3 de abril de 2009

Óleo? Como assim óleo? Bom, é simples antes de lavar os cabelos, aplique uma boa quantia de óleo nas pontas dos fios. Pode ser óleo mineral capilar, óleo de amêndoas, ou qualquer óleo vegetal (até mesmo óleo de cozinha), azeite de oliva, azeite de dendê.

Mais ou menos uma hora antes de lavar o cabelo, passe o óleo escolhido nas pontas do cabelo e depois é só lavar normal.. Outra dica é passar o óleo antes de dormir e lavar o cabelo pela manhã. O bom é que também serve pra quem tem cabelo oleoso.

Para quem tem problemas com pontas ressecadas, esta dica ajudará bastante.
compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Bandage Dress
  • História das leitoras #2: Namorar sem amar?!
  • Coletes, para meninos e meninas
  • 1 de abril de 2009

    Às vezes estamos com pressa e queremos dar algum toque especial no nosso cabelo, mas não encontramos nada decente perdido na gaveta.

    Que tal você mesma decorar os objetos mais comuns e transformá-los em lindos acessórios?

    Por exemplo: pegue aquela caixinha de grampos comuns, aqueles grampos pretos que todo mundo tem em casa. Procure a sua caixinha com os esmaltes e libere a imaginação. Faça risquinhos, bolinhas, flores, pinte tudo. Uma cor, duas, várias.

    O bom de usar esmalte para pintar é que ele seca muito rápido, então dá para fazer minutos antes de sair de casa. Se tiver sobrando, jogue um pouco de glitter por cima antes de secar – ou cole strass, pedrinhas, miçangas, botões.

    Deixe a artista que mora dentro de você criar asas.

    Mas atenção: se quiser fazer o mesmo com piranhas ou presilhas, cuidado para não colar pedras, por exemplo, nas áreas de contato com os dedos ou em dobras, pois o contato vai fazer com que elas caiam fácil. Em compensação, para a pintura mesmo, o espaço maior é melhor ainda. Pegue um palito de dente e crie estampas únicas. O efeito é incrível.
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Moda para copiar: Suri Cruise
  • Ankle Boots
  • Inverno 2013 by Fashion Rio: Dia #3
  • 1 de abril de 2009

    Por mais que todas as tendências e cabeleireiros digam que a moda está apoiando os cachos e ondas naturais, a grande maioria das mulheres não abre mão da chapinha. Até aí, cada um tem o cabelo que quer ter, não é mesmo? Mas para ter o cabelo dos sonhos é preciso saber cuidar não só dele como também dos objetos usados nele.
    A chapinha não é um objeto para ser usado e guardado sem mais nem menos. É importante fazer uma limpeza nela para evitar estragos futuros. Para quem usa às vezes, limpar a cada três ou quatro usos é suficiente.
    Um pano levemente umedecido que não solta pêlos já dá conta do recado – mas não se esqueça de esperar a prancha esfriar totalmente. Quem aplica produtos nos fios que podem deixar residuos na placa, a melhor sugestão é retirar as placas de cerâmica (se a chapinha tiver esta opção) e limpar com um lenço umedecido (como aqueles de bebê ou de retirar maquiagem). Desta vez, não espere esfriar – se esperar, o produto pode secar e não sair direito. Espere ficar morno só. Se não teve jeito e alguma coisa secou e grudou, nunca use ferramentas metálicas para esfregar. Isto risca as placas e estraga a chapinha. Ligue o aparelho, espere esquentar, espere amornar e tente retirar novamente com o lenço.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • FAQ: Leave In
  • Back to 60’s
  • Look do dia: Think pink!
  • 1 de abril de 2009

    Com pequenas atitudes é possível deixar a cor forte por muito mais tempo, é só colocá-las em prática! Em primeiro lugar, tinja no salão. Os profissionais entendem do assunto e vão saber qual tinta é a de melhor qualidade e que desbota menos e também vão passar a tinta de modo correto e sem falhas. Depois que virar ruiva oficialmente, é só prestar atenção em alguns detalhes. Espere de 24 a 48 horas para lavar o cabelo para a tinta pegar perfeitamente. Depois, lave menos o cabelo – um dia sim e dois não está ótimo – e use água fria. Assim, os folículos não vão se abrir e a cor não vai desbotar tanto. Se possível, tente lavar o cabelo com um shampoo tonalizante do mesmo tom para manter a cor viva, vibrante. Outra dica é apelar para os truques da natureza: uma mistura de suco de cenoura e beterraba vez ou outra quebra um galho! Deixe no cabelo por uma hora – longe do sol! – e lave normalmente. Por fim, não esqueça de usar protetor solar nos cabelos também! O sol é um dos maiores inimigos das tinturas, então se não puder passar um produto especial, não tenha vergonha de sair com chapéu ou lenço na cabeça.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Modelos Tamanho Grande
  • Cuidados com cabelo vermelho!
  • Eu testei: Ampola de Ojon, Phytoervas