27 de julho de 2018

tie dye

Já repararam que todas as últimas tendências, são tendências antigas que voltaram com uma renovada? E foi assim com o tie dye também! Ele foi muito usado nos anos 70, voltou durante os anos 90 e agora voltou mais fashion e estiloso. Recentemente, apareceu na passarela de Michael Kors e daí em diante, só veio ganhando mais espaço!

Se você é novinho e não conhece, o tie dye é uma técnica de tingimento manual. Foi muito usado pelos hippies, inclusive na famosa bandeira “peace and love”. Se você não conhecia pelo nome, mas acho que identificou agora, né?!

tie dye

Ainda existem as versões de tie dye super coloridas, claro. Mas agora ela voltou mais “calma”, com cores mais sóbrias e não tão coloridonas como nos anos 70. O que é bem legal para quem quer experimentar a tendência, sem parecer que saiu de uma cápsula do tempo.

Todos os tipos de peça podem ter tie dye! Vestidos, calças, saias, blusas e o que mais você desejar. Para quem quer começar com a tendência, é interessante começar optando por peças mais fáceis, como t-shirts. E as demais peças em cores mais lisas. E a partir daí ir avançando mais até sair com um look inteiro tie dye ou com mix de estampas.

tie dye

Apesar de ser uma técnica de estamparia manual, quando feita em larga escala como são as peças hoje em dia, ela são “falsas” tie dye. Mas se você optar por renovar uma peça antiga sua mesmo, dá para tingi-la em casa de maneira bem fácil, rápida e claro, exclusiva! Existem diversas amarrações e combinações de cores para fazer sua própria estampa.

Eu particularmente adoro esse tipo de estamparia e é uma maneira bem legal de renovar suas peças de roupas. Não só aquelas que você enjoou, como também aquelas que passaram por algum acidente. Por exemplo, disfarçar uma mancha que não saiu!

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Chokers diferentes, onde tem?!
  • A moda do óculos super gatinho!
  • butter yellow É a vez do “butter yellow”, o amarelo bebê!
  • Deixe seu comentário

    Deixe seu comentário

    Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog: