15 de setembro de 2017

Há um tempo atrás quando estava nos meus últimos comprimidos de anticoncepcional, fiz um post aqui falando um pouco sobre minha experiência tomando e a expectativa e medos de para-lo. Agora já faz pouco mais de um mês que parei e como prometi, vim fazer um update de tudo o que aconteceu. Preciso dizer que foi muito mais fácil do que imaginei, pelo menos até agora. Os primeiros dias foram intensos, tive dor de cabeça todos os dias por 10 dias e quando comecei a aprender a conviver com ela, foi embora do mesmo jeito que chegou, do nada. Outra coisa é que nos primeiros dias eu me sentia extremamente mole, sem energia para nada, mas essa sensação durou pouco e logo voltei a ativa como sempre. A oleosidade do meu rosto também veio com força total, mas o lado positivo foi que não tive espinhas, foi só mesmo uma oleosidade que eu não estava acostumada. Logo passei com uma dermatologista e comecei um tratamento, que tem melhorado minha pele em 100%. A quem possa interessar, tenho usado o sabonete Effaclar da La Roche Posay de manhã e a noite. Antes de dormir, eu lavo o rosto com o sabonete e aplico um creme chamado BelPele, de manhã lavo outra vez e uso o protetor solar da Vichy FPS50. Como a dermatologista já tinha avisado, depois de uns dias minha pele ficou bem sensível, então passei a usar o Belpele dia sim, dia não.

Pele controlada, energia restabelecida e dor de cabeça mandada para o espaço, fiquei a espera da primeira menstruação sem o remédio, que era o que eu mais temia por conta do fluxo e da cólica. E bom, a primeira menstruação ainda não aconteceu! Li muito sobre o assunto e vi que é normal ficar sem menstruar por até 6 meses depois de parar com o anticoncepcional. Como com o remédio nós não ovulamos, é normal que o corpo fique meio louco e continue não ovulando por uns meses depois da parada do remédio. Afinal o efeito dos hormônios continuam no nosso corpo por um tempo e precisa-se de um tempo para ficar totalmente livre dos efeitos dele. Também foi um mês tenso e estressante, minha avó ficou internada por vários dias em um CTI com uma suspeita grave, então acredito que isso também possa ter influenciado bastante.  Eu também tive um problema grave de saúde, fiz um vídeo explicando mais sobre ele, tomei muitos remédios fortes e isso também pode influenciar em atrasos. Ao contrário do que imaginei, eu estou bem traquila quanto a isso! Achei que se atrasasse eu ia surtar, mas não, tô de boa. Talvez por saber que poderia acontecer, eu realmente estou extremamente calma quanto a isso e sei que logo mais, logo menos, ela vem e eu vou aprender a saber lidar com ela também.

Continuo lá no grupo do Facebook Livre! A vida sem anticoncepcional pegando as dicas, compartilhando as experiências e ajudando a quem está meio perdido ou com medo da vida sem o anticoncepcional.  Uma das dicas que peguei no grupo e já comecei a aplicar, foi tomar o óleo de Prímula. Esse é um óleo que ajuda na TPM, ajuda a diminuir a cólica e também a regular a menstruação, se é real e funciona, ainda não sei porque comecei a tomar agora. Mas assim que fizer o update dos 2 meses, eu conto como tem rolado com as cápsulas. Não é um óleo barato e nem fácil de ser encontrado, pesquisei bastante em lojas físicas e onlines, até que encontrei na Natue com 120 cápsulas e o preço bem mais em conta dos que tinha encontrado nas farmácias. Também estou usando aplicativos para me ajudar a identificar os períodos, como sou um pouco neurótica, tenho usado dois: Clue e o Flo. Os dois tem os dados bem precisos e quanto mais informações você coloca, mais “inteligente” eles ficam. Não é um método contraceptivo, heim.. é só para ajudar a “prever” os períodos e quando a bonita vai chegar.

Daqui um tempo volto para mais um update e espero já ter menstruado para poder te contar o que rolou. E se você parou ou está pensando em parar de tomar anticoncepcional, me deixa um comentário por aqui contando sua experiência!

 

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Tudo igual
  • Trend Alert #1 : Espadrilha
  • Fica a Dica #26
  • Deixe seu comentário