14 de março de 2014
Oi, oi!
Acho que meu medo está se concretizando! A facilidade de fazer vídeo está me tirando toda vontade de escrever hahah. Mas vamos lá, vou intercalando uns e outros para não abandonar nem o canal, nem o blog.
Estava procurando tendências de moda por aí essa semana e esbarrei com uma que não poderia deixar de falar. São raras as vezes que eu digo “jamais usaria tal coisa”, porque sempre acabo dando uma chance pra experimentar coisas novas. Mas olha, acho que vai ser a primeira vez que vou dizer com absoluta certeza que nunca, nunquinha vou usar essa tendência de hoje: gola rolê (ou rulê, ou simplesmente gola alta).

Os anos 60 já é uma tendência confirmada para o inverno internacional 2015, nesse embalo, muitas peças da época retornam modernizadas ou do mesmo jeito que usadas antigamente. A gola alta é uma delas, apareceu nos desfiles de Louis Vuitton, Chanel, Dior e Alexander Wang. 
O lado bom de muita gente investir em uma mesma tendência, é a possibilidade de ter várias modelagens diferenciadas. Por exemplo, a gola alta pode ser justinha no pescoço, como uma segunda pele, ou mais larga e cheia de tecido ou ainda tão alta que cobre a boca e o nariz.

Como nada é perfeito nessa vida, as golas altas tendem a dar a impressão do tronco mais curto, por isso, não é indicada para mulheres com “pouco pescoço”. Já para as girafinhas como eu, a gola alta valoriza o corpo e chama atenção para o rosto.
Se você já tem uma blusa de gola alta em casa, um jeito de dar uma modernizada nela, é combinar com colares longos. Isso mesmo, colares por cima da gola. Lembrando que para quem for apostar nessa sobreposição ousada, é melhor dispensar outros acessórios como colares e braceletes.

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Como cuidar das máscaras capilares?
  • Eu Testei! #1
  • Fica a Dica #5
  • Deixe seu comentário

    Deixe seu comentário

    Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog: