15 de julho de 2020

Quem me segue lá no Instagram e acompanha os stories, já sabe que tem rolado praticamente um reality show do coletor menstrual! Mas como aqui alcanço mais gente, resolvi vir trazer o assunto para o blog também!

Dos últimos meses para cá, eu desenvolvi uma alergia ao absorvente descartável que tem se agravado a cada ciclo. Se tornando cada vez mais insuportável, doloroso e eu estava adoecendo por conta disso. Então tomei a decisão de testar o coletor. Comprei um kit da Fleurity e escolhi o tipo 2 indicado para minha idade, fluxo e por não ter filhos. E também peguei o mini, para ter uma opção menor caso não me adaptasse ao outro.

Assisti mil vídeos, relatos, pedi opinião para quem me seguia no Instagram. E a primeira certeza que eu tive era que teria que ter paciência e dar tempo ao tempo. Coloquei na minha cabeça que não seria fácil, mas que para não adoecer mais, eu precisava tentar e insistir. Eu fiquei tão ansiosa com isso (e com várias outras coisas) que minha menstruação até atrasou! Enquanto eu esperava a bendita descer, eu ia treinando colocar. Treinando dobras, posições, formas que me sentisse mais confortável. Nas primeiras duas vezes, não entrou de forma nenhuma! Tentei a dobra punch down que todo mundo indicava e nada. Desisti, deixei pra lá. Depois de uns 4 dias, voltei a tentar novamente, com a dobra T. E ao invés de tentar colocar de pé, coloquei de cócoras. E foi! Com facilidade o coletor entrou, mas não abriu. De pouco em pouco, dia após dia, eu ia treinando, tentando, experimentando. Cortei o cabinho que me incomodava, continuou incomodando. Coloquei do avesso, perfeito! Nem eu sabia que tinha toda paciência que eu tive aqueles dias!

coletor menstrual

E aí, quando eu relaxei, a menstruação desceu! Sem me cobrar, sem pressionar, sem stress, coloquei em prática o que eu tinha tentado nos dias anteriores. A forma que eu me adaptei foi colocando o coletor menstrual mini com a dobra de T, de cócoras e inclinada para trás. O meu realmente não abre sozinho, preciso abri-lo com o dedo e tudo bem! Como eu fiz ballet e pilates por muitos anos, a minha musculatura pélvica é mais forte e talvez por isso o coletor não se abra sozinho. Confesso que isso não foi um problema para mim, eu consigo abri-lo sem dificuldade. Em casa, tudo as mil maravilhas. Mas e na rua? No trabalho? Também! Achei o coletor menstrual super prático, não me causa nenhum incômodo e eu realmente esqueci que estava menstruada! No primeiro dia, eu tirei 2x no trabalho, pois meu fluxo é mais intenso. Depois disso, colocava de manhã antes de sair de casa e depois só tirava novamente quando chegava do trabalho para tomar banho. E não tive nenhum vazamento! Não tive nem necessidade de testar o coletor maior, o mini foi perfeito! Como era minha primeira vez, ficamos inseguras sim se o coletor menstrual vai dar conta, se não vai vazar, se não está colocado certo. E por isso eu usei protetor diário nos primeiros dias  depois tirei também!

Todo mundo fala que os primeiros ciclos são de adaptação, mas comigo foi perfeito desde esse primeiro! Quanto melhor você conhecer seu corpo, seu ciclo e fluxo, melhor é! Menos erros na colocação acontecem, menos riscos de vazamento e mais fácil a adaptação. Eu estava preparada para insistir ao máximo, mas foi tudo maravilhoso! Agora virei discípula do copinho e estou indicando para todo mundo que fala sobre o assunto perto de mim! Se você já teve experiência com o coletor menstrual, me conta nos comentários!

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • PradaPorter Store!
  • Inspiration #36
  • Alerta Cor #6: Aquamarine
  • Deixe seu comentário

    6 de julho de 2020

    Não dá para negar que do ano passado para cá, a skincare realmente se tornou uma febre. As empresas brasileiras realmente tem focado em desenvolver produtos e acessórios para esse tipo de cuidado com a pele! Eu confesso que tento, uso algumas coisas, mas ainda não consegui de fato ter uma rotina de cuidado com a minha pele, assim como eu tenho com o meu cabelo. E para me ajudar e também te ajudar, no post de hoje separei alguns dos melhores gadgets para sua skincare!

    Os melhores gadgets para sua skincare!

    melhores gadgets para sua skincare

    Escova facial de limpeza
    Esse foi um dos primeiros acessórios para skincare que comprei! Eu tenho uma escovinha idêntica essa da foto acima e usei muito quando fiz meu tratamento de pele. Mesmo que a gente lave o rosto, é incomparável com o que uma escovinha facial pode fazer por você! Existem sim as versões caras e tecnológicas como a Foreo, mas também existem versões mais em conta. O cuidado na hora de escolher uma escova facial é ter certeza de que ela não vai machucar a sua pele. Ela precisa ser macia e ajudar na limpeza, mais jamais machucar ou deixar a pele sensível. Esse é um dos melhores gadgets para sua skincare que você precisa investir na sua rotina!

    melhores gadgets para sua skincare

    Rolinho de jade
    O rolinho de jade já foi tema de um post inteirinho aqui no blog há uns meses atrás! Na época do BBB ele foi um dos acessórios mais usados pelas meninas na hora de cuidar da pele. Esse é um dos melhores gadgets para sua skincare por oferecer diversos benefícios para a sua pele! Além de massagear, ela ajuda a reduzir o inchaço, tonificar a pele diminuir as olheiras e ainda ajuda na prevenção das rugas!

    melhores gadgets para sua skincare

    Steamer facial
    Se você já fez limpeza de pele, já sabe que o vapor é um super aliado na hora da remoção dos cravos e espinhas. Existem formas caseiras de fazer isso, mas como o mercado da beleza é incrível, já existe também o chamado steamer facial! Ele funciona mesmo soltando um vapor morno que ajuda abrir os poros e facilitar a extração! Existem diversos modelos vendendo nas Americanas e no Mercado Livre e os valores giram em torno de R$120!

    Pronto! Agora você já pode montar seu kit de skincare com alguns acessórios que vão te ajudar na sua rotina de deixar a pele mais linda e saudável!

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Tatuagem VICIA?! feat. Zaida Campbell e Renato Giannini
  • Inspiration #56
  • Sobrevivendo ao verão #1: Coques
  • Deixe seu comentário

    29 de maio de 2020

    Vamos conversar sobre DIU?! Quem me segue no Instagram e acompanha os stories diariamente, já sabe que estou no processo de decidir colocar o DIU. Na verdade, desde que parei de tomar o anticoncepcional há quase 3 anos, eu cogito a possibilidade do DIU.
    Depois de todo esse tempo sem o uso de anticoncepcionais, eu me sinto 100% confortável e consciente do meu corpo. Eu sei exatamente em que fase do meu ciclo está, quanto tempo ele dura e qual o fluxo. Sempre que me perguntam sobre como foi parar de tomar o medicamento, eu digo que estou há 3 anos em uma verdadeira lua de mel com o meu corpo. Meu ciclo é sempre certinho, quase nunca atrasa. Eu não sinto nada de cólica e minha menstruação só dura de 3 a 4 dias com o fluxo médio no primeiro dia e leve nos demais.

    Mas, não posso negar que apesar de todos os cuidados, o medo de uma gravidez é sempre presente. Eu tenho real fobia de engravidar. Amo crianças, admiro quem é mãe, mas não é algo que eu queira para mim. Por isso, na semana passada eu fui na Dra. Ana Beatriz Matos aqui em São Paulo conversar sobre o DIU. Como eu já sabia, eu tenho quatro opções: Mirena e Kyleena que são DIUs hormonais. E cobre e cobre com prata, que não são hormonais. Apesar de todos os benefícios dos DIUs hormonais, eu não estou disposta a voltar a usar hormônios no meu corpo. Então, minhas opções são o de cobre e o de cobre com prata. Minha escolha pelo DIU é pela simplicidade de coloca-lo, por ser um método contraceptivo não hormonal e pela eficácia! O DIU de cobre protege até mais que uma laqueadura, sabia?! Como sabemos, o único método 100% eficaz é a abstinência, mas o DIU tem eficácia de 94%! E se combinado com um método de barreira, como a camisinha, pode te proteger ainda mais. Peguei todos os pedidos de exames, já estou fazendo todos eles e decidindo se eu realmente quero coloca-lo e qual deles vou escolher.

    Mas resolvi vir escrever esse post, porque assim como quando eu decidi parar de tomar o anticoncepcional, o medo está presente e é normal! Naquela época, compartilhei por aqui minhas inseguranças e medos, e tive um apoio enorme de vocês que me acompanham! Como falei, há 3 anos eu vivo em uma lua de mel com o meu ciclo e um dos meus maiores medos em colocar o DIU, é “estragar” isso! Já sabemos que o DIU de cobre aumenta o fluxo e as cólicas, coisas que eu sofria muito quando adolescente e morro de medo de passar por aquilo novamente!

    Confesso que dá medo sim! Mas assim como eu tinha medo quando parei de tomar anticoncepcional e foi algo excelente para a minha vida em geral, acredito que preciso tentar o DIU. Sei que dói, sei que pode ser terrível, mas também sei que se não me adaptar, eu posso tirar a qualquer momento. Esse foi mais um post de bate papo mesmo, de desabafo! E como sempre, espero vocês nos comentários me contando se usam ou já usaram DIU e como foi a experiência! Ah! Me segue no Instagram, pois estou sempre compartilhando informações e contando em tempo real sobre esse e muitos outros assuntos!

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Para Páscoa
  • Minhas 101 coisas em 1001 dias
  • Como decifrar a composição dos produtos?
  • Deixe seu comentário

    27 de abril de 2020

    Semana que vem faz 1 ano que me mudei para São Paulo e definitivamente, esse foi o plot-twist da minha vida. Absolutamente tudo saiu do meu controle e nada foi como eu esperava. Como sempre faço, resolvi abrir para vocês um pouquinho desse 1 ano da minha vida e conversar sobre isso! Vem conversar comigo?

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • imitando a make reboco da boca rosa ? IMITANDO a make REBOCO da Boca Rosa!
  • dicas para usar violeta genciana no cabelo Dicas para usar VIOLETA GENCIANA no CABELO!
  • Especial Festa de 15 anos – Convite
  • Deixe seu comentário

    1 2 3 370