25 de dezembro de 2017

Hoje o vídeo conta com várias participações especiais! Evelyn Regly, Carol Kyoko e vários outros youtubers mandaram perguntas para eu responder! Falamos sobre treta, cabelo Ariel, vegetarianismo e muito mais. Vem comigo que hoje é dia do primeiro #RespondendoYoutubers !

 

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Ser adulto é CHATO!
  • Fica de olho: Brincão
  • Fica a dica #2
  • Deixe seu comentário

    4 de março de 2016

    veggie box1

    Alimentação é uma coisa que eu quase não falo por aqui, pra quem não sabe, há quase 8 anos eu não como carne! Não como carne, presunto, salsicha, linguiça, nada disso, só como ainda ovo, leite e seus derivados. Hoje eu recebi da Veggie Box uma caixinha de snacks vegetarianos e para intolerantes a lactose.
    Para quem não conhece, a Veggie Box é uma caixa de assinatura, com duas versões: a versão de beleza e a de snacks. No box de beleza, você recebe mensalmente em cada caixa de 4 a 7 produtos full size e miniaturas de cosméticos veganos e crueltyfree. Já no snack box, vem de 6 a 9 comidinhas para veganos, vegetarianos, diabéticos, intolerantes a lactoses e simpatizantes.
    Em ambas as caixas, você pode fazer a assinatura mensal ou a trimestral. Elas são sempre preparadas manualmente uma a uma, por isso, além dos produtos tem um pouquinho de carinho e amor de quem montou ali dentro também. Recebi a minha primeira e fiquei tão feliz com as gostosuras que vieram dentro, que resolvi vir compartilhar por aqui.

    veggie box2

    Tomei até um susto quando o Correio veio me entregar uma caixa super bem embalada e bem pesada! Rasguei logo o papel que envolvia a caixa enquanto subia a escada e não perdi muito tempo para conferir tudo que veio. Uma coisa que eu gostei bastante, é que em ambas as caixas, de snack ou de beleza, só vem produtos de marcas já conhecidas por aqui. No site, você consegue conferir todas as marcas que podem vir dentro da sua caixa, entre elas tem marcas que eu já conheço e consumo há bastante tempo como a Mãe Terra e Jasmine. Na área de beleza não é diferente, tem Surya, Latika e a Eco Tools também.

    veggie box3

    A primeira coisa que percebi ao abrir a caixa, foi o cuidado e a organização ao colocar os produtos dentro da caixa, tudo organizadinho, além é claro, do cheirinho delicioso de tempero! Dentro da minha caixinha, vieram sete comidinhas, dentre elas um mix de sementes e frutas da Jasmine, com quinoa, linhaça, soja, goji, cranberry e uva passa, e já foi a maior felicidade, porque eu adoro misturar isso com iogurte!
    Outra coisa que veio e que eu sempre tenho na bolsa para os momentos de fome unidos de falta de tempo, um lanchinho da marca Vida Boa, ele também é um mix de sementes, castanhas e frutas secas (sem glúten).
    Foi então que eu descobri de onde vinha todo o peso da caixinha: um antepasto de berinjela com cogumelos da marca Legurmê, ele não tem conservantes e é ideal para comer com pães e torradas. Pretendo experimentar em breve!
    Logo depois descobri de onde vinha o cheirinho de tempero! Um snack de ervas finas da marca Good Soy, que eu já comecei devorando enquanto olhava o resto da caixa. Ele é assado, sem glúten e de soja não transgênica e é bem gostoso! Me lembrou bastante aqueles salgadinhos de cebola, só que infinitamente mais saudável.

    veggie box4

    Miojo fitness, alguém já viu isso?! Veio esse macarrão de arroz, sabor oriental da marca TUI Alimentos, ele é bem tipo um miojo mesmo, fica pronto em 10 minutos e serve 2 porções. Ele não tem açúcar e nem glúten e parece bem gostoso para quem gosta de comida oriental, shitake e essas coisas!
    Para quem não come carne, a soja é um negócio que substitui maravilhosamente bem, quanto bem feita, a proteína de soja não deixa nadinha a desejar a carne animal. Fiquei feliz quando vi essa proteína de soja granulada da Mãe Terra, ela é ótima pra fazer hamburguer, almôndegas e até mesmo um molho a bolonhesa vegano pra macarrão ou lasanha, eu amo!
    Outra coisa que eu sempre tenho na minha bolsa, são barrinhas. Só que aquelas barrinhas de cereal do mercado, são furada pura! Você acha que está comendo saudável e na verdade, está mandando mais um monte de porcaria pra dentro. Essa barrinha também da Mãe Terra é de frutas vermelhas, chia e chocolate sem lactose, lógico que ela também só durou até depois da foto e enquanto escrevia esse post, mandei pra dentro. Simplesmente maravilhosa!
    E ainda veio um avental todo fofinho que eu vou usar quando for me aventurar na cozinha, porque pensa numa pessoa desastrada!

    veggie box4

    Eu já tinha escutado falar da Veggie Box há um tempo atrás, mas nunca tinha assinado e nem experimentado, até que veio a oportunidade dessa vez e estou encantada! No Brasil, eu nunca tinha visto nenhum box de assinaturas voltando para alimentação e menos ainda para a alimentação vegana e saudável. Acho uma ótima oportunidade para experimentarmos coisas novas e também para mudar nossos hábitos! Para quem quiser assinar a Snack Box, você pode clicar aqui para a assinatura mensal e aqui para a assinatura trimestral.
    Agora pretendo em breve experimentar a de beleza também e se der, volto aqui para contar. Beijos!

     *Este produto foi enviado pela assessoria/marca. A opinião relatada nesse post, veio da experiência de uso da autora do post e é independente da marca ou loja que enviou. Nossa política é de sempre fazer resenhas sinceras.
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Tênis da temporada: running shoes
  • DIY: Porta Velas
  • Fica a Dica #19
  • Deixe seu comentário

    15 de novembro de 2009

    Hoje uma amiga chegou pra mim e disse “eu sou vegan *-*” e eu pensei, nossa, virou MESMO modinha. De um tempo pra cá, as pessoas tem achado legal ser vegan, mas não tem nem noção do que estão falando, simplesmente fazem porque acham “legal”. Então, resolvi postar aqui hoje sobre veganismo/vegetarianismo.

    O que é vegetarianismo?
    Vegetarianismo é um regime alimentar que exclui da dieta todos os tipos de carne (boi, peixe, frutos do mar, porco, frango e outras aves, etc), bem como alimentos derivados, é baseado fundamentalmente no consumo de alimentos de origem vegetal, com ou sem o consumo de laticínios e/ou ovos.
    Origem do vegetarianismo
    O vegetarianismo tem sua origem na tradição filosófica indiana, que chega ao Ocidente na doutrina pitagórica. Nas raízes indianas e pitagóricas do vegetarianismo são ligadas a noção de pureza e contaminação, não correspondendo com a visão de respeito aos animais. O nascimento de uma sensibilidade em relação aos animais, que condena o consumo de animais por motivos morais ou solidários, é muito recente na história da humanidade e data a partir do século XIX em alguns países da Europa.
    Os tipos de vegetarianismo:

    >> Ovolactovegetarianismo
    Dieta composta por alimentos de origem vegetal, ovos, leite e derivados deles. Nesta dieta só há a exclusão de qualquer tipo de carne da alimentação.
    >> Lactovegetarianismo
    Dieta composta por alimentos de origem vegetal, leite e seus derivados. Os que a seguem não comem ovos nem qualquer tipo de carne. Essa é a dieta tradicional da população indiana.
    >> Vegetarianismo estrito
    Também chamado de vegetarianismo verdadeiro, é uma dieta composta unicamente por alimentos de origem vegetal. Vegetarianos estritos não comem, assim, qualquer tipo de carne, ovos, laticínios, mel, etc., retirando da dieta todos os produtos de origem animal.

    Vegetarianismo e nutrição
    Dietas vegetarianas normalmente são ricas em carboidratos, fibras dietéticas, magnésio, potássio, folato, antioxidantes (como vitaminas C e E) e fitoquímicos, além de apresentarem baixa ingestão de gordura saturada e colesterol, fornecendo diversos benefícios nutricionais.[11] Por outro lado dietas vegetarianas podem apresentar menor ingestão de vitamina B12, vitamina D, cálcio, selênio, iodo, ferro, zinco e proteínas que podem ter efeito negativo sobre o organismo. Os vegetarianos devem ter maior atenção no que diz respeito à ingestão de vitamina B12, cálcio, zinco e ferro. Vegetarianos estritos normalmente apresentam menores ingestões de cálcio, zinco, vitamina B12 e vitamina D quando comparados com ovolactovegetarianos.
    Uma alimentação vegetariana adequada pode ser capaz de atender às necessidades nutricionais do organismo, mas é importante consultar um nutricionista para garantir a adequada combinação dos alimentos e não aumentar o risco à saúde por inadequação alimentar.
    Eu sei que não sou a melhooooor pessoa do mundo pra falar sobre alimentação, mas, eu tenho absoluta noção do mal que faz uma pessoa mau alimentada. Então, pessoal ai que acha legal ser vegan, bom pra vocês, MUITO bom pra vocês.. mas vamos ter cuidado ai, e substituir as carnes por outras coisas.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Inspiration #49
  • News #4
  • Céline Luggage Bag
  • Deixe seu comentário