12 de março de 2011

Olá!

Primeiro tenho duas coisas pra falar: peço que vocês mandem as dúvidas e as sugestões de posts! As aulas começam e tudo fica mais enrolado por aqui, é coisa demais pra uma cabecinha só gente! Colaborem comigo e com o blog, podem mandar por email ou por comentário mesmo.
E a outra coisa é lembrar a vocês que o sorteio da Océane Femme vai rolar por aqui até o dia 27/3, pra participar clique AQUI e preencha o formulário.
Agora sim vamos ao que nos interessa, há algum tempo atrás eu já falei (aqui, aqui e aqui) sobre as maxi-saias, mas depois do FR e SPFW parece que a coisa resolveu realmente pegar.
É uma modelagem de saia que visivelmente preza pelo conforto, porém, algumas meninas precisam tomar mais cuidado ao escolherer as saias longas. As mais baixinhas podem usar sim, desde que o comprimento da saia não ultrapasse o ossinho do pé (aquele ali do ladinho), essas também devem optar por usar blusas da mesma cor da saia, principalmente se essa for de cintura alta, pois assim dá impressão do corpo esar mais alongado. Já para as altas e esguias, sinal verde, tudo liberado.
Sempre leio por aí “saias longas pedem blusas mais sequinhas”, e sinceramente acho isso totalmente sem fundamento. Saias longas podem sim serem usadas com blusas mais largas, desde que há harmonia entre as peças. E é lógico que com moderação né? Não dá para usar uma blusa super bufante com uma saia que já tem um certo volume.
É uma questão de proporção, existem saias mais “fechadas”, que praticamente formam uma coluna com o corpo, essas sim podem ser usadas com blusas mais amplas. Já as saias mais godês (rodadas e volumosas), pedem blusas mais secas.
Nem preciso dizer que a maxi saia é meu “xodó”, mas e vocês?!
Maxi Saiacustomer surveys
compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Curtinho, curtinho.
  • Cores cores e mais cores!
  • Adeus marca de camisa com Mega Bronze!
  • Deixe seu comentário

    3 de março de 2011

    Tem coisa melhor que o inverno?! Pra mim, é a melhor estação do ano, nos arrumamos mais, ficamos mais chiques, é gostoso pra tudo (acho que não pra sair de casa), pra dormir, pra comer, hmmm!
    Carioca tem um sério problema, deu uma chuvinha, já estamos todos encasacados, calças, botas e cachecóis, porque infelizmente não temos um inverno rigoroso, então temos que aproveitar quando dá.

    Segundo as grifes que passaram pela semana de moda brasileira, nosso inverno, pelo menos nas passarelas, promete ser bem gostosinho. Vimos desde trench coats até peles!
    Hoje falaremos dos trench coats, eles surgiram na época da primeira guerra como um simples “casaco de chuva” e sua função era só proteger os soldados do frio e da chuva, fato é que eles apareceram e nunca mais foram embora. Podem ser vistos em vários tipos de materiais, desde o algodão até o couro. O comprimento dele varia um pouco, chegam até os joelhos, ou um até pouco acima.

    É uma peça versátil, pode ser usada de várias maneiras e mesclando com outras peças, deixando o look mais casual ou mais arrumadinho. Vale lembrar que o trench coat é “a” peça, por isso, ele é quem deve ter toda a atenção, o ideal é que ele seja usado com peças básicas por baixo e sem volume. Ele pode ser usado fechado ou aberto, com vestidos, calças, saias, shorts e leggings por baixo. Quanto aos acessórios, eles devem ser usados na parte de cima do corpo e aí, vale de tudo, colares, lenços, cachecóis, vai depender do grau de frio. Sapatos liberados, desde scarpins até as botas.

    Acho uma peça maravilhosa, pode ser meio cara, mas acho que vale a pena. É uma daquelas peças que não dá para não ter no armário e o melhor de tudo é que vale pra vida toda, haha. E aí, o que acham?!

    Trench Coatonline survey
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Deus salve as Regatas!
  • Especial Festa de 15 anos – Convite
  • Eu testei: Sérum para cabelos danificados (mise en scène, Amore Pacific)
  • Deixe seu comentário

    28 de fevereiro de 2011

    Olá!
    Onde estão meus posts criativos?! Oh my God! Me ajudem, suas lindas, mandem as sugestões por comentário ou por email! Suas dúvidas e tudo mais que quiserem ver por aqui.
    Enquanto isso, vamos a mais uma tendência desfilada por muitos nas passarelas de inverno 2011.
    Eu, particularmente, adoro sobreposições, talvez devesse arriscar mais, confesso que não faço isso por medo de errar. Então, esse post tem como objetivo ajudar as pessoas, que assim como eu, tem medo de ousar mais nas sobreposições.

    Sobreposições de blusas, de meias (já falamos!) e até de calças, bermudas. Com a onda dos crop tops, tudo parece ficar mais descomplicado, não é tão dificil assim usar uma blusinha curtinha com outra por baixo, é?! E se colocar uma camisa por cima? E uma jaqueta? E aquela gravatinha para dar o toque final? Xi! Complicou? Eu ajudo a descomplicar.
    A sobreposição tem o poder de levantar qualquer look basiquinho e pra quem quer começar, o ideal é ir aos poucos, , duas camisas,uma t-shirt com uma camisa sobreposta e ir arriscando mais, que tal uma saia com uma bermuda ciclista por baixo?

    Vale lembrar que sobreposições agregam volume, por isso, é melhor deixar para sobrepor onde falta, por exemplo, pouco busto, cai bem uma sobreposição de camisas, quadril estreito, sobreposições de saias, shorts.

    Também dá para fazer uma mistura fashion, sobrepondo cores, tons nude e chocar com uma peça neon. Quem sabe também misturar tecidos e texturas, peças podrinhas com peças mais elaboradas, brilhos com peles. E as estampas? Totalmente in!
    Já os acessórios, é bom tomar cuidado. O aconselhável é evitar ou diminuir o uso deles, para quem não vive sim, esolha os mais discretos e pequenos.
    Sobreposiçõesonline surveys
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Viajei!
  • 8 produtos para um cabelo super brilhoso!
  • Tudo sobre componentes vilões!
  • Deixe seu comentário

    23 de fevereiro de 2011

    Olá!
    Continuando nossa sequencia de postagens sobre as próximas tendências, hoje falaremos das capas (ou ponchos, ou “casaco casulo”), que é uma peça muito vista e usada ainda pelo pessoal lá do interior do Chile e do México, fato é que elas resolveram dar uma passada aqui pelas passarelas do Brasil, mas, será que ficam?!

    Elas podem ter gola, ser fechadas (escondendo o braço, que agonia!) ou com aberturas que os deixam livres, super compridas ou curtas o suficiente só para esconder os ombros. Quanto aos materiais, eles são os mais diversos e tem para todos os gostos. Os ponchos podem ser encontrados em lã, couro e até o tão famoso e desejado moletom. Lembrando que o poncho jamais (ou raramente) será encontrado em malha, por exemplo, essa é uma peça sempre confeccionada em tecidos mais pesados e quentinhos.
    Não importa como seja sua modelagem, seu comprimento ou sua gola, a capa é uma peça que agrega volume. Por isso, quem resolver usar uma dessas deve sempre ter o cuidado de combiná-la com peças mais secas, sejam calças ou leggings. Os vestidos também estão dentro dessa combinação.

    Para usar tudo certinho, vale umas dicas.
    O poncho é ideal para mulheres altas e magras, mas, as baixinhas e cheinhas não ficam de fora, porém devem escolher os modelos mais curtinho. Os acessórios são sim bem vindos, desde que os colares estejam de fora.
    Talvez, bem talvez, muito talvez, eu usasse um desses. E vocês?

    Capas (ponchos)online survey
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • 3 meses sem anticoncepcional!
  • Para brilhar nas festas de fim de ano
  • Meus apps de fotografia
  • Deixe seu comentário