Browsing Category:

Moda

em Moda

A cintura baixa voltou!

Já tem um tempo que eu venho falar de tendências que voltaram dos anos 90, só que agora parece que a próxima década que vai ter suas tendências retomadas nas próximas temporadas são os anos 2000! Sabe aquelas peças que muito usamos na adolescência e que morremos de vergonha ao olhar as fotos hoje em dia? Pois é, muitas delas ainda vão habitar nossos armários nos próximos meses.

Uma dessas tendências que está retornando, é a calça de cintura baixa. Afinal, se é para voltar com tendência passada, tem que começar logo por uma polêmica, né?

Não preciso nem explicar como é uma cintura baixa, né? É aquela onde o cós da peça é bem baixo, quase sempre pegando nos ossinhos dos quadris. E para quem é mais ousada, tem modelos ainda mais baixos! Quem viveu a era das cinturas baixas como eu, vai lembrar que Britney Spears e Aguilera eram tipo as divas que mais usavam esse estilo de roupa e é claro, todo mundo copiava! E algumas das responsáveis por trazerem de volta a cintura baixa aos nossos looks, foram Kendall Jenner, Alexa Chung, Bella e Gigig Hadid.

A cintura baixa não é uma das peças mais democráticas e confortáveis para se usar, mas também não dá para negar o seu poder. Se você é do team cintura baixa, pode combina-la com cropped e se jogar, porque é uma dupla que funciona muito bem. Agora se você prefere uma coisa mais coberta, não esqueça que é a calça quem precisa brilhar no look. Por isso, opte por peças de cima que deixem o cós da calça aparecendo. Afinal, se você usar uma t-shirt alongada que cobre a calça, como saber que ela tem o cós baixo?!
Ela funciona como qualquer outro tipo de calça, se adequa bem a vários estilos e ocasiões diferentes, mudando o sapato e acessórios, ela vai de passeio no shopping à baladinha a noite. Só é bom deixa-la de fora dos looks de trabalho e ocasiões mais sérias!

Mas se vale uma dica de quem viveu na época da cintura baixa, já deixo avisado: cuidado ao usá-las por muito tempo! Esse tipo de calça costuma apertar muito baixo da cintura, marcando e deformando o corpo com o passar do tempo! Por exemplo, eu tenho marca no meu quadril e barriga justamente por ter usado esse tipo de calça por muitos anos! Então evite passar longos períodos usando calça de cintura baixa, para que o corpo não se deforme.

Compartilhe:
em Moda

Uma chance para as viseiras!

Ano passado quando a minha vó viajou para a Colômbia, minha prima pediu que ela levasse uma viseira para se proteger do sol intenso. Confesso que quando ouvi isso, dei aquela famosa torcida de nariz e pensei “quem usa viseira hoje em dia?”. Pois é, eu estaga enganadíssima e um dos acessórios que estão com tudo para o próximo verão são justamente as benditas viseiras!
Recentemente vi um vídeo do Igor Saringer se preparando para o Rock in Rio, onde ele colocava uma viseira e dizia que era ótima para se proteger sem estragar o cabelo e eu pensei “como não pensei nisso antes?”. Fui pesquisar mais um pouco e vi que não é só o Igor que teve essa ideia não! As viseiras estão sendo usadas por uma galera fashionista como Anitta, Karol Conka e a rainha Rihanna!

Para quem chegou agora e não faz ideia do que é uma viseira, explicando do jeito fácil: ela nada mais é que um boné, só que sem a parte de cima. Ela é tradicionalmente usada para prática de alguns esportes como corrida, tênis e até mesmo golfe. A diferença é que agora ela ganhou um upgrade e está sendo usada nos looks do dia a dia, festivais de música e até mesmo em looks mais especiais. Outra coisa mudou, a viseira agora tem uma opção muito maior de materiais! Se antes ela era de tecido, hoje ela pode ser de tecido liso, estampado, couro ou até mesmo em acrílico, deixando o look ainda mais divertido e diferente.

As viseiras podem ser usadas com cabelo solto, meio preso ou completamente preso, dependendo da sua necessidade ou estilo. E não tem muita regra, ela funciona bem com qualquer estilo de roupa! Para quem nunca usou e está com medo de arriscar, vale uma dica: viseiras com a cor próxima a do seu cabelo, chamam menos atenção. Outra coisa que vale pensar antes de montar o look, é nesse caso optar por brincos menores, para que a viseira seja o ponto alto do seu look!

E olha, eu já começo até ver um benefício da viseira: dá para tirá-la quando não houver mais necessidade e o cabelo permanece intacto! Coisa que não acontece com o boné, né? Paguei a minha língua e já estou procurando uma viseira que seja a minha cara! E  você, usaria?

Compartilhe:
em Moda

Temporada de brincão!

Sabe aquela coisa minimalista que rolou nas últimas temporadas, principalmente quando falamos de acessórios? Pois é, pode esquecer! Ao que tudo indica, aqueles mini brincos que usamos por toda temporada passada vão dar lugar ao brincões, daqueles bem grandes e extravagantes que usávamos bastante há uns anos atrás.
Algumas matérias atribuem a “culpa” do brincão estar de volta por causa das selfies, que já fazem parte da nossa vida, né? Como as selfies focam bem o rosto, os brincos ganham uma evidência maior e com isso, viram tendência. Na gringa, o brincão já está com tudo e tem aparecido bastante no street style das mais ligadas em moda, até mesmo nos looks do dia a dia!

Existe uma variedade enorme de brincões, fica até fácil encontrar um para cada ocasião ou estilo. Os brincos grandes podem ser encontrados em vários tipos de materiais, tamanhos, estilos ou até mesmo pesos e pasmem, quem curte um estilo mais minimalista não precisa se preocupa, existem brincões mais simples. As vezes só com um “fiozinho”, uma corrente mais fininha ou ainda com pequenas bolinhas. Mesmo sendo grande, os brincos com menos informações são mais fáceis de serem combinados por quem não gosta tanto ou não tem muita segurança na hora de usá-lo. O cabelo solto ajuda a deixa-lo mais “camuflado” e consequentemente chamando menos atenção.

Para quem é do time das peruas e já gosta de um penduricalho, pode se jogar no brincão, seja ele argola, brinco normal bem grande, bem pendurado ou cheio de informações. E se você quiser deixa-lo ainda mais evidência, o cabelo preso ajuda a chamar todos os olhares direto para as orelhas.

Outra dica é optar por blusas com decotes mais abertos ou com menos informações, peças mais simples em geral para ajudar a chamar ainda mais atenção para os brincos. Acessórios como colares também devem ser mais simples, para não ter muita informação em um ponto tão pequeno como é o rosto e o pescoço. Se você é como eu e não sai de casa sem um colarzinho, escolher um colar mais longo é uma opção interessante também!

Essa é uma tendência que vocês não vão me ver usando, não porque não gosto, mas porque meu alargador não deixa! Mas minha mãe já está pirando no brincão e desenterrando todos aqueles que ela guardou dos anos passados para usar! E você, é do time do brincão ou não?!

Compartilhe:
em Moda

A volta das roupas brilhantes!

E não é que toda aquela moda “disco” dos anos 80 está ganhando força e voltando mesmo com força total para nossos armários?! Pois é! Para quem via aquelas fotos no álbum de família e achava tudo muito brega, é hora de rever os conceitos e dar uma chance, pois muitas daquelas peças estão voltando renovadas, estilosas e fazendo uma galera pagar a língua.

As peças brilhosas em paetes já estão tentando engrenar na moda há algumas temporadas, mas parece que agora com toda moda mais alternativa, diferentona e “tumblr” é uma tendência promissora que ganha força a cada dia. Até mesmo as meias aparecendo já ganharam paetes e se tornaram tendência, já falei em um post aqui. Se antes as peças brilhosas eram restritas a roupas de gala ou que só usamos a noite, agora elas estão aí para todas as ocasiões na hora que der vontade. Quem também não ficou babando no look do Jared Leto no Rock in Rio?!

Além do brilho dar aquele “up” em qualquer look, ele ainda ajuda a trazer uma textura, deixando o look ainda mais descontraído e interessante. Mas precisa ter cuidado na hora de misturar tantas referências para não acabar ficando over. Uma dica é misturar as peças brilhosas com mais comuns do dia a dia como malha, jeans ou até mesmo moletom. Combinar peças brilhosas com estampas também ajudam a deixar o look mais interessante. Para não errar na hora da escolha da estampa, opte sempre por uma estampa que a cor predominante seja a mesma da peça com paetes. Isso ajuda a deixar tudo mais combinado e interessante.

Para quem quer aderir a tendência, mas tem receio de sair por aí brilhando demais, a dica é começar usando peças de menor peso no look e ir aumentando conforme a confiança for aumentando. Por exemplo, você pode começar usando uma peça com bordado de brilho, depois passar para uma blusinha e por aí vai, até pegar segurança e se jogar no brilho!

Minha avó diz que eu gosto tanto de brilho, que em outra vida eu devo ter sido drag queen. Então nem preciso dizer que já estou aqui na saga de encontrar minha peça de paete dos sonhos, né?

Compartilhe:
12334