1 de março de 2017

Desde que comecei a mudar o cabelo quando tinha 12 anos, eu nunca mais parei. Tiveram épocas que eu tinha um cabelo novo por mês, seja na cor ou no corte, eu estava sempre mudando. É claro que nem sempre tudo deu certo ou aconteceu do jeito que eu imaginava e com o tempo, fui aprendendo um pouco a pensar antes de mudar e que não é tão simples quanto as vezes nós pensamos que é. Confesso que de uns anos para cá, comecei a ficar cautelosa até demais com mudanças, costumo pensar bem antes para que depois não me arrependa, principalmente na questão de danificar o cabelo. Como eu sempre falo que nós não precisamos errar para aprender e que é muito melhor aprender com o erro alheio do que com os próprios, hoje eu separei algumas coisinhas para você ponderar, pensar, por na balança antes de fazer qualquer mudança no cabelo. Aquela coisa de que “quem avisa, amigo é”, é real, então foca aqui no post que eu te ajudo!

1. Pesquise sobre os cuidados que o novo cabelo exige

mudanças capilares1

As vezes, nós vemos um corte ou uma cor de cabelo simplesmente maravilhosa na internet, salvamos a foto e tentamos fazer igual. Sem nem pensar no trabalho ou até mesmo no gasto que aquele cabelo pode ter e depois de um tempo não conseguimos mante-lo. Por isso, hoje quando eu resolvo fazer alguma coisa nova, eu passo até dias pesquisando sobre os cuidados que aquele corte exige, de quanto em quanto tempo eu vou precisar corta-lo para deixar bonito, se precisa de uma finalização especial, se eu vou ter tempo para faze-la. Se é cor, se é fácil encontrar a tinta ou o tonalizante, se custa caro, se dá para fazer sozinho ou precisa de ajuda de um profissional. Enfim, são coisas que nós não pensamos na hora da empolgação da mudança, mas que muitas vezes acabam atrapalhando e até causando arrependimento depois de fazer! O ideal é sempre pesquisar muito sobre o que pretendemos fazer, para que depois não aconteça surpresas desagradáveis no dia a dia.

2. Não faça próximo a datas e eventos importantes

mudanças capilares2

Outra coisa que aprendi pela dor é sempre deixar para fazer mudanças no cabelo, quando não tiver nenhum evento, data, coisa importante para fazer. Não só porque sim, nós precisamos de um tempo para nos acostumar com a nova cor ou corte ou então que a  gente ainda não saiba como arrumar, escovar, finalizar para que o cabelo fique daquele jeito lindo de quanto saímos do salão.  Mas principalmente porque pode ser que não dê certo logo de primeira! Nem sempre a cor fica do jeitinho que sonhamos na primeira descoloração, pode ser que precise de mais uma ou duas vezes para ficar certo ou que o corte não tenha ficado como tínhamos pensado, enfim! Como diz minha vó “é melhor prevenir, do que remediar”, então deixe para mudar quando você não tiver nada de importante por perto. Para que você tenha tempo de se acostumar, de arrumar ou de aprender a lidar com a nova mudança!

3. Busque referências
mudanças capilares3

Eu sempre compartilho minhas experiências com as mudanças porque foi uma coisa que senti dificuldade todas as vezes que eu quis mudar. É sempre bom buscar referências de pessoas que tenham mais ou menos o seu tipo de cabelo, o tom de pele, formato de rosto, etc, pra saber como fica naquela pessoa. As vezes queremos um corte X, que no nosso cabelo funciona completamente diferente e na maioria das vezes, erroneamente culpamos o profissional que fez! A culpa não é do cabeleireiro se seu cabelo é totalmente diferente do que aquele que a pessoa da foto tinha!
Então busque sempre procurar fotos, vídeos, experiências de pessoas que tenham o mesmo tipo de cabelo, para saber se aquele corte vai ficar realmente como você pensou que ficaria.

4. Pesquise bons profissionais
mudanças capilares4

Assim como os médicos, existem cabeleireiros especialistas em algumas coisas. Tem profissionais que são muito bons em corte, outros que são muito bons em química e aqueles que arrasam nas cores. O melhor a fazer é pesquisar o profissional bom para aquilo que você quer, claro que nunca é 100% certo de que vai ficar do jeito que você quis, porque uma mudança não depende totalmente do cabeleireiro, mas ajuda a reduzir demais o risco de dar errado! Quando eu estava com cabelo impregnado de tonalizante escuro e ninguém conseguia deixa-lo do jeito que eu queria, procurei u bom profissional em cor, que é a Bel e é só ela que cuida da cor do meu cabelo até hoje. Por isso, procure sempre, pergunte a amigas que já fizeram, pesquisa na internet, mas não vai arriscando qualquer salão ou qualquer profissional para entregar seu cabelo não!
Para quem é do Rio de Janeiro e sempre me pergunta alguém que eu recomendo para mudanças, é sempre a Bel que eu indico e até hoje ninguém veio dizer nada contra! Então já fica a dica para quem está afim de mudar, ela arrasa demais:
Instituto Bella Assumpção (Cabeleireira Izabel) – Rua Montevidéu, 1296 – Penha / RJ
Telefones: (21) 3977-3644 / (21) 3977-4590
Se você for, diz que foi a Iasmim que te indicou 🙂

Já fez aí o checklist?! Colocou tudo na balança? Pensou direitinho e é isso mesmo que você quer?! Agora pode ir lá fazer. Boa mudança!

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • precisa usar condicionador Precisa mesmo usar condicionador?!
  • Hidratação capilar com Whey Protein??
  • cronograma capilar ⏰ DESAFIO: Cronograma Capilar gastando MENOS POSSÍVEL!
  • Deixe seu comentário