1 de novembro de 2019

Há alguns anos atrás eu parei de tomar anticoncepcional e tem toda essa história relatada aqui no blog. Depois disso, os hormônios ficaram uma loucura e a minha pele também. Tanto que precisei fazer tratamento com ácidos para que a pele voltasse ao que era antes. Só que vamos combinar: essa rotina de cuidados com a pele é muito chata! Eu juro que tento, mas é uma rotina trabalhosa, demorada e ainda por cima bem cara. Depois que a pele melhorou, eu acabei abandonando essa rotina. E o único cuidado que eu mantenho, é fazer máscaras de faciais de tempos em tempos. De fato a minha pele melhorou e não se parece nem um pouquinho com a pele daquela época. Mas estava (e segue estando) fora de cogitação toda aquela rotina de ácido novamente.

E aí que no ENBB desse ano, conheci o Dermasoft, um suplemento vitamínico mineral em cápsulas que tem ação antiacne. O Acne In é um suplemento alimentar que tem em sua composição café verde, que inibe os processos inflamatórios. Zinco que impede a multiplicação de bactérias, dessa forma, diminui o número de micro-organismos que provocam acne e reduz a oleosidade. Para melhorar a cicatrização da acne, ele tem na composição silício orgânico com peptídeos de colágeno marinho.

Acne In

Benefícios do Acne In

O Acne In traz diversos benefícios para a pele, como por exemplo:
– Inibição do processo inflamatório
– Controle das bactérias que formam a acne
– Controle da oleosidade da pele
– Controle do estresse oxidativo
– Efeito antioxidante
– Ajuda na cicatrização
– Previne o envelhecimento cutâneo
– Melhora a firmeza da pele

A sugestão da marca é tomar 1 cápsula junto com o café da manhã e o tratamento deve ser feito a partir dos 18 anos. Além disso, grávidas e lactantes devem ser orientadas por seu médico ou nutricionista de confiança antes. O tratamento tem duração mínima de 30 dias e pode ser aliado com os demais produtos da linha Acne In. O tratamento com 30 cápsulas do Acne In custa R$74 e pode ser adquirido através do site da própria Extratos da Terra.

Eu já estou tomando há cerca de 15 dias e percebo uma mudança considerável na minha pele, sim! Sinto a pele menos oleosa, a formação de cravos inflamados também diminuiu bastante. E mesmo na TPM eu não tive nem uma espinha! O tratamento ainda vai continuar até que termine os comprimidos, mas já estou bem feliz com as pequenas melhoras que ando observando na minha pele. Se vocês quiserem, posso voltar depois para falar do tratamento completo ou ainda testar os outros produtos da linha!

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Maquiagem e cabelo, verão 2012 by Fashion Rio: Dia #1
  • Eu testei: Creme milagre, Lola Cosmetics
  • Inspiration #3: Colors
  • Deixe seu comentário

    29 de outubro de 2019

    O que eu nunca pensei que aconteceria, aconteceu! Nós conseguimos nosso tão sonhado apê! No vídeo de hoje, quer dizer, no vlog de hoje, vocês conferem toda arrumação da mudança e os perrengues de mudar de casa. Vem que agora começa uma nova fase nesse canal!

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Produtos que usei e não gostei #4
  • Produtos para cuidar do cabelo no verão!
  • Produtos para pré-shampoo Produtos para pré-shampoo!
  • Deixe seu comentário

    1 de outubro de 2019

    E se você pensou que eu já tinha te contado tudo sobre o piercing no mamilo, errou! Separei mais algumas coisas que ninguém te conta sobre piercing no mamilo. Vem!

    Mamilo caído
    Pois é, isso acontece sim! Dependendo do tipo de jóia que você escolha, se ela for muito bruta ou pesada, ela pode acabar modificando o seu mamilo! Ela pode pesar e acabar deixando o mamilo mais caído que o normal. E aí nem adianta trocar a jóia, já era, dificilmente ele volta ao normal!

    A joia perfeita
    A escolha da joia é super importante não só pela estética, mas também pela cicatrização do piercing. Eu optei pela jóia de titânio, que apesar de mais cara, é biocompatível com o corpo e não causa rejeição ou alergias. O formato dela também é importante! Minha body piercer me indicou escolher uma jóia um pouco maior que o mamilo, pois ele poderia inchar e acabar “engolindo” a bolinha do piercing. Então sempre opte por uma joia um pouquinho maior que o mamilo, para não correr esse risco.

    Perda de sensibilidade
    Um dos maiores motivos que leva as pessoas a fazerem piercing no mamilo é para aumentar a sensibilidade da região. No outro vídeo que eu fiz sobre coisas que ninguém te conta sobre piercing no mamilo, eu falei disso. No meu caso, aumentou tanto a sensibilidade que as vezes me causa dor. O que muita gente não sabe é que em alguns casos, pode causar a perda da sensibilidade! Essa perda pode ser temporária ou não. Realmente existem pessoas que perderam completamente a sensibilidade da região depois do piercing.

    Todos os mamilos podem ser furados
    Essa é uma pergunta que eu recebo todos os dias em todos os vídeos que eu falo sobre piercing no mamilo! E sim, todos os tipos de mamilos podem ser furados! Se você tem o mamilo pequeno ou invertido, ele também pode ser furado! Nos casos do mamilo invertido, depois que você fura ele fica para fora como os mamilos “normais”.

    Mamilos deformados
    A questão dos mamilos deformados eu descobri pelos comentários do último vídeo sobre o assunto! Aconteceram alguns relatos de que, depois de uma inflamação, os mamilos incharam e não voltaram mais ao tamanho normal.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Vamos pra Hair & Beauty??
  • Perguntas pessoais!
  • Sorteio Océane Femme!
  • Deixe seu comentário

    20 de setembro de 2019

    Pois é, meus amigos. Eu nunca pensei que um dia eu falaria que sim, eu não uso mais sutiã de bojo e enchimento! Aliás, pensando agora, eu nem sei porque eu comecei a usa-los. Ao contrário da maioria das meninas, que começa a usar sutiã bem cedo, eu só comecei a usar sutiã na faculdade, já com os meus 20 anos de idade. Você acredita nisso?! E não é porque eu não tinha sutiã não, eu sempre tive. Desde bem novinha a minha bisavó tinha mania de me dar sutiãs, que sempre ficaram guardados na gaveta. A verdade é que, até chegar na faculdade, eu nunca senti necessidade de usa-los. Meu peito sempre foi pequeno e naquela época eu usava roupas bem largas, então, tanto faz usar ou não, né? A pressão pra usar começou na faculdade, quando eu percebi que as pessoas olhavam mais. Não era uma atenção que eu queria chamar, então primeiro eu comecei a usar apenas tops da Triffil e depois me agarrei nos sutiãs de bojo. Lembro até hoje do meu primeiro sutiã de enchimento: cinza de bolinhas vermelhas. Saí da faculdade com uma amiga, passamos na Renner e compramos aquele bendito sutiã de R$39,99.

    Pra mim, era impossível pensar em usar qualquer roupa em que eu não pudesse usar meu amado bojo. Se determinada peça não pudesse ser usada com bojo, eu simplesmente não comprava a roupa. É, eu era essa pessoa. Super dependente do bojo por achar que meu peito sem ele era feio. Que eu não tinha peito. Que determinada roupa ficaria “vazia” se eu não tivesse com enchimento. Eu já cheguei a usar sutiãs com enchimentos tão grandes que doíam meu peito. Mas eu de verdade, não me importava nem um pouco com aquilo.

    Aceitar meu corpo como ele é, principalmente depois do bullying sofrido na escola não foi um processo fácil e nem rápido. Mas foi libertador. Já que eu não tinha como colocar silicone, eu modifiquei meu corpo com coisas que me fizeram gostar mais dele, ter orgulho e querer que todo mundo visse. Então eu tatuei e furei meu mamilo. O piercing foi o principal para que eu largasse os bojos e enchimentos. Esse tipo de sutiã machucava demais meu mamilo sensível por conta do piercing. Ele vivia inflamando e me incomodando. Quando isso acontecia, eu usava o sutiãs sem bojo e ele melhorava. Não demorou muito para que eu realmente só usasse tops e sutiãs sem bojo.
    Abrir mão dos bojos e enchimentos não mudou só a saúde do meu corpo, mas também minha relação com ele e com as roupas. Já existem estudos que comprovam que o uso do sutiã é completamente dispensável. E que não usá-lo traz benefícios reais para a saúde! Eu olho meu corpo no espelho hoje e gosto do que eu vejo. Não penso mais no silicone por mil e um motivos, mas o principal é que eu realmente me sinto bem com o meu corpo do jeito que está. Escolher roupas porque eu quero e poder usa-las sem me preocupar se posso usar bojo ou não, é libertador!

    Se eu fosse você, tentaria! Não precisa ser radical, mas coloque uma meta. Reduza os dias da semana em que você usa sutiã de bojo ou enchimento, mude sua relação com seu corpo, adapte-o das formas que você gosta. O importante no fim das contas, é que você goste do que vê no espelho. E hoje eu posso dizer que gosto!

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Uma tarde entre Amis com a Natura!
  • Amarelo, como um girassol
  • Andrej Pejic mostra seus dois lados
  • Deixe seu comentário