30 de dezembro de 2009

Oi anjinhos, como estão? Hum, acho que hoje eu vou fazer mais de um post. Aguardem.
Historia
O primeiro sapato amarrado com cadarços foi introduzido na Inglaterra em 1640, e logo se tornaram populares entre os estudantes da Universidade de Oxford.
O que é?
Os sapatos Oxford são caracterizados por serem de modelo fechado, amarrado, no qual a gáspea e o traseiro se sobrepõem às laterais. A gáspea é formada por duas peças, onde a biqueira fica sobreposta à segunda.
Essencialmente masculino, o sapato Oxford ganhou versões especiais e surgiu no guarda-roupa feminino, se transformando em uma tendência que se firmou. Anunciada a quase dois anos, essa tendência foi motivo de polêmicas e discussões, mas finalmente já desfila nos pés de muitas mulheres.
No inverno passado, os Oxfords femininos mais usados eram os sem salto, no estilo do masculino. O estilista Alexandre Herchcovitch lançou um modelo do sapato para a Melissa, que recebeu o nome de Joy.
Como usar?
Você pode usá-lo em um look clássico, ou brincar com o inesperado. Eles funcionam bem com uma saia-lápis ou com um par de jeans skinny, uma camisa de seda e uma jaqueta de couro. Dá para usar com leggings também, ou com vestidos e meias coloridas.
Combinam com vestidos e saias curtas ou acima dos joelhos, com modelagem evasê ou reta.
Os shorts de alfaiataria também caem bem com esse tipo de sapato. Deve-se evitar usar o Oxford com roupas mais esportivas, como os balonês, godês, saias longas e leggings. De salto alto ou baixo, esse sapato é um acessório que não pode faltar no guarda-roupa feminino.
O fim da história é sempre o mesmo: Às vezes, o que fica bom para mim, não fica bom para você. Na moda é tudo questão de estilo e de identidade. Mais que isso, de identificar e aceitar nosso estilo, porque sair por aí se vestindo de tendência não faz o menor sentido.
compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Cabelo seco x cabelo ressecado
  • Inverno 2013 by Fashion Rio: Dia #3
  • Fica de Olho: Mule Shoes
  • Deixe seu comentário

    Deixe seu comentário

    Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog: