Quem pensa que eu sou a louca só das máscaras vermelhas, errou. Porque eu também sou apaixonada pelos shampoos vermelhos! Eles fazem total diferença na cor dos fios, costumo usar 1x por semana e já até fiz um vídeo cheio de dicas para o cabelo Ariel perfeito.
E aí que a Hydra descobriu essa minha paixão e mandou aqui para casa a linha de cabelos vermelhos deles, já andei usando há um tempo e hoje eu vou falar tudo sobre o shampoo tonalizante para cabelos avermelhados da Hydra Cosméticos!

Sobre o produto

“O shampoo tonalizante cabelos avermelhados Hydra promove a revitalização da cor enquanto limpa suavemente e trata os fios. É enriquecido com Extrato de Urucum, que possui propriedades antioxidantes e Óleo de Argan, que recupera a fibra capilar, nutre intensamente os cabelos fragilizados e porosos, restaurando a elasticidade, a sedosidade e o brilho.”

(Informações retiradas da embalagem do produto.)

Cheiro e textura

O cheiro é bem gostoso, levemente cítrico, frutado, suave. É diferente dos cheiros normais de shampoo, que tendem a ser mais adocicados, mas é gostoso e não fica fixo no cabelo.
A textura é normal de shampoo, com a diferença de que é super vermelho. Do jeito que eu gosto pois tem o fundo rosado e não alaranjado, por isso acredito que quem tem o ruivo laranjinha vá ter dificuldade. Mas não é  nada que manche o cabelo ou que escureça o tom por muito tempo.

Preço e onde encontrar

Esse shampoo para cabelos vermelhos da Hydra custa em média R$31 e é vendido em perfumarias e lojas de produtos para cabelo. Quem tiver dificuldade de encontra-los, pode entrar em contato através do facebook que eles conseguem sugerir uma loja próxima a você que tenha os produtos da Hydra.

Como usar?!

Aplicar o shampoo sobre os cabelos molhados el avar ligeiramente a primeira vez a fim de remover os resíduos que se opõem à formação de espuma. Reaplicar massageando o couro cabeludo suavemente por aproximadamente 5 minutos. Deslizar a espuma para as pontas. Enxaguar e hidratar em seguida.

Composição

Aqua, Sodium Laureth Sulfate, Parfum, Coco Amidopropyl Betaine, Guar Hydroxypropyltrimonium, Propylene Glycol, EDTA, Citric Acid, Basic Red 51, CI 16255, Argania Spinosa Kernel Oil, PEG-150 Distearate, Phenoxyethanol/ Buthylparaben/ Isobuthylparaben/ Ethylparaben/ Methylparaben/ Propylparaben.

O que eu achei?!

Há um tempo atrás, já tinha usado um shampoo da Hydra e gostado muito. Então as expectativas com essa linha de produtos vermelhos era bem, beeem, alta. E ó, não me decepcionou em nada, só me surpreendeu! Os shampoos matizadores são realmente eficientes nos cuidados dos cabelos vermelhos e só depois que você começa a usar, é que percebe a diferença na cor e também na durabilidade dela. Só que a maioria desses shampoos tem um problema: eles ressecam muito o cabelo. Não é só aquele ressecamento básico de shampoo, mas sim um ressecamento bem intenso que precisa ser tratado por mais algumas lavagens depois para que a textura do cabelo volte ao normal.
E aí está minha primeira surpresa positiva com esse shampoo vermelho da Hydra, ele não resseca em absolutamente na-da! Eu nunca senti nenhum tipo de ressecamento usando ele, é como se estivesse usando um shampoo normal, só que de cor vermelha. Ele limpa bem, tira toda sujeira e oleosidade do couro cabeludo, deixa os fios soltinhos, mais vermelhos do que antes e sinto que ele também trata ao mesmo tempo, pois a textura que o cabelo fica é surpreendente. Eu costumo usar 1vez por semana e conforme meu cabelo vai desbotando, passo a usá-lo até 2 vezes e sinto um “up” no tom do cabelo. Ele é exatamente no tom que eu gosto, deixa meu cabelo mais vermelhinho, macio e com um brilho lindo. Sou só amores por esse shampoo!

*Este produto foi enviado pela assessoria/marca/loja. A opinião relatada nesse post, veio da experiência de uso da autora do post e é independente da marca ou loja que enviou. Nossa política é de sempre fazer resenhas sinceras.

Compartilhe:

No fim do ano passado começaram a moda dos patches, aqueles bordadinhos que compramos em lojas de tecidos e colamos nas roupas e acessórios. Pegando carona nessa moda dos patches, os bordados voltaram com tudo para essa temporada! Não é nenhuma novidade, os jeans bordados já foram muito usados há alguns anos atrás (eu tinha uma calça com um dragão bordado. Saudades.) e agora com essa coisa dos patches, faça você mesmo e renovar roupas antigas, eles estão bombando nos sites de street style gringos e pouco a pouco chegando nos brasileiros também.

Grandes grifes como Gucci e Cavalli, já desfilaram seus jeans bordados há algumas temporadas atrás, mas acho que só agora a tendência ganhou força o suficiente para sair das passarelas e dominar as roupas de vez.

Com a grande variedade de peças, modelagens e lavagens que os jeans podem oferecer, os bordados vem mesmo para incrementar, dar uma carinha mais ousada e diferente a uma peça tão básica e usada há tanto tempo como o jeans.  Os bordados com pedrarias, canutilhos e continhas são bem populares e conseguem ser bem chiques se feitos do jeito certo. Mas o estilo de bordado que está bombando mesmo, são aqueles que são feito em máquinas, bem incrementados e coloridos. Os desenhos que mais tem sido usado são os florais, variando bastante o tamanho e a localização deles na peça. Por exemplo, em peças como calças e saias, os bordados tendem a ser bem grandes, normalmente localizados nas coxas. Nas jaquetas, eles podem estar localizados por todas as costas ou ainda em desenhos menores perto do peito, ou gola e punhos.

Os bordados também podem ser feitos em peças jeans que vocês já tenham em casa, que manchou e não conseguiu tirar ou que simplesmente você quer dar uma renovada. Existem lojas e empresas que fazem isso, dependendo do tamanho e da complexidade do bordado, não custa tão caro e super vale a pena. Não preciso nem dizer que as lojas já estão cheias de jeans bordados por aí, né? Mas ó, precisa dar uma pesquisada, porque as que eu vi por aí estão com preço bem salgado!

Agora me conta, você já usou jeans bordado?! Ou acha que o investimento vale a pena agora?

Compartilhe:

Enquanto muita gente morre de medo da queratina pura, eu particularmente adoro! Já usei de diversas marcas, cores, cheiros, mas todas que tinha usado até então foram líquidas. E aí que quando vi no site da Fina Flor essa queratina em gel, nem pensei duas vezes em experimentar. Sem contar que além da proposta do produto, a embalagem é linda demais e a menina parece até comigo, né?! Já venho usando há um tempinho e hoje te conto tudo sobre a queratina em gel sem enxágue da Fina Flor!

Sobre o produto

“Queratina hidrolisada multi maravilhosa, faz de um tudo por seus cachos. Nutre, recupera, dá vida, brilho e ainda modela aquele cacho deslumbrante que você sempre sonhou. Uma superdose de glamour. Fórmula sem enxágue rica em queratina hidrolisada, creatina bioativa e semi di lino que faz o alinhamento das cutículas, uniformiza a fibra capilar e define, enquanto trata, os cachos.”

(Informações retiradas da embalagem do produto e do site da marca.) 

Cheiro e textura

O cheiro é super gostoso, tem aquele cheiro que sentimos quando entramos em salão de beleza, sabe? Tem cheiro de produto para cabelo daqueles super caros e profissionais, só que barato e que podemos usar em casa. O cheiro é realmente super gostoso, tem uma boa fixação, mas não incomoda em nada.
A textura, como o próprio nome do produto já diz, é em gel. E é mesmo diferente de todas as queratinas que já usei. A textura me lembra mel, sabe? É bem denso, lembra textura de shampoo mais grossinho, mas é bem fácil de espalhar nos fios.

Preço e onde encontrar

Nessas minhas andanças em lojas de produtos para cabelo e farmácias (é, sou meio viciada em fazer isso), eu nunca vi a Fina Flor sendo vendida não! Conheci essa marca através do facebook e o único lugar que eu sei para comprar, é a própria loja online deles. No site, essa queratina em gel com 240 ml está custando R$17,29.

Como usar?!

Aplique nos cabelos limpos, secos ou úmidos, mecha por mecha. Aperte e solte. Para dar um trato, aplique nos cabelos da raiz às pontas, depois de lavar. Espere alguns minutos. Aplique uma máscara hidratante antes de enxaguar.

Composição

Aqua, Propylene Glycol, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Hydrolized Keratin, Peg 90m, Panthenol, Linum Usitatissimum Seed Extract, Cetrimonium Chloride, Parfum, Phenoxyethanol, Isobutylparaben, C.I.19140, C.I.20470, C.I.16185, Methylparaben, Ethylparaben, Propylparaben, Butylparaben, Latic Acid, Alpha-isomethyl Ionone, Citronellol, Hexyl Cinnamal, D-limonene, Linalool.

O que eu achei?!

Mais um produto para as cacheadas que eu estou viciada! Não usei como finalizador, pois como não sou cacheada e meu cabelo pesa com bastante facilidade, optei por não usar assim e usa-la como tratamento mesmo. Ela é bem fácil de ser aplicada, conforme você vai enluvando nos fios, ela vai espumando bastante como se fosse um shampoo. Deixei agir por cerca de 5 minutos e apliquei uma máscara de hidratação por cima e deixei mais 10 minutos.
Ela não deixou meu cabelo rígido nunca! É uma das queratinas que eu mais tenho usado, é fácil de aplicar, tem um cheiro ótimo, é poderosa e não realmente não deixa o cabelo duro. O resultado tem sido sempre um cabelo soltinho, bem brilhoso, com o frizz reduzido, pontas macias (que é bem difícil aplicando queratina) e o melhor, um cabelo tratado. Mesmo depois de lavar, eu sinto que meu cabelo realmente absorveu os produtos e fez diferença na saúde dele, não vai embora junto com a água da lavagem. Além disso, o preço é outro espetáculo, pois ela tem um rendimento ótimo e o preço baixo.

Estou apaixonada pela marca, qualidade, embalagens, tudo! Esperem, porque em breve sai mais resenha da Fina Flor por aqui!

*Este produto foi enviado pela assessoria/marca/loja. A opinião relatada nesse post, veio da experiência de uso da autora do post e é independente da marca ou loja que enviou. Nossa política é de sempre fazer resenhas sinceras.

Compartilhe:

O xadrez é uma estampa com várias padronagens e cores diferentes, as vezes em um só ano, temos várias tendências diferentes de xadrez e a padronagem que está com tudo no momento é o vichy, conhecido popularmente como “estampa de pique nique”, ligou o nome a estampa?! Pois é! Mais uma vez a padronagem tradicional das toalhas de pique nique está na moda, aparecendo em saias, blusas, vestidos e até calças!
O vichy apareceu com tudo durante os anos 50 e foi muito usado por Brigitte Bardot, que inclusive casou com um vestido dessa estampa. Dentre muitas idas e vindas, ele está se tornando cada vez mais popular entre as fashionistas esse ano e eu aposto que se você também pira em um xadrez, já já você também vai se render ao vichy!

Apesar de ser uma padronagem de xadrez bem simples, ela pode ter muitas variações também! Além das cores, o tamanho dos quadrados também pode variar, sendo encontrado em versões maiores, mas a preferida tem sido aquelas bem pequenininhas. O vichy tem aquela carinha mais vintage, então para quem curte o estilo mais retrôzinho, pode aderir ao look total vichy sem medo! Vestidos, saias e macaquinhos costumam ter uma modelagem mais fofinha e delicada, por isso, se combinados com sapatilhas, óculos gatinho e bolsas pequenas, funcionam bem para aquele look mais antiguinho que nós amamos.

E se você não curte, também rola montar um look bem descontraído e atual com a mesma estampa, mudando apenas as outras peças e acessórios. Uma combinação improvável e que funciona muito bem, é misturar as peças de vichy com t-shirts de banda e jaquetas!  Ah, não pense que só existe vichy preto e vermelho não, tá?! Existem também as versões coloridas, azuis, verdes e até amarelas, que também são ótimas para sair da monotonia do vichy tradicional.

Compartilhe:
123508