15 de setembro de 2009
Hoje eu resolvi fazer uma “pausa” sobre o assunto de festas de 15 anos pra postar algo que sempre me incomodou e me incomoda a cada dia que eu vejo algum amigo meu passar pela mesma situação de sempre.
Vocês já pararam pra imaginar, como seria chato um mundo onde todas as pessoas tivessem um cabelo preto (nada contra ok.) repartido no meio? Se todas as pessoas usassem roupas iguais, brancas e sem graça? Se gostassem os mesmo programas de TV, das mesmas musicas e de fazer as mesmas coisas? Qual seria a graça de viver nesse mundo? Qual a graça de ser igual a todo mundo, e não ser notada por causa disso?

Mas por outro lado, qual a graça de viver em mundo onde a midia impõe padrões rigidos de beleza? Só é perfeita a mulher que tem bastante peito, bastante bunda, loira. Só pode ser feliz esse tipo de pessoa. Só essas pessoas tem “futuro”. Não estou dizendo que ser feia é legal, só quero mostrar que cada um, independente do que aparenta ser por fora, pode ter muito mais a oferecer do que silicone e agua oxigenada.


E quanto aos homossexuais? Hoje, passeando pelo incrivel mundo da internet, achei uma materia que dizia “GAYS PRECISAM DE TRATAMENTO PSICOLOGICO, REVELA MEDICO”, eu sinceramente acho, que um médico que diz isso, é quem precisa de tratamento. Hoje em dia, chamar os outros de “gay” é considerado ofensa.. e na minha opinião, ser chamado de “gay” pra mim, é elogio. Só eles sabem o que eles passam todos os dias, por terem uma opção diferente da das demais pessoas. Eles aguentam muito mais do que risadas, chingamentos e olhares. Eles suportam violência fisica. Quantos gays já morreram por isso? Eu já perdi amigos por terem essa “opção diferenciada”. Onde eu quero chegar? Viva a sua vida, e deixe os outros viverem as dele.

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Moda para copiar: Lindsay Lohan
  • Hidrata e desabafa #3: Sisos inclusos, cirurgia e pós-operatório
  • VEDA #9 | Eu leitora!
  • Deixe seu comentário

    Deixe seu comentário

    Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog: