço e onde encontrar

    Eu comprei a minha Charcoal Mask Dermage na Drogaria Pacheco aqui perto de onde eu moro e paguei R$12,90. A Dermage tem uma loja online, onde são vendidos todos os produtos da marca. Por lá, a Charcoal Mask custa R$13,55.

    Como usar?

    Aplicar a máscara sobre a pele limpa e seca. Evitando a área dos olhos e mucosas. Deixar agir por 20 minutos. Após secar, retirar a máscara por inteiro, começando pelas extremidades. Retire cuidadosamente, utilize água para remover qualquer resíduo.

    Composição

    Aqua, Disodium EDTA, Polyvinyl Alcohol, Alcohol, Caprylyl Glycol, Phenoxyethanol, Imidazolidinyl Urea, Charcoal Powder, Citric Acid, Parfum (Benzyl Salicylate, Citronellol, Coumarin, Limonene, Linalool, Alpha Isomethyl Ionone).


    Charcoal Mask Dermage

    O que eu achei?!

    Não é a primeira dessas máscaras pretas que eu uso e com certeza também não será a última. Mas até o momento, foi uma das melhores que já usei! Ela realmente secou bem rápido e conforme eu fazia movimentos com o rosto, já sentia ela soltando. Por isso, remove-la não foi difícil e nem dolorido como acontece com algumas.
    Eu tenho bastante cravos no rosto e eles pioraram muito depois do anticoncepcional e do uso de antialérgicos por um tempo muito longo. Eles são profundos e só saem com a extração feita durante a limpeza de pele. Mas senti uma diferença razoável depois que usei essa Charcoal Mask. Os cravos mais superficiais realmente saíram na máscara, também senti que a pele ficou com a textura extremamente macia. Além disso, senti a pele bem geladinha depois que removi a máscara e diminuiu bastante a oleosidade.

    Acho que a maioria das pessoas não coloca muita fé nesse tipo de máscara, mas já é a segunda que eu uso da Dermage e sempre tive resultados bem legais! É claro que ela não faz um milagre na pele e também não é a proposta dela, mas faz sim uma diferença bem grande. Além disso, o preço é super em conta e vale a pena testar!

    *Produto comprado pela autora do post.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Potão Desmaiado Skala A desmaia cabelo MAIS BARATA que já usei! | Potão Desmaiado, Skala
  • Eu testei: Shampoo e condicionador Partiu Praia, Sou Dessas
  • Eu testei: Mousse depilatório Depil Soft, Aspelle
  • 15 de abril de 2018

    E lá se vão 5 meses usando o aparelho fixo estético de cerâmica! Finalmente coloquei os de baixo e TUDO MUDOU em apenas 7 dias! No Diário do aparelho de hoje, te conto como tem sido esses meses, dor e é claro, a mudança!

    Diário do aparelho #5: TUDO MUDOU em uma semana!

    Desde que coloquei o aparelho, venho compartilhando minha experiência com ele no Diário do aparelho, já temos uma playlist relatando desde o começo do processo. Depois de quatro meses que coloquei o aparelho de cima, finalmente coloquei o de baixo! Meus dentes de cima ainda batem nos de baixo, o que atrapalharia a fixação do brecket. Então colocamos apenas de canino a canino na arcada inferior. E toda dor que eu não senti durante 4 meses, eu senti nos de baixo. Foi bem ruim! Não é uma dor insuportável, mas é uma dor chata. Durou pouco menos de uma semana e agora já esqueci que tenho ele nos dentes.
    Minha dentista avisou que a mudança seria rápida, mas eu não imaginei que seria tão rápido! Em uma semana, já era um dente bem mais alinhado. A única coisa que não mudou foi o dente que é um pouco para trás, porque os outros pressionaram e o brecket dele soltou. Mas, os demais dentes já mudaram muito. De uma semana para a outra, os dentes mudam completamente.

    No geral, tem sido um processo bem menos doloroso e incômodo do que imaginei que seria. E como todo mundo sempre me avisou, o tratamento tem valido muito a pena e a cada dia que me sinto mais confiante e gosto mais das mudanças!

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • SUPER HIDRATAÇÃO com glicerina!
  • Cabelos mais longos em 3 meses?! #DesafioGotaDourada
  • Produtos de cabelo BONS e BARATINHOS! #7
  • 1 2 3 570