2 de novembro de 2015

passo

Quem me acompanha há algum tempo, sabe que desde criança eu tenho o hábito de escrever. Por eu ser tímida e ter dificuldade em falar, principalmente sobre o que eu sinto (embora não pareça), desde muito cedo eu aprendi que se eu pelo menos escrevesse o que eu sentia, também era um jeito de exteriorizar as coisas, ficar mais leve e conseguir ver tudo com mais clareza. Hoje eu resolvi compartilhar aqui, também alguns pensamentos que tenho tido, com base em muitos emails que tenho recebido ou conversas pessoalmente também.

Medo de começar. Seja começar um relacionamento e ele não dar certo. Começar um novo negócio e ele não ir para a frente. Mudar de emprego e o anterior ser melhor. Começar uma faculdade e não gostar do curso no meio do caminho. Não importa o que, descobri que as pessoas tem medo de começar. Mas pense, se você não der o primeiro passo e finalmente começar, como vai saber se vai funcionar?!
Teve uma época da vida que eu pensava muito antes de fazer o que eu tinha vontade, pensava nas possibilidades de dar certo, mas o que sempre pesava na minha decisão eram nas milhões possibilidades do que poderia dar errado. E o que eu faria se desse errado ou se não fosse aquilo que eu queria? Fracassar?! Fracassar era uma palavra que não existia no meu vocabulário, porque pra mim, falhar e fracassar eram coisas de gente fraca. Hoje, eu penso menos, faço mais. Medo sempre tenho, mas não deixo que ele limite meus sonhos ou o que eu posso alcançar. Hoje, a palavra fracasso existe no meu vocabulário e ela definitivamente não é um ponto final nos meus sonhos, ela é só uma vírgula. Eu fiz a faculdade que eu queria fazer, me formei no que eu amo fazer, mas que infelizmente não funcionou para mim no mercado de trabalho. Mas eu fiz e sou absolutamente feliz com isso! Eu criei a minha própria marca, que foi tudo pra mim por um tempo, que foi onde investi tempo e dinheiro, que me fez uma pessoa completamente realizada por um tempo, mas que não deu certo depois. Mas eu fiz! Eu voltei para o mercado de trabalho na minha área de formação, fui feliz trabalhando lá, até que encontrei algo que me fazia mais feliz e precisei escolher. Trabalhar para os outros ou trabalhar para mim? E eu escolhi, mais uma vez, trabalhar para mim. E é isso que eu faço hoje e que me faz feliz. Se daqui há um tempo também não der certo, eu dou o próximo passo.

Você pode e você deve errar e fracassar, mas para isso, você precisa começar. Sem começar, você não tem como saber se funciona ou não! Tente. Arrisque. Faça escolhas. Comece. Dê o primeiro passo. Se der certo, você pode ter a chance da sua vida de ser a pessoa mais completa e realizada que pode existir. Se der errado?! Se der errado fica a certeza de que você tentou, se esforçou e aprendeu como fazer e o que não deve fazer na próxima vez.

Só comece.

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Me livrei dos sutiãs de bojo e enchimento!!
  • Sobre..pondo!
  • Porque amar o yamasterol?!
  • Deixe seu comentário