24 de julho de 2011

Ao contrário do que muitos estão fazendo, eu não vou escrever sobre o que ela fez de errado ou tentar descobrir os motivos que a levaram a fazer isso ou aquilo. Falaremos sobre o que a Amy nos trouxe no quesito moda. Ela resgatou influências importantes, principalmente vindas dos anos 60. O topete, os lenços no cabelo e o olho gatinho voltaram com tudo depois dela começar a usar de novo.

Eu nunca escrevi aqui sobre um estilo básico que fosse realmente tão básico quanto o dela. O combro jeans + camiseta era um dos preferidos da cantora para usar nas ruas londrinas e de todos os outros lugares que ela passou.
Os comprimentos mini também eram os preferidos dela, seja nos vestidos ou nos shorts, Amy sempre gostou de mostrar as pernocas. Outra característica importante que ela nos trouxe foi mostrar aquela rendinha e as alças do sutiã por debaixo das camisetas.
Seguindo o mesmo estilo básico que ela segue nas ruas, ela transporta pro palco com um pouco mais de elaboração. É nos palcos que ela trazia toda a essência dos anos 60., nos vestidos ora justos, ora rodados, os decotes e os cintos largos que marcavam sua cintura.
Nas premiações sempre vemos longos, longos, longos. Pois Amy não era adepta do comprimento, o mini e até o midi eram usados por ela com perfeição.
“And I go back to black…”
compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Makes boas e baratinhas (até R$25)
  • Eu testei: Sabonete líquido demaquilante, QDB
  • Sem erro: estampa de onça
  • Deixe seu comentário

    Deixe seu comentário

    Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog: