14 de outubro de 2013

Oi, oi!
Depois de pouco mais de um mês atualizando todos os dias, as ideias vão acabando.. por isso conto (mais uma vez) com a ajuda de vocês! Fica mais fácil escrever sabendo do que vocês querem saber mais! Por isso, pode mandar dica pra todo canto, Facebook, nos comentários ou nas mensagens, email ou por aqui mesmo! Também aceito dica de produtos pra testar e contar pra vocês heim!

Lembro que quando eu era pequena, minha mãe só usava sapato com salto anabela e eu achava horrível! Depois ele sumiu e há algumas temporadas atrás voltou como aquele salto de corda, que todo mundo usava, chamada “espadrille”, mas que também não durou tanto tempo como todo mundo imaginava.

Agora, elas voltaram, as anabelas ou wedges são sapatos com salto plataforma, que antigamente na Grécia antiga eram feitos de cortiça e usados por atores em suas peças, e servia para indicar a posição social de cada personagem. Feitos de madeira na China e na Turquia tinham a mesma função de indicar a posição social de cada pessoa que usava, de acordo com a altura do salto. Depois disso, começou a ser usado pelas classes mais baixas e foi abandonado pela elite.
Passou a ser moda nos anos 70 e depois de volta nos anos 90 (aparentemente quando eu conheci) com Vivienne Westwood e Jean Paul Gaultilier.

Minha mãe sempre dizia que gostava das anabelas por ser mais confortáveis se comparados com outros modelos de salto, por ter “mais espaço”, os fabricantes aproveitam para incluir materiais que ajudam a reduzir o impacto, tornando-o realmente mais confortável que os demais.

Hoje em dia, dá para encontrar saltos de todo jeito: coloridos, estampados, de cortiça ou de corda. Por isso, fica fácil combinar com todo estilo de roupa e ocasião, calças, shorts, saias, vestidos sem problema algum.
Alguém já usa ou vai passar a usar agora?!

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Como decifrar a composição dos produtos?
  • Lounge Nivea – Fashion Rio
  • Fica a dica #1
  • Deixe seu comentário

    11 de outubro de 2013

    Oi, oi!
    Não! Não é da depilação cavada de virilha que vamos falar hoje! Já tem um tempinho que as “super cavas” nas regatas estão desfilando por aí no corpo das mais ligadas na moda, principalmente o povo gringo.
    Mas, como esse calor do Brasil e a rapidez da internet, por aqui as regatas cavadas ou super cavadas já estão surgindo e virando xodó das brasileiras.

    Quem acompanhou o Rock in Rio, deve ter reparado a quantidade dessas regatas no meio do povo e até em cima do palco! Como esquecer a regata que Jared Letto usou? Era tão tão tão cavada que mais parecia aqueles coletes que usamos na educação física na escola!

    A ideia da regata cavada é ajudar a amenizar o calor e é claro, estilo. Então se é para mostrar o sutiã, que ele seja bonitão! Por isso os sutiãs e tops de renda tem se multiplicado nas araras das lojas mundo a fora. Ou para quem tem peito (coragem!) dá para usar sem nada por baixo! Nesse caso, vale o velho truque do adesivo de mamilo.

    O ponto forte da peça é a versatilidade, dá para usar com tudo e em praticamente todos os lugares! Com calça, short, saia, na praia, no shopping.. E o melhor é que você nem precisa comprar uma, já que dá para transformar uma camisa normal em uma regata cavada! E ajustá-la ao seu gosto.
    Sinto cheiro de tutorial vindo aí, heim!

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Sorteio Santa Clara Boutique!
  • Customizando gastando pouco
  • Linhaça para o cabelo!
  • Deixe seu comentário

    8 de outubro de 2013

    Oi, oi!
    Eu não sei vocês, mas parece que eu entrei no tunel do tempo e me jogaram de volta pra minha infância nos anos 90. Tudo que eu gostava de usar quando criança está voltando pra moda agora! Primeiro foram os short-saia, ou skorts, depois a bolsa saco e agora as jardineiras!
    Vivia usando a combinação jardineira + blusinha branca + melissa (ou all star), minha mãe adorava me vestir assim e eu adorava usar!
    Estava passeando pelos sites gringos da vida, quando me deparei com um monte de jardineiras lindas nas ruas americanas e europeias, era tanta combinação linda, que me deu vontade de sair pra comprar logo uma pra mim.

    Para quem acha que a jardineira foi criação da nossa época de infância, nada disso! Essa peça foi criada em 1791 e era usada como proteção nos Estados Unidos, mas só em 1916, que as mulheres foram usá-la, durante a Primeira Guerra Mundial!

    Hoje em dia é fácil encontrar de todos os jeitos: curta, comprida e de saia também. Nos mais diversos materiais: do tradicional jeans até o sofisticado couro. Lisas, estampadas e de todas as cores possíveis e imagináveis. Tenho certeza que alguma vai fazer seu estilo!

    O jeito de usar vai de cada uma, mas, é uma peça que tem tendência a deixar a gente mais jovem. Se você é como eu e parece ser bem mais nova, a dica é usar com peças mais “adultas” para não parecer recém saída do jardim de infância. Para isso, vale usar por exemplo, camisa ou regatinha de seda por baixo e salto alto.

    A tradicional combinação t-shirt + tênis, funciona maravilhosamente bem para ocasiões descontraídas, como aquele passeio ao ar libre no fim de semana.

    E eu estou com a memória boa, heim?
    Já tinha terminado de escrever este post, quando encontrei essa foto no computador da minha mãe e olha só a roupa: t-shirt branca + jardineira jeans + melissa, como disse lá no começo do post!

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Guia prático da mistura de estampas
  • Hidrata e desabafa #3: Sisos inclusos, cirurgia e pós-operatório
  • Inspiration #48
  • Deixe seu comentário

    4 de outubro de 2013

    Olá!
    Ok, eu sei que isso que eu vou falar vai parecer estranho. Apesar de já ter tido cabelo todo rosa e depois uma parte rosa, minha câmera ser rosa, minha cama ser rosa e meu mouse pad ser rosa. Eu não sou lá fã dessa cor (eu disse que ia parecer estranho).
    Faz tempo que não falamos de cor por aqui, então quando me deparei com um artigo falando que a cor do verão 2014 será o rosa, não resisti.
    Acho que no final desse post vou estar até gostando dessa cor..

    O rosa é uma cor que tem uma gama enorme de tons diferentes, com mais branco, com mais vermelho, com laranja, com roxo e assim suas variantes ficam praticamente infinitas. A cor do verão já apareceu nas passarelas de grifes famosas como Gucci, Versus e Blumarine e é claro, acabou aparecendo nas passarelas nacionais também. Para sair de lá, para as ruas agora é um pulo.

    Quem lembra da Penelope do Castelo Ra tim bum? Pois é, a proposta para verão é a mesma: look monocromático rosa. Para isso, vale misturar os tons ou usar um único tom da cor.

    Para quem não se sente confortável usando tudo de uma cor, vale misturar com outros tons quentes, fazendo o já conhecido color block. Laranja e vermelho são cores que ficam bem se usadas com rosa. Mas, se ainda não se sente a vontade assim tão colorido, preto, branco e bege são cores fáceis e que ficam bem quando combinadas com o rosa.
    Quanto mais forte a cor, mais atenção ela chama, por isso, pode ser usada para valorizar o que tem de mais bonito no seu corpo.

    Acho que já está na hora de ter umas peças rosas no armário….

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Vinil
  • Lançamento: Fluido Reparador Nutricerat
  • 1 peça, 3 looks diferentes!
  • Deixe seu comentário