2 de março de 2010
Ê chuvinha (ou chuvona)!
Esse tempinho é mesmo ótimo, mas a preguiça pra acordar as 5 da manhã é de matar, queria tanto poder ficar em casa dormindo quentinha num edredom! Mas não vamos reclamar, né? Fazer faculdade é um privilégio para qualquer um, num país onde muitos não se formam nem no ensino médio.
Hoje eu resolvi falar de um objeto no qual temos contato desde que nascemos e usamos durante toda a vida, porém, não são muitos os que dão importancia a ele.

O guarda-chuva por mais banal que pode parecer ser, a algum tempo deixou de ser só uma proteção e passou a ser um acessório fashion.
Para quem interesar a parte histórica, os registros dos primeiros guardas-chuva são de origem na mesopotâmia, região do atual Iraque, há 3400 anos já existiam artefatos destinados a proteger a cabeça dos reis – contra o sol, não contra a chuva, uma raridade naquele lugar. No Egito, adquiriram significado religioso e na Grécia e em Roma eram tidos como artigo exclusivamente feminino.
Antigamente, lá pelos anos 50, as noivas entravam na igreja com um guarda chuva, no caso, chamado sombrinha e só o fechavam quando já no altar o substituiam pelo tradicional buquê.
Voltando para os dias atuais, são vários os modelos e as cores, opção não falta. Os preços variam de acordo com a “raridade” deles, os guarda-chuva mais antigos ou unicos, são, obviamente mais caros. Para os que gostam de gastar (bem) mais e ter um guarda chuva unico, só não vá fazer o favor de esquece-lo no onibus ou na padaria heim!

E ainda existem as chamadas sombrinhas japonesas, que são mesmo muito lindas, mas que requer estilo para usar, já que não são muitas as pessoas com atitude suficiente para desfilar com uma dessas aqui pelo Brasil. Porém, essas são mais indicadas para se proteger do sol e não da chuva.
Montei dois looks, embora todos saibam como se usa um guarda chuva.


compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Luvas?!
  • Fica de olho: Brincão
  • Dica para o lapis de olho
  • Deixe seu comentário

    Deixe seu comentário

    Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog: