especial-festa-de-15-anos-decoracao

Atualmente é cada vez mais comum as festas temáticas. Mas as tradicionais ainda são encontradas. Baile, Principe, troca de vestidos e sapato. Como se fosse um conto da Cinderela. O básico, ainda não foi abandonado.

A decoração fica a escolha da debutante. Se optar por uma festa temática, vou sugerir alguns temas bem legais.

Festa Hollywood
Esse eu achei bem interessante. O tema pode ser só na mesa e na decoração, ou também pode ir além. Uma exigencia, pode ser que os convidados vão vestidos de personagens de filmes produzidos em Hollywood. Ou então, a debutante pode escolher um filme de sua preferencia, onde ela é a personagem principal, e os convidados os outros personagens

Festa à FantasiaEsse é um outro tema bem comum agora, durante o ano inteiro. Antigamente festas a fantasia só eram vistas nos meses que antecedem ou sucedem o carnaval. Agora, qualquer mês é mês. É um tema “livre”, pode ser bem colorido, cores chamadas “citricas”.. laranja, roxo, verde limão, rosa bem forte. Ou cores em degradê.
Festa Tropical/Havaiana
É outro tema bem livre. Pode ser mais puxado pro estilo lual ou para o estilo tropical em si. Fogueiras, palmeiras e bastante verde e flores. É um tema mais indicado para os meses de verão, pelas roupas a serem usadas. Mas também pode ser adaptada para o inverno. As roupas, coloridas e floridas. Chinelos e sandálias.

Outras Ideias…
Se eu fosse postar todos os temas que vem na minha cabeça, não sairiamos daqui nunca. Vou resumir agora temas que não são tão comuns, mas são bem legais.
Festas com temas de países, um país que a debutante queira conhecer, ou que conheceu e gostou. México, com comidas e cores tipicas. Estados Unidos, bastante pizza, hamburguer e refrigerante. Itália, bastante massa e vinho. Japão.. e por ai vai.

Compartilhe:
em Variedades

Especial Festa de 15 Anos

Bom, me interessei por posts sobre festas de 15 anos depois que vi váááários convites de festas que meu irmão recebeu. Como é um post um pouco grande, vou dividi-lo em algumas partes:
Decoração, Convite, Brindes e Roupa (maquiagem e cabelo). Nessa mesma ordem.
Compartilhe:
em Variedades

Unha Degradê

Para fazer:

Você vai precisar de cinco potinhos para criar as tonalidades – vale usar tampinhas de garrafa, por exemplo – e dois esmaltes: o da cor em que você quer fazer o degradê e um claro ( para misturar.

1) Coloque um pouco do esmalte roxo em cada potinho, e, aos poucos, vá adicionando o branco em cada um. Lembre-se de que entre um e outro a cor deve ter uma variação sutil, indo do mais claro ao mais escuro.
2) Passe o esmalte na cor original na unha do dedinho e vá clareando o tom em direção ao polegar. Espere secar e pronto!

Dica de cores

Para variar as cores, aposte nos tons que estão em alta para o verão. Para as mais fashion, vale tentar um degradê do preto para o cinza claro, por exemplo. Ou então das cores neon para clarinhos como nude.
1. Azul Cobalto, da Impala, R$ 1,40, em média; 2. Audrey, da Impala, R$ 1,40, em média; 3. Nude, da Colorama, R$ 1,85, em média; 4. Arábia, da Risqué, R$ 2,50, em média; 5. Menta, da Risqué, R$ 2,50, em média; 6. Verde palmeira, da Colorama, R$ 1,85, em média; 7. Pituba 242, Dote, R$ 2,50, em média.

8. Via Láctea, Colorama, R$ 1,85, em média; 9. Amarelo sol, Colorama, R$ 1,85, em média; 10. Laranja, Impala, R$ 1,60, em média; 11. Trindade 245, Dote, R$ 2,50, em média; 12. Pink fluor, Risqué, R$ 2,50, em média; 13. Paúba 238, Dote, R$ 2,50, em média; 14. Flash Dance, Risqué, R$ 2,50, em média.

Compartilhe:
em Variedades

Moda Vitoriana

moda-vitoriana

Moda vitoriana é o estilo inspirado no modo de vestir da rainha Vitória, bem caracterizado por detalhes, rendas, golas altas, babados, mangas bufantes, laços, e espartilhos. As cores predominantes são as escuras e o estilo vitoriano é mais usado no inverno por ser mais pesado, inclusive por ter sido criado na ingleterra medieval.

À mulher vitoriana foi dada a condição de ser frágil, puro, tímida, inocente e sensível. Qualquer característica que fosse de encontro a essas características era considerado vulgar. Por isso as roupas eram criadas para evidenciar esse perfil.

O espartilho, que fazia mal à coluna e deformava, inclusive os órgãos internos, as debilitava ainda mais, impedindo-as de respirar profundamente. Além de elegante, o espartilho era considerado uma necessidade médica à constituição feminina, usado, inclusive, em versões juvenis a partir dos três ou quatro anos.


O ideal feminino que passa a ser seguido é:- A crinolina, com muitas anáguas, gerando vestidos extremamente volumosos; – O espartilho, evoluído do corset, agora mais ajustado à cintura, chegando inclusive a deformá-las- As mangas extremamente justas e compridas, enfatizando os ombros caídos; – Cabelos cacheados; – Xales e chapéu grandes decorados eram os acessórios preferidos; – Maquiagem pálida com boca e olhos extremamente marcados;

Compartilhe: