29 de novembro de 2013

Com as listas de compras que tenho postado, tenho recebido muitos emails com dúvidas sobre compras internacionais. Então, resolvi passar o post de hoje para outro dia e responder algumas das dúvidas mais frequentes sobre o assunto.

Não entendo nada!
Sites internacionais, logo, em inglês ou outras linguas (todas, menos portugues). Eu não sou mestre em inglês, mas me viro bem. Vez ou outra, peço socorro ao google tradutor e nunca deu nada errado.
Alguns sites, tem a opção de trocar só a moeda. Se está tudo em dolar (USD), tem uma setinha ao lado e você pode trocar por reais (BRL). Mas é só, tradução inteirinha do site, ainda são poucos (Aliexpress tem pelo menos a página inicial em português).

É confiável?
Sempre que vou comprar em um site novo, seja ele nacional ou internacional, eu procuro referências de pessoas que já compraram e receberam tudo certinho (mais de uma referência, é claro). Pra isso, vale o bom e velho google, joga lá o nome do site, por exemplo: “compras sammy dress”, “ebay é confiável?” e por aí vai.
No caso de sites que não é uma loja como o Sammy, mas diversos vendedores (Ebay, Aliexpress e afins) vale dar uma olhada da reputação do vendedor. Geralmente, fica no canto, junto ao nome dele: fulano de tal 97% positive feadback. Também vale olhar os comentários.

Como paga?
Quase todos eles (exceto Aliexpress que aceita boleto), o pagamento é feito através de cartão de crédito internacional. Ultimamente, os bancos aderiram uma medida de segurança, que se você nunca fez compras internacionais, eles recusam seu pagamento achando que é fraude. Por isso, a dica de ouro é antes de comprar entrar em contato com a operadora do cartão e avisar (ou desbloquear) que vai realizar compra internacional. Com isso, o pagamento não será recusado.
Assim como funciona aqui no Brasil, a compra não é paga diretamente ao vendedor, existe um site intermediário entre você e o vendedor. No caso de compras internacionais, esse mediador é o Paypal (no Brasil temos o pagseguro, mercado paggo e outros). O Paypal é 100% seguro, pois suas informações são gravadas nele e não repassadas ao vendedor. Além disso, se seu produto não chega no tempo determinado pelo vendedor, você pode abrir disputa, com isso, consegue seu dinheiro de volta.

Como eu sei quanto vou pagar em real?
Pagando no Paypal, ele vai te informar o valor em dólar e antes de confirmar a compra, ele te mostrará o valor convertido para reais, de acordo com a cotação do dólar no dia da compra. Mas, quando chega sua fatura, será considerado o valor do dólar nesse dia e não no dia da compra. Então é cruzar os dedos e torcer pro dólar baixar, ao invés de aumentar, no dia do pagamento da fatura.

O que são as taxas?
As taxas são cobradas porque a nossa moeda é o REAL e você está comprando em outra moeda. Comprando no cartão de crédito, obviamente você pagará taxas sobre o valor da compra, e ela se chama IOF (imposto sobre operações financeiras). O valor dessa taxa é de 6,38% do valor da sua compra em reais (com frete somado).

E o frete?
Dependendo do valor e do site, alguns produtos tem “FREE SHIPPING” ou frete grátis, no bom e velho português. Por exemplo, na parte das bijus no Sammy Dress, são free shipping, mas na hora de pagar, eles oferecem a opção de ter o rastreio do produto (aquele código para acompanhar a encomenda através do site dos Correios), em média ele custa $2 e vale muito a pena, mas é opcional, você pode ou não aceitar.
Já no caso dos produtos que não são frete grátis, são basicamente 3 opções de frete para o Brasil:
First Class Internacional Mail: é o mais comum, todos os sites oferecem ele. Porque? Porque é mais barato. Por outro lado, ele não vem com rastreio. Logo, se a encomenda for extraviada, voltar pra China, afundar junto com o navio, você não vai ter como saber e nem como reclamar com o vendedor. Também é o mais demorado, tem que ter paciência! E não adianta ficar pentelhando o vendedor não.
Priority Mail: Essa vem com número de rastreio, não é cara e também não é barata. Mas, vale a pena e chega em um tempo mais rápido que a anterior.
Express Mail: Como já diz o nome, é o mais rápido e mais seguro, por outro lado, também é o mais caro. Dependendo do valor da encomenda, vale mais a pena.

Tem limite de compras? O que significa mercadoria taxada?
As vezes, o vendedor não coloca especificado na embalagem o valor/o que é que está sendo enviado, por isso, se resolverem encrencar com você e te taxar na chegada ao Brasil, eles vão. Algumas vezes, por saber dessa taxação, eles colocam um valor abaixo do que foi pago de fato, se o Correios desconfiar, eles abrem a caixa, analisam o que tem lá dentro e de acordo com uma tabela que possuem, dão um preço sobre o produto e, tcharan, você também foi taxado. Se abrirem sua encomenda, a embalagem será carimbada avisando que foi aberta.
E essa taxa, chamada ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviço) pode chegar a 88% do preço do produto.
Acontece do mesmo jeito quando compramos em viagens ao exterior, o esquema é exatamente o mesmo.
O valor máximo das compras é de $50, acima disso, você vai ser taxado com toda certeza. Abaixo desse valor, são poucos os casos, mas acontece (como expliquei aí em cima).
Sem desespero pra saber se foi taxado, eles enviam um telegrama pra sua casa, avisando em qual correio está sua encomenda, o valor da taxa extra e o prazo que você tem para ir lá retirar. Chegando lá, apresenta a carta, paga e terá sua encomenda. Se não for lá no prazo, ela volta ao vendedor e não adianta chorar, não terá seu dinheiro de volta.

Bom! Eu compro em sites internacionais (Ebay e Sammy Dress) a mais de 1 ano e nunca tive nenhum problema. Nunca perdi encomenda, nunca paguei taxas e nunca nada passou dos 3 meses de espera para chegar.

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Os incomodados que se mudem!
  • Moletom
  • Festival gótico agita a cidade alemã de Leipzig
  • Deixe seu comentário

    17 de janeiro de 2012

    Olá, olá!
    Resolvi parar de falar um pouco só sobre Fashion Rio e ir retomando nossa programação normal. Lembram da nossa pesquisa de qualidade? Os assuntos sobre beleza ficaram em segundo lugar na preferência de vocês, então vamos lá falar um pouquinho de beauty.
    No Fashion Rio eles foram usados de duas maneiras diferentes, Giulia Borges optou por usá-los apenas na parte inferior e Nica Kessler na parte superior.

    Os cílios postiços vieram devagar e conquistaram a maioria das mulheres, vou confessar que nunca usei, pois já tenho cílios enormes, mas quem sabe um dia eu não venha a usar. Quem já comprou e já usou sabe que nem sempre o visual fica tão natural e depois vem a pena de jogá-lo fora, para isso, preparei este post com dicas de especialistas sobre os cílios postiços.

    Medir antes de usar é essencial, se estiver sobrando nos olhos, corte-o um pouco, para dar um visual mais natural, a dica é usar uma tesoura com ponta bem fina e ir contando-os na vertical, para tirar um pouco o volume.
    As colas que vêm nas embalagens dos cílios não são as mais indicadas para o uso, segundo profissionais a melhor escolha é a Duo Eyelash Adhesive, pois ela é potente e pode ser usada em menos quantidade, evitando a sujeira que costuma ser feita. Para aplicar a cola, não se deve aplicá-la diretamente nos cílios, o ideal é colocar um pouco no dorso da mão e passar os cílios na cola, esperar secar por alguns segundos e em seguida encaixá-los.
    Uma dica importante para a cola aderir melhor na pele é usar somentee pó e não base.
    Agora para quem investiu em cílios perfeitos e de qualidade, jamais aplique rímel neles. Após o uso retire toda a cola e use alcool para limpar, assim eles vão durar mais tempo e em excelente estado.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Na cozinha #1: Brownie fofinho em 1 minuto!
  • Recebidos de julho!
  • 3 meses sem anticoncepcional!
  • Deixe seu comentário

    13 de dezembro de 2011

    Olá, olá!
    Já está participando do nosso sorteio de Natal?! Corre que ainda dá tempo heim! Clique AQUI e participe.
    Com o verão e as festas chegando, as viagens em família ou com amigos começam a ser colocadas em prática, este já foi um dos nossos temas discutidos aqui (não lembra? clique aqui e reveja).
    Definitivamente praia e verão não são meus preferidos, e nem do nosso corpitcho. Nossa pele, lábios, cabelos sofrem demais com o excesso de exposição ao sol (que nem sempre precisa estar de fora, o mormaço já é suficiente) e precisam sim de cuidado! Além do sol, a água do mar e o cloro da piscina também os destroem. Para isso, precisamos de cuidados antes, durante e depois e para ajudar quem já está preparando as malas para as viagens de final de ano, preparei esse post sobre como sobreviver ao verão e chegar das férias com o bronzeado em dia, mas saudável.

    Engana-se quem pensa que este cuidado deve ser tomado só no verão, independente da estação, a proteção deve fazer parte da rotina todos os dias e mais ainda nos dias de exposição intensa ao calor.
    1. Protetor FPS 30 com água termal, Avène. R$ 19,60
    2. Protetor FPS 30, Payot. R$ 16,90
    3. Protetor FPS 15 SpectraBAN, Stiefel. R$ 17,90
    4. Sun Protect Lip Tratament FPS 20, Shiseido. R$ 123
    Água salgada e cloro da piscina ressecam demais nossos fios, fazendo com que o cabelo perca o brilho, a maciez e a elasticidade. E para quem tem cabelo tingido, o dano é ainda maior, pois a cor pode ser alterada. 
    1. Umidificador sem enxágue, Alpha Line. R$ 11
    2. Leave in Tutannol Praia e Piscina, Hidran. R$ 12,50
    3. Leite para pentear Elsève Solar, L’oreal Paris. R$ 10,30
    4. Leave in iluminador Alta Moda é.., Alfapart. R$ 10,50

    E não basta escolher “qualquer um”, não! Deve-se levar em conta o mais adequado ao seu tipo de pele e o fator de proteção que você necessita. Para peles mistas e oleosas, deve-se usar filtros em gel, fluidos ou loções oil free. Já para quem tem pele normal a seca pode optar por protetores em creme ou loção. Vale uma dica?! É muito mais seguro optar por um FPS 30 e renovar a aplicação a cada 2 horas (ou sempre que se molhar) do que usar um FPS 100 e não reaplicá-lo nunca.

    1. Protetor com nova fragrância de frutas e flores, Sundown Senses. R$ 29,30
    2. Loção Solar Expertise Icy Protection, L’oreal Paris. R$ 39,50
    3. Sun Protection Lotion para rosto e corpo, Shiseido. R$ 173
    4. Bloqueador para peles sensíveis, Payot. R$ 42,90

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Cardigans contra o frio.
  • 8 produtos para um olhar de diva!
  • Inverno 2014 e seus 50 tons de cinza
  • Deixe seu comentário

    4 de julho de 2011
    Já estamos em julho (fico mais velha daqui a exatamente 14 dias)! Quem ainda não está de férias, já está perto de entrar e as viagens estão aí..
    Lembro bem quando viajar de avião era quase um evento social, todos arrumados, homens usando blazers, mulheres bem arrumadas.
    Posso contar um segredo?
    Sempre achei errado, conforto deve vir primeiro sempre!
    Apesar das coisas terem mudado de uns tempos pra cá, muita gente ainda não sabe o que usar para encarar um avião. Viajar requer uma preparação gigante
    sca, desde quando decidimos nosso destino, até o dia anterior, onde revisamos a mala.. e olha que as vezes só lembramos de algumas coisas quando já estamos no portão de embarque, e aí, já era!
    Pensando nisso, resolvi fazer um apanhado de coisas que devem ser pensados antes, durante e depois da viagem para ajudar quem ainda está meio perdido.

    Para viagens longas e geladinhas, as melhores opção sempre são os bons e confortáveis calças jeans, e a parte de cima pode variar com a temperatura, desde um cardigan até um trech coat. Lembrando que deve-se levar em conta a temperatura de onde você está e para onde você vai. Sempre é bom levar um lenço, pashmina ou cachecol na bagagem de mão, nunca se sabe se vai estar mais frio que o esperado quando chegar ao seu destino. Nos pés, eu aconselho tênis, sapatilhas e até botas, desde que sejam confortáveis. Para quem não dispensa o salto, pode usá-lo, como forma de garantia, acho legal levar uma daquelas sapatilhas dobráveis que já falamos por aqui.

    Nas viagens longas de verão, vale quase tudo. Calças jeans (elas não vão te fazer morrer de calor e vai, dentro do avião não é calor), vestidos, macacões. Porque quase tudo? Não acho que shorts são adequados. Quem for optar por usar vestido, acho legal que ele não seja tão curto (uns 4 dedos acima do joelho é o máximo), e se resolver se arriscar em um comprimento menorzinho, leggings e meias-calça podem e devem ser usadas. O motivo é simples, a viagem é longa e depois de algumas horas aprisionadas dentro de um avião (para quem não tem fobia, como eu), o ambiente começa a se tornar familiar e com isso, mais confortável.. a tendência é nos largarmos mais, e por isso os comprimentos curtinhos não são tão seguros assim.
    Vale a mesma dica das viagens de inverno, cardigans, casacos, lenços, pashminas e cachecóis na bagagem de mão, assim como a sapatilha dobrável, caso você embarque de salto alto.

    As viagens curtas são mais tranquilas, é quase como se vestir para ir ao shopping. Jeans, camisetas, leggings, vestidos, tudo pode.
    Mesmo sendo curta, não podemos esquecer de dar aquela pesquisada na previsão do tempo (é sério, fiz quando fui pra Argentina e deu certo). Valem as mesmas dicas das viagens longas, mas não precisam ser tão “rígidas”, os vestidos podem dar uma encurtadinha (não tanto!), sapatilhas estão liberadas, botas, jeans. E também não pode esquecer o casaquinho.
    No verão é mais fácil, ainda mais se tratando de uma viagem curta brasileira. Continua valendo o que eu falei sobre os shorts e os comprimentos mais ousadinhos. E não podemos esquecer que dentro do avião não é calor e com isso corre-se o risco de dar aquela tremida básica, portanto, leve sim um agasalho, nem que seja uma camisa xadrez de manga comprida.

    Selecionei algumas coisinhas que acho necessário carregar na bagagem de mão.
    1. Bolsa Santa Lolla (ref. 1201325): R$ 519,90
    2. Mochila Imaginarium (ref. SA073): R$ 189,00
    3. Necessaire Imaginarium (ref. CS841): R$ 74,00
    4. Livro O Guia do Viajante Inteligente, Livraria Saraiva: R$ 15,10
    5. Almofada para pescoço, Walmart: R$ 32,00
    6. Máscara Barbie, Le Postiche (ref. 2097914): R$ 24,99
    7. Etiqueta de Identificação Bagaggio (ref. 078802): R$ 9,99
    8.Ipod Suffle Apple 2gb, Casas Bahia (ref. 222938) R$ 229,00

    – A soma das medidas da bagagem de mão não podem passar dos 115 cm e não pode pesar mais que 5 kg.
    – Não pode transportar facas, armas (até as de brinquedo) e ferramentas com mais de 15 cm.
    – Objetos esportivos e instrumentos musicais devem ser despachados.
    – Para liquidos, sejam sprays, gel ou maquiagens, o volume máximo que pode ser transportado é de 100 ml. Medicamentos e alimentos para bebês podem ser levados em maior quantidade, mas o passageiro deve informar ao agente antes da revista.
    – Saia de casa com pelo menos 4 horas de antecedência e verifique toda sua documentação, bem como passagem e bagagem de mão.
    – Vá de táxi ou de carona, só vá de carro se quiser voltar de sua viagem e estar pobre.
    – No dia da viagem, evite comer comidas pesadas, bem como fumo e bebida alcoólica.
    – Não esquecer de colocar identificação e cadeado em todas as suas malas.
    – Aparelhos eletrônicos, dinheiro ou objetos de valor devem ser levados consigo na bagagem de mão e não despachados na mala. Todos sabem como elas são transportadas (literalmente jogadas) e do risco delas serem extraviadas.
    – É possível (e aconselhável) registrar na Receita Federal os aparelhos eletrônicos que estão embarcando com você, para isso, reserve no mínimo 2 horas.
    – Para evitar transtornos, não leve alimentos para o interior da aeronave. De fome, certamente, você não morrerá.
    – Se começar a sentir dores no corpo, a solução é levantar e dar uma caminhada pelo avião, isso não vai desequilibrar a aeronave e derrubá-la.
    – Quando desembarcar, tenha calma e muita paciência. Quase sempre você pegará uma fila no mínimo gigante da imigração, e depois mais outra para pegar as malas.
    E enfim, curta a viagem!
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • O WhatsApp é MEU!!
  • Catálogo C&A #1
  • Comercial Ludurana
  • Deixe seu comentário