2 de setembro de 2015

midi

Apesar de amar saia mídi, principalmente aquelas com modelagem mais ampla e rodada, bem característica dos anos 50 e 60, eu demorei muito até eu conseguir montar looks em que eu me sentisse bem e confortável. Esse tipo de comprimento é aquele que divide opiniões: ou você ama ou você odeia e acho que parte disso é a dificuldade que muitas pessoas tem de combiná-lo com outras peças. Por isso, hoje eu separei 3 dicas infalíveis para montar looks usando comprimentos mídis, seja com saia ou com vestido.

midi1

A primeira dica é a escolha do sapato, e sim, ele pode fazer toda a diferença nesse caso. Como o comprimento midi pode causar a ilusão de que somos mais baixas, a dica é escolher um sapato de salto. Eu sei que existem pessoas, assim como eu, que não gostam de salto ou não sabem andar (oi!), por isso existem outras opções também. Já que a ideia do salto é alongar a silhueta, sapatos da mesma cor da pele ou da saia também podem ajudar a causar essa impressão de alongamento. E ainda existe a opção de usar um sapato que deixe a parte de cima do pé a mostra, quanto mais pé aparecendo, mais alongada a silhueta parece ser.

midi2

A segunda coisa mais importante para quem quer começar a usar o comprimento midi é a proporção. Tanto a proporção da saia com o corpo, quanto da saia com as outras peças do look. O comprimento da modelagem midi pode variar bastante, desde aquela que vai logo abaixo do joelho até aquela semi-longa, que bate nos ossinhos do calcanhar, esse comprimento é importante com relação a altura de quem usar. Mas como eu não gosto de regras, a única dica para acertar nessa proporção é colocar e se sentir bem. Acho que a proporção mais importante é com relação ao volume que as peças podem acrescentar ao look. Saias com um volume muito grande na parte de cima, ficam melhor se combinadas com peças mais sequinhas. Pode ser aquela blusa justinha estilo segunda pele ou até mesmo um cropped que deixa a parte da barriga de fora. Já as saias mais justas, ficam melhor se usadas com blusas mais volumosas, que podem ser t-shirts por dentro da saia ou até mesmo camisas.

midi3

E a última, mas não menos importante, é quanto a marcação da cintura. Ela pode ser usada tanto nas saias, quanto nos vestidos, com cintos ou até mesmo recortes na própria modelagem da peça. Essa marcação é muito importante para manter a proporção do corpo no lugar certinho e não ficar uma bagunça total que ninguém sabe onde termina o tronco e onde começa a parte de baixo do corpo.

Bom! Acho que essas são as 3 principais dicas que mudaram meu jeito de usar o comprimento midi, facilitaram demais na hora de montar looks e claro, deixar tudo mais harmônico e bonito.

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Brinco tassel é o acessório da vez!
  • A MELHOR loja da China! | Rosegal
  • O veludo está de volta!
  • Deixe seu comentário