8 de agosto de 2011

Depois de dividir espaço com os comprimentos maxi e mini, o intermediário parece estar mesmo sendo uma grande aposta para o verão. O mídi é, na minha opinião, o comprimento mais complexo de ser usado. Por um questão de proporção e de envelhecimento que ele é capaz de dar, é fundamental ter muito cuidado na hora de usá-lo. Apesar desses contras, os prós são muitos; o mídi é um comprimento que transmite seriedade, é muito chique e super feminino.


Ele tem o super poder de achatar a silhueta, por isso, as mulheres mais baixas devem evitá-lo. O salto alto é imprescindível para as altinhas e para as baixinhas, pois assim dá para passar a sensação de alongar o corpo. Outro ponto negativo que pode ser transformado em positivo é que esse comprimento pode ter cara de vovó, pode envelhecer quem usa. Por isso, o ideal é contrastá-lo com peças mais jovens e atuais, cintos grossos ou finos já ajudam e os acessórios modernos também tiram essa cara de velhinho do look.

Os modelos de cintura alta são os melhores e estes podem ser usados com cardigans ou blazers mais acinturados e curtinhos. Nos pés, estão liberados quase todos (vamos excluir as sapatilhas e rasteirinhas), scarpins, boots. E nesse campo todas, oxford, ankle boots, open boots, coturnos e afins.
Deu para clarear as ideias?!
compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Mooooo!
  • Eu testei: Shampoo seco detox, Aspa
  • Beauty Color lança coleção assinada por Claudia Leitte
  • Deixe seu comentário

    Deixe seu comentário

    Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog: