3 de agosto de 2009

Bom, já postei sobre as Lolitas. E agora resolvi expandir mais o assunto sobre a moda japonesa.

A combinação de roupas extravagantes, estilo chocante e comportamento exagerado faz das Gals – garotas que pertencem a uma tribo urbana – verdadeiras sensações para quem caminha pelas ruas de Shibuya e Harajuku, os bairros fashion de Tokyo.É tanta irreverência e ousadia que as invenções das tribos de meninas são o deleite do mundo da moda. Desde estilos fofos e sexy a mórbidos e bizarros, dá para ver de tudo pelas ruas da capital japonesa.

GAROTAS SEXY

Ao contrário das violentas Sukeban e Lady´s, as tribos seguintes eram adoráveis e esbanjavam juventude. Combinando vaidade, consumismo e irreverência, a intenção era chamar a atenção. A pele muito branca foi o padrão de beleza japonês durante séculos, mas já que era para quebrar padrões, até a cor da pele podia ser mudada.

* KOGALS *

Em meados da década de 90, surgiram as Kogals (“Ko” de criança), que faziam de tudo para ter um aspecto infantil. O uniforme escolar certificava a juventude das garotas. Acessórios da Hello Kitty e meias folgadas abaixo do joelho completavam o visual. Algo que chamava muito a atenção era a pele morena, alcançada com bronzeamento artificial.O desejo de comprar itens cada vez mais caros e sofisticados fez com que algumas dessas garotas aplicassem o golpe “enjo kosai”, que consistia em marcar encontro com um homem mais velho e rico para que ele pagasse suas compras. Virou escândalo algumas garotas incluírem sexo no acordo. Com o tempo, a tribo foi se dissolvendo. As garotas cresceram ou ficaram assustadas com o preconceito.



* GONGURO *



A tribo das Gonguro (rosto negro) invadiu as ruas de Shibuya no fim da década de 90. As Gonguro, faziam de tudo para chegar ao tom de pele mais escuro possível. Para aumentar o contraste, ainda pintavam ao redor dos olhos de branco. Quase pandas. E a intenção era mesmo se destacar na multidão.

* YAMANBA (MANBA) *



As Gonguro ainda deram origem à tribo Ogal (“O” de sujo), ou Manba (de Yamanba). O lema dessas garotas era passar o tempo fora de casa, viver nas ruas e deixar de lado até mesmo a higiene pessoal. A tribo aumentou muito com o estilo de dança Para Para. Saber as coreografias com perfeição era um importante requisito para ser aceita, além da aparência brilhante e multicolorida.

* KIGURUMIN *



Reza a lenda que, após um treino intensivo da dança, um grupo procurou roupas confortáveis. As escolha foram trajes de personagens infantis. Elas lançaram uma nova tribo e viraram sensação para a mídia. Eram as Kigurumin , que pode ser traduzido como “mascote étnico”.

* ONEE GAL *







Dez anos após o surgimento da tribo Kogal, Shibuya continua a atrair as Gals pela imensa variedade e criatividade da moda. Seguidoras de estilos como o Onee Gal (irmã mais velha das Gal) se vestem de maneira mais adulta e sexy e se mostram como ricas garotas. São princesas desejadas por mauricinhos muito endinheirados que podem bancar tanto consumismo das garotas. Glamour, brilhos, salto alto e baby liss no cabelo marcam o estilo Gal de ser.



GAROTAS ALTERNATIVAS

Ao mesmo tempo em que a moda fashion evoluia, o cenário underground também vivia momentos de agitação desde meados dos anos 80. Fãs de bandas alternativas, provavelmente jovens problemáticas, rejeitadas pelos colegas de classe por não se enquadrarem aos padrões, buscaram nesse cenário musical um lugar na sociedade. Em comum com todas as outras tribos, havia a vontade de pertencer a um grupo.

* NAGOMU GAL *

Roupas vintage raras e camisetas de manga comprida, meias acima dos joelhos e sapatos com sola de borracha marcavam o visual dessas garotas.A maioria das Gals negava pertencer a essa tribo, já que ela ficou estereotipada como um grupo de integrantes não muito atraentes. As Nagomu Gals e seu ar misterioso serviram de base para as tribos seguintes.

*DECORA*

No grupo das Decoras (decorativo) tudo é muito fofo e colorido, o que faz da aparência das garotas algo que lembra brinquedos ambulantes. Lojas como a 6% Doki Doki e Takuya Andel, em Harajuku, atraíram as Gals e fizeram com que a região renascesse como vanguarda fashion. São pessoas comuns no cotidiano, mas nas ruas se transformam totalmente. Assim como as Gonguro, querem aparecer em revistas e ser reconhecidas pelas diferenças.

* GOTHLOLI *



Da mesma maneira que as Nagomu Gals, as góticas seguem suas bandas preferidas. Os selos que mais fazem sucesso entre as Gothloli são a Trance Records (as fãs foram chamadas de Trance Gals e vestiam apenas preto) e Wechselbalg, com forte influência européia.

Só que o maior sucesso não foi a música, mas o visual europeu do século 19.

Não há bandas góticas de grande destaque no Japão, mas o estilo de inspiração francesa possui uma legião de fãs. Acessórios de metal, vestidos e meias rendadas, rosto pálido e delineador preto nos olhos completam o visual. Desde meados dos anos 90 até hoje, surgiram várias vertentes Gothloli, como as Kuro-Loli (que só vestem preto), Loli-Punks e Ama-Loli (forma de bolo de aniversário).

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Descomplicando o Mídi
  • Fique de olho: Ear Cuff
  • Eu testei: Black velvet, Lime Crime
  • 2 de agosto de 2009

    A moda Vintage nada mais é do que uma moda retrógrada, uma recuperação de estilos dos anos 20, 30, 40, 50 e 60. Atualmente também passou a fazer parte dessa contagem, os anos 70 e 80. Resumindo: qualquer roupa que te faça parecido com seus pais, ou, se você for mais ousado, seus avós.

    Jeans,tachinhas, bordados e muitos brilhos; Colares de contas miçangas, bijuterias étnicas; Saias e calças de cintura baixa com cintos largos ou de penduricalhos; Estampas florais, roupas artesanais, materiais naturais e tinturas caseiras; Saias longas, estampadas, e muita interferência de brilhos. As armações de óculos retrô redonda ou quadrada, com ou sem grau.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Moda Candy
  • 3 looks pra usar no dia a dia
  • Quase descalça
  • 2 de agosto de 2009

    Bom, eu fiz e super deu certo. Então fica ai a dica.

    Composta por:

    * Um creme de sua preferência e na quantidade ideal para o seu cabelo. Pode ser um creme bem baratinho ou aquele que você comprou, não gostou e ficou encalhado no seu armário. (Eu usei o Repositor de Massa Capilar na Novex)
    * Duas colheres de sopa de leite integral. Pode ser em pó, não pode ser desnatado.
    * Duas colheres de sopa de açúcar.Pode ser refinado ou cristal, tanto faz.
    * Uma colher de chá de mel, OU de uma ampola oleosa, OU de um óleo capilar. Pra ampolas eu sugiro as da Aroma do Campo, são bem oleosas e muito boas. (Eu usei o Fortalecedor da Aroma do Campo)
    * A quantidade de cada item eu pensei pra um cabelo médio à longo. Portanto você pode diminuir a quantidade de acordo com o comprimento do seu cabelo.

    Benefícios:

    * A hidratação reconstrói, repõe os lipídeos, alisa, dá brilho e fortifica.
    * O leite é rico em cálcio, proteínas e lipídeos.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Isso pode?
  • Tudo sobre compras internacionais
  • E Viva a Diferença!
  • 23 de julho de 2009

    Ingredientes da massa:
    1 1/2 xicara de farinha de trigo 125g de açúcar
    1 1/2 de manteiga
    2 ovos
    1/2 colher de chá de baunilha
    2 colheres de sopa de leite
    1 colher de chá de fermento

    Modo de Preparo:
    Junte todos os ingredientes (exceto o leite) e bata no processador ou batedeira.Por último, acrescente o leite e mexa com uma colher ou fouet.Disponha 15 forminhas de papel em uma assadeira e despeje apenas 1 colher de massa em cada forminha (você pode imaginar que é pouco, mas eles crescem).Leve para assar em forno quente por 20 minutos

    Ingredientes para a Cobertura:
    1 1/2 de açúcar (refinado ou de confeiteiro)
    2 coposde água
    1 colher de sobremesa de essência a sua escolha +-20ml (Baunilha, Amêndoa, Menta, Morango, Chocolate…)
    1colher de chá de corante alimentício (A cor fica a sua escolha)
    1 colher de sopa de emulsificante (usado para fabricar sorvete, a venda em lojas de sorveteiros e material para festas)

    Modo de Preparo:
    Com uma peneira bem fina peneire o açúcar em uma vasilha alta o suficiente para se usar a batedeira.
    Junte todos os outros ingredientes exceto o corante.
    Com a batedeira bata até criar consistência de creme, adicione o corante e bata mais alguns segundos.
    Com o auxílio de uma espátula retire todo o creme das peças da batedeira e misture ao resto dele na vasilha.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Bolinhas brancas no cabelo?!
  • Eu Quero #6
  • Moda para Copiar: Agyness Deyn