em Cabelo, Vídeos

Favoritos de setembro!

Último vídeo do mês já é tradição aqui no canal! É aquela hora de separar os produtos mais usados durante o mês que está terminando, nesse caso, te contei os meus preferidos de setembro. Aqueles que mais usei, amei e super recomendo!

Compartilhe:

Já vou começar a resenha falando que eu só estou fazendo ela porque muita gente pediu nas redes sociais e perguntou se eu já tinha usado essa linha Match Patrulha do Frizz que o Boticário lançou recentemente. Acho que como a maioria das pessoas, peguei essa máscara na ação que o Boticário fez, que você cadastrava no site e retirava o produto na loja. Usei bastante e hoje conto o que eu achei do produto nessa resenha!

Sobre o produto

“A linha Match Patrulha do Frizz sela as cutículas do cabelo formando uma película que protege os fios da umidade graças à combinação de óleo de abacate com creatina. Faz partea linha Match Patrulha do Frizz máscara de blindagem que complementa o cuidado e deixa os fios livres do frizz, garantindo até 8 vezes menos frizz já na primeira aplicação.”

(Informações retiradas do site do Boticário)

Cheiro e textura

O cheiro da máscara Patrulha do Frizz é realmente muito gostoso, levemente adocicado, bem suave e não incomoda ou fica impregnado nos fios. A textura também é boa, lembra bastante pomadas que usamos na pele, bem espessa e não é fácil de ser aplicada não! Sabe aquele tipo de produto que você enluva e ele “some”? É assim! Você aplica, o produto “desaparece” do cabelo e você não sabe se já aplicou ali ou não, então acaba rolando um desperdício na hora da aplicação. Mas, não pesa e nem deixa o cabelo rígido.

Preço e onde encontrar

Os produtos da linha Match do Boticário são encontrados nas lojas físicas da marca e também na loja online. A máscara Patrulha do Frizz com 100g (o dobro desse que eu usei) custa R$49,90.

Composição

Aqua (water), Glycerin, Cetyl Alcohol, Cetyl Palmitate, Dimethicone, Behentrimonium Methosulfate, Cetearyl Alcohol, Parfum (Fragrance), Hydroxypropyl Starch Phosphate, Dimethiconol, Bis-Cetearyl Amodimethicone, Acetamide MEA, Persea Gratissima (Avocado) Oil, Helianthus Annuus (Sunflower) Seed Oil, Argania Spinosa Kernel Oil, Stearamidopropyl Dimethylamine, Cetrimonium Chloride, Ceteareth-20, Lactic Acid, Creatine, Citric Acid, Panthenol, Tocopheryl Acetate, Ceteareth-7, Ceteareth-25, BHT, Disodium EDTA, Tea-Dodecylbenzenesulfonate, Cyclotetrasiloxane, Cystoseira Compressa Extract, Hydrolyzed Corn Protein, Hydrolyzed Wheat Protein, Hydrolyzed Soy Protein, Methylchloroisothiazolinone, Methylisothiazolinone.

O que eu achei?!

Nunca tinha usado nada de cabelo do Boticário, só costumo usar os perfumes e alguns hidratantes para mãos, mas como uma galera retirou esse produto na promoção, eu resolvi fazer o mesmo e testar. Repito, eu não ia fazer resenha dele, mas como muita gente pediu minha opinião, estou aqui para falar minha experiência com o Patrulha do Frizz e se você usou, eu também quero saber a sua!
O produto é legal, tem um cheiro gostoso, embalagem bonita que chama atenção e facilita na hora da aplicação com as mãos molhadas no banho. Tem um tempo de ação muito bom de 5 minutos e a promessa de manter o cabelo longe do frizz por 2 dias. O Match Patrulha do Frizz é daqueles produtos que no enxágue, já rola a sensação do cabelo derretendo. Ele fica extremamente macio, até as pontas mais rebeldes ficam macias depois de usa-lo. O frizz diminui sim, bastante, mas não some por até 2 dias não (e olha que eu uso fronha de cetim). No geral é um produto bom, deixa o cabelo bonito, brilhoso, cara de cabelo recém tratado no salão, sabe?
Só que tem os pontos negativos, que não são poucos. Achei o produto bem difícil de ser aplicado. Como já disse, você aplica e ele “some” deixando a gente sem saber onde já foi realmente aplicado, então o rendimento dele não é bom se comparado a produtos semelhantes. Outra coisa negativa é o preço, para pagar quase R$50 em um produto de 100g, ele deveria ser simplesmente excepcional, sem nenhum defeito e com um resultado impecável, o que também não acontece. Outra coisa, na embalagem diz que a indicação de uso é de 2 a 3 vezes por semana! Ou seja, dependendo do seu cabelo, vai uma embalagem inteira em apenas 1 semana! Com esse valor, não dá, né?

Se compara-lo a produtos e marcas com preços mais altos tipo Lola ou até mesmo a Yenzah, o Patrulha do Frizz perde feio, já que essas outras marcas você paga esse valor em uma máscara de no mínimo 500g! Se vocês querem saber se eu compraria ele com o preço normal, sem ser em uma promoção, não compraria! Porque o resultado que tive com ele, já tive com outras marcas de preço bem mais em conta!

Compartilhe:

Acho difícil alguém não saber, mas como chegam novas pessoas por aqui todos os dias, sempre bom atualizar! Já tem 4 anos que eu sou formada em moda pela faculdade Senai CETIQT aqui no Rio de Janeiro, para mim, era um sonho fazer esse curso e trabalhar na área.  Mas as vezes, nem tudo é como imaginamos! Depois de fazer diversos vídeos sobre faculdade de moda, recebo sempre a mesma pergunta: “vale mesmo a pena?”. Então no vídeo de hoje conversamos um pouco sobre o assunto! Vale a pena fazer faculdade de moda no Brasil ou não?!

Compartilhe:
em Cabelo

Cabelo com a raiz colorida!

Lembra da moda dos ombré hair, onde a raiz era natural e as pontas coloridas? Agora parece que o jogo virou, porque a moda é só a raiz do cabelo colorida! Junto com a moda dos cabelos multicoloridos que eu já falei diversas vezes aqui no blog, a raiz colorida vem para complementar o estilo.  A proposta é simples, a tinta é aplicada apenas na raiz pré descolorida com o resto do cabelo em uma cor só. A raiz pode ser de diversas cores, formando o que eles chamam de rainbow roots ou ainda de uma cor só.

A raiz do cabelo colorida é um jeito diferente de aderir a moda dos cabelos coloridos e deixar mais descontraído. A maioria das pessoas que aderiram a tendência das raízes coloridas, tem o restante do comprimento loiro ou platinado e nem preciso explicar porque, né? Porque é mais fácil do que descolorir só a raiz para poder aderir a tendência! É uma opção legal para dar uma cara diferente no loiro, pode ser temporário se usar tonalizantes mais leves ou cores mais claras. E também serve para disfarçar a raiz crescida de um jeito diferente e mais estiloso!

Preciso confessar que para quem gosta de uma coisa prática como eu, essa é uma tendência que não deve rolar! Imagina só o trabalho para retocar?! Levando em conta que a cada 15 dias a raiz já está natural, imagina só o trabalhão de descolorir e tingir com tanta frequência, além do trabalho, o tanto que não deve danificar? Também fico pensando quando enjoar e não quiser mais, o trabalho de retirar a cor e igualar o tom com o resto do cabelo. Será que vale a pena todo esse trabalho para uma tendência “passageira”?

Me conta aí nos comentários, você usaria a raiz colorida?

Compartilhe:
134567521