2 de dezembro de 2009
Que virou tendência virou e ninguém pode negar. Mas, e ai? Gostam, usam, usariam? Quem pode e quem não pode? É vulgar? Vou ajuda-las.
Lingerie em outros tempos
Em 1948, a roupa íntima estilizou o corpo da mulher graças ao bom fazer e à sabedoria de Christian Dior.
Depois, nos anos 70, as mulheres em sua vontade de conquistar a liberdade rejeitaram o sutiã e até o queimaram em público.
Nos anos 80, Jane Fonda mostrou às mulheres que a lei da gravidade afetava todas por igual. Destacou que era imperdoável não se preocupar com seu aspecto físico e, assim, a partir desse momento, a disciplina das academias anda em paralelo com o desenho aeróbico da roupa interior.
Nos anos 90, entra na moda o culto ao corpo. O sutiã surge para potencializar a imagem feminina. Nesses anos, Madonna exibe bustiê, top e provocadores sutiãs. A lingerie sai às ruas e se converte em uma arma da sedução feminina.
Lingerie hoje em dia
A roupa íntima nasceu para moldar o corpo feminino sem ser vista. No novo século, a lingerie converte-se em um acessório versátil com a qual se pode jogar. Hoje, a lingerie é usada por prazer, não por necessidade e cumpre as funções e requisitos que a mulher demanda: sofisticação, comodidade e funcionalidade para realçar a figura e embelezar a anatomia.

E as transparencias? Rihanna e Lady Gaga são fãs, e vocês?
8 dicas para não errar na hora de mostrar:
1) Mulheres que não têm silhueta parecida com a das modelos, pode apostar em peças mais estruturadas, como as inspiradas nos corpetes, com barbatanas, que deixam a cintura mais ajustada. É possível jogar uma peça leve por cima ou ainda usar uma peça por baixo.
2) As que buscam suporte e conforto podem optar por roupas que já tragam a lingerie acoplada. Assim não é preciso pensar em sobreposições.
3) Bustiês inspirados em lingeries antigas aparecem nas coleções e podem ser usadas sozinhas, com a barriga de fora, no caso de mulheres jovens e magrinhas.
4) A transparência é um dos recursos mais fáceis de serem usados, mas não pode ser exagerado pois fica vulgar. Aposte em sobreposições ou em peças que dão um efeito de transparência velado como um vestido de tricô ou com trama levemente aberta. Use essas peças com outras no mesmo comprimento.
5) Blusas transparentes caem melhor em mulheres com seios pequenos, quanto menos mais elegante.
6) Aposte em vestidos para a noite em tons de lingerie.
7) Uma meia-calça pode salvar ou derrubar um look. Dependendo de como é usada, pode conferir ar moderno ou antiquado. Um exemplo é um vestido de modelagem conservadora com meias e sapatos pretos, o que pode parecer um look velho. Na dúvida, peça opinião. Ao contrário, a peça bem colocada pode alongar a perna, pois se funde com a cor do sapato e pode dar à mulher aspecto mais longilíneo.
8) Meias tipo arrastão, com renda ou estampadas pedem ocasiões especiais ou uma atitude muito moderna. No dia-a-dia, fique com o básico.
compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Bandas que sinto saudades!
  • ECOmoda
  • Torta na cara com meu irmão!
  • Deixe seu comentário

    Deixe seu comentário

    Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog: