13 de outubro de 2014

Vocês já sabem que eu amo testar coisas novas, né? Eis que esses dias fui na loja Rio Bell para comprar apenas um sachê de descolorante e saí de lá com o descolorante e com esse lançamento da Alta moda é.
Apesar de usar Candy Color há muito tempo, sempre que lançam um tonalizante novo eu corro atrás para testar e com esse não podia ser diferente. Por se tratar de uma marca que eu confio, comprei esperando nada menos do que um resultado perfeito. Então vim contar para vocês o que eu achei desse lançamento.


Sobre o produto

A Creative Crazy Colors conta com 5 cores: Hot red, Dark violet, Pink, Ice blue e Ice green, além de um Create, que é um diluidor de cores. Assim como todas as outras tintas fantasias existentes no mercado, ela é uma coloração temporária sem amônia. Com uma base cremosa, além de colorir ela condiciona e hidrata ao mesmo tempo.


Cheiro, textura e cor

O cheiro é maravilhoso! Tem aquele cheirinho doce de coco que vocês já sabem que eu adoro. Mesmo depois de enxaguar, o cheiro continua no cabelo por um bom tempo, suave, delicioso!
A textura é igual a da maioria das tintas fantasias (exceto a Candy Color que tem textura de gel), é a mesma textura de um creme de hidratação, só que colorido.
Na minha mecha, eu usei a cor HOT RED, que me parecia ser o vermelho mais semelhante ao que eu já vinha usando.


Composição

Aqua (water), Propylene Glycol, Cetearyl Alcohol, Ceteareth-20, Phenoxyethanol, 3-Nitro-p-Hydroxyethylaminophenol, Sodium Laureth Sulfate, Hydroxyethylcellulose, Parfum (Fragrance), Peg-40, Hydrogenated Castor Oil, 4-Hydroxypropylamino-3-Nitrophenol, Ethylhexyclycerin, HC Blue N0.12, Peg-40 Castor Oil, CI 45100 (Acid Red 52), Sodium Hydroxide.


Como usar?!

Lá no canal, já tem um vídeo só falando sobre tinta fantasia e um outro de quando eu fiz minha mecha, se você ainda não assistiu clique aqui e aqui para ver!
Minha mecha já estava bem desbotada, como vocês podem ver nas fotos, mas mesmo assim eu resolvi descolorir na esperança de que ela clareasse um pouco mais (só que não rolou!), para descolorir eu usei o descolorante Supermeches, da Alfaparf e a oxigenada de 30 volumes da Amend. Deixei descolorindo por 30 min. E ele abriu a raiz para um loirinho sem graça e o resto para um vermelho rosado, que me pareceu mais forte do que o desbotado de antes.
Depois disso, eu apliquei do mesmo jeito que ensino no vídeo: sempre enluvando mecha a mecha com a tinta.
Na embalagem diz que o tempo de pausa é 30 minutos, mas como sempre, eu deixei agir por 1 hora.


Preço e onde encontrar?

Eu comprei na loja Rio Bell, na Taquara por R$17,90, mas já vi em lojas semelhantes na faixa de R$19,90.  O que é um preço muito válido pela qualidade que o produto possui.

 AS FOTOS ESTÃO SEM NENHUM TIPO DE EDIÇÃO! TIREI EM ALGUNS LUGARES DIFERENTES DA CASA PARA TENTAR MOSTRAR A VARIAÇÃO POR CONTA DA LUZ!


O que eu achei?!

Confesso que depois que passei no cabelo, fiquei meio nervosa porque ela foi secando e escureceu demais, achei que depois que lavasse estaria com aquele vermelho super escuro e diferente do que era antes. Lógico que quando apliquei, fiz sabendo que não ficaria igual a tinta que usei anteriormente, pois é notável que essa tem a base mais avermelhada, enquanto a anterior era mais para o rosa. Deixei agir por 1 hora, enxaguei, sequei e fui olhar o resultado e me surpreendi! Eu achei que ficou um vermelho num tom maravilhoso!
Realmente eu senti que a tinta deu uma tratada no cabelo, ele ficou mais macio, brilhoso, além do cheiro e da cor maravilhosos. Eu usaria sim novamente (e quero já testar as outras cores) e é uma ótima alternativa para aqueles meses que não vai rolar de comprar uma tinta mais cara ou de surgir um imprevisto, porque achei ela com muita facilidade!
Sobre a duração, ainda não sei falar porque faz pouco tempo que usei. Mas assim que for desbotando, eu volto para fazer updates para vocês!
Produto mega aprovado!

ESTE PRODUTO FOI COMPRADO PELA AUTORA DO POST. TODAS AS INFORMAÇÕES REPASSADAS FORAM OBTIDAS ATRAVÉS DA EXPERIÊNCIA PESSOAL DA MESMA.

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Tatuagem também é coisa de menina!
  • Hidratação de Leite
  • Proteção fashion: Hamsá
  • Deixe seu comentário

    18 de fevereiro de 2014

    Oi, oi!
    Senta que hoje o post é longo e tedioso (mas muito necessário)! Quem me acompanha aí pela páginas/grupos, já está sabendo do meu projeto ruivice e já até conferiu os primeiros resultados, mas achei necessário fazer um post explicando tudo direitinho, erros e acertos, porque assim como eu também tem muita gente nessa saga.
    Em 10 anos pintando cabelo, aprendi que SIM, TESTE DE MECHA É FUNDAMENTAL! E se eu não tivesse feito, bem provável que hoje estivesse chorando aí pelos cantos e pintando de castanho novamente. 
    Duas dicas valiosas para quem quer ingressar no mundo das cores (e dos vermelhos naturais):
    1. Teste de mecha sempre. Façam quantos forem necessários até achar que conseguiu a cor que queria (fiz 4 testes diferentes);
    2. É muito mais fácil escurecer um ruivo do que clarear. Então, comece do mais claro e vá escurecendo conforme seu gosto.
    Se prepare para desembolsar uma grana, vermelho é dificil de alcançar e mais ainda de manter (já tive vermelhão fogo a uns anos atrás, quem é antiguinho por aqui deve lembrar!). Comprei 3 tintas diferentes e acabei ficando com a primeira delas no final dos testes.
    Meu cabelo estava VIRGEM na parte de cima e na parte de baixo (onde eu variava a cor), estava com rosa + castanho escuro. 
    Como eu não queria descolorir (por pena, sim) comecei testando as tintas em mechas sem descoloração. Na primeira foto, eu useo a 8.4 da YELLOW com ox 30 vol da AMEND por 40 minutos. Enxaguei e achei muito escura! Para mim ficou só um castanho mais claro que o do meu cabelo, no sol, levemente avermelhado. Anos luz do que eu queria! 
    Então segui a instrução da moça da loja e misturei 1 parte da 8.4 com meia parte da 9.0 ACQUAFLORA, apliquei em outra mecha sem descolorir e deixei agir por mais 40 minutos. Enxaguei e.. ficou mais perto do que eu queria, mas ainda não estava daquele jeito que eu esperava.
    Foi então que resolvi partir para as descolorações..
    Comecei mais um teste de mecha usando um pedaço de cabelo onde já havia sido colorido, precisava saber como/se a cor sairia e como o cabelo ia reagir.
    Nessa mecha, eu usei o descolorante da ACQUAFLORA + oxigenada de 30 vol da AMEND. Nunca tinha usado esse descolorante, mas recebi indicações de que ele era bom e comprei. Posso dizer que não é dos melhores (ahh.. Igora.. saudades, seu lindo!), mas para a minha nova cor ele serve, já que não é necessária uma base tão clara. 
    Deixei agir por 35 minutos, a raiz ficou bem amarela (para mim, ok) e o comprimento ficou avermelhado, por conta do rosa + castanho de uns meses atrás. Mesmo assim, usei a tinta 9.0 também da ACQUAFLORA, na esperança de que desse uma amenizada no amarelo, mas a verdade é que não mudou na-da da cor anterior! Sendo assim, apliquei a tinta 7.44 da KOSTUME KOLOR com ox 30 vol da AMEND e deixei agir por mais 35 minutos. Quando enxaguei, tomei um susto! Ficou um laranja super radioativo, tipo os laranjas das tintas fantasias! Logo, bem longe da cor que eu desejava (viu, se não tivesse feito o teste de mecha…)
    Sem desespero e sem drama, separei uma outra mecha e parti para mais um teste.
    A primeira tinta que eu tinha comprado, tinha sido a 8.4 da YELLOW, com a indicação de misturar com a 9.0. Contrariei a moça da loja e não me arrependo nada disso!
    Repeti o procedimento de descoloração da mecha, dessa vez deixando agir por apenas 20 minutos. Apliquei a 8.4 com ox 30 vol da AMEND e deixei agir por 35 minutos. Enxaguei e.. TCHARAN! Aquele alaranjadinho que eu queria resolveu dar o ar de sua graça.
    Muita gente foi lá apontar o dedão pra mim e dizer que era desnecessário eu descolorir o cabelo. Gente! Eu lido com isso há 10 anos! Descoloração não é um bicho de 7 cabeças e as vezes é muito melhor fazer logo, do que ficar gastando tempo, dinheiro e detonando o cabelo com tintura em cima de tintura que vão demorar muito mais tempo pra alcançar o tom desejado. Vou descolorir sim! 
    O Acquaflora não abriu o tom como os descolorantes potentes, mas abriu o necessário para o que eu preciso no momento e não danificou em nada meu cabelo! 

    Amanha é dia de por a mão na massa, descolorir tudo e usar a 8.4 purinha! Em breve volto pra mostrar/explicar tudinho 🙂

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Acessório da vez: chapéu!
  • Vamos a la playa?
  • Fashion Op Art
  • Deixe seu comentário