21 de dezembro de 2011

Olá meninas!
Nosso sorteio de Natal acaba dentro de alguns dias, se ainda não está participando, corre lá que ainda dá tempo. Para participar clique AQUI
Pois então, já falamos sobre os penteados para as festas de fim de ano e hoje falarei sobre as roupas, os brilhos já estão em alta a algum tempo, e agora prometem comparecer com tudo nas festas. Além dos tecidos que já são brilhosos, as peças em paetê estão conquistando a mulherada. Mas.. como usar?! Pode usar de dia? Ou é só pra usar de noite? Todo mundo pode? Com que combina? Vamos lá.
Para começar, acho que é a dúvida de todo mundo “pode usar de dia?”. Sim meninas! O brilho pode sim ser usado de dia, se combinado com as peças certas. Uma dica para não errar são os jeans, que servem tanto para o dia, quanto para a noite. Jeans mais descolados, rasgados e claros vão melhor de dia, jeans mais escuros e mais “arrumadinhos” vão melhor a noite.
Uma outra dica para quem pretende usar brilho durante o dia são os tons terrosos, que fica perfeito se usado com peças em paetê dourado, por exemplo. Se a festa que você vai é um evento mais formal, uma dica para não errar são as peças em alfaiataria, blazers e calças caem perfeitamente bem com peças em paetê. 
Se a escolha é uma única peça com paetês para passar o ano novo na praia, esta pode ser uma blusa, um short ou até mesmo é uma saia. Procure combiná-la com peças mais básicas e neutras.
Agora, se é você é ousada e gosta de arriscar, porque não um look total paetê?! É uma opinião minha, mas acho que se a escolha é um look total brilhoso, que a peça seja única, como um vestido ou macaquinho, acho que não fica bem o duo calça + blusa.
Nessa época do ano, as festas em hotéis são bem comuns e na maioria das vezes pedem uma roupa mais chique. Para estas, existem os longos. Uma dica que vale para todos: dispensem o uso de acessórios como colares e braceletes quando usar peças em paetê.
Quem vai passar a virada na praia, acho que cai bem um vestido mais solto e curto ou até mesmo com uma pegada mais esportiva.

Os acessórios estão aí para dar aquela levantada no look, pode ser sapato, bolsa e até mesmo headbands. Mas, só as use se não for ter paetê em mais nenhuma peça de roupa heim. Ninguém quer sair por aí parecendo um pisca pisca ambulante.

E na maquiagem vale tudo, olhos, lábios.. Quem aí vai arriscar no paetê?!

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Patachou – Fashion Rio, Inverno 2011
  • Chemisier
  • Sorteio Relâmpago da Terraquea!
  • Deixe seu comentário

    15 de outubro de 2009

    Esse é o mês do ano que surgem as festas de Halloween. Não é uma prática comum no Brasil, mas muita gente aproveita o mês pra fazer esse tipo de festa, então, resolvi ajudar os que precisam e postar umas receitas de sangue artificial pra deixar a fantasia (bem) mais macabra.

    Sangue Atoxico (Comestivel)
    – Combine 1 parte de água com 2 de xarope de milho (Karo).
    – Adicione corante alimentício vermelho, e misture gentilmente. Continue a pingar até que a tonalidade lembre sangue de verdade. Adicione uma pequena quantidade de corante azul ou púrpura para dar um tom mais realista.
    – Adicione um espessante.
    * Adicione farinha ou glicose de milho na mistura, e mexa bem, novamente. Vão se formar algumas pelotas no topo da mistura, espere um minuto e elas vão boiar, permitindo que as retire.
    * Misture xarope de chocolate até que a consistência desejada seja atingida. Vai dar uma tonalidade marrom bem realista ao sangue também.(não aconselhavel, pois pode mudar muito a tonalidade)
    – Deixe a mistura descansar por 10 minutos em um ambiente quente. Isto vai dar um tempo para que engrosse.

    OU
    – Disponha uma quantidade de mel próxima da quantidade de sangue pretendida num recipiente.
    – Use creme de chocolate (daqueles de por sobre gelados) e leite condensado para aumentar a espessura caso fique demasiado liquido e leite (muito pouco) para diminuir a mesma.
    – Use o leite condensado para tornar a mistura mais clara e o creme de chocolate para a tornar mais escura e os dois para a tornar mais opaca.
    – Por fim, adicione corante vermelho para aumentar o contraste (para ficar mais vemelho, caso esteja a ficar demasiado castanho e parecido com chocolate).
    * Não escrevo quantidades porque depende dos fins e acho que será mais divertido de fazer “jogando” com os ingredientes, só tenha em conta que o corante, o creme de chocolate e o leite condensado devem ser usados em pequenas quantidades em relação ao mel. Se for bem feito o resultado pode ser muito realista, e ainda é doce)
    * O resultado deve ser sangue vermelho (obviamente), bastante escuro (no recipiente deverá parecer castanho escuro, como naqueles sacos do banco de sangue) mas de modo que, quando espalhado, fique um vermelho cor-de-sangue (mais uma vez, obviamente) num tom vivo, mas não demasiado. Deverá ser tão espesso como o leite condensado.
    OBS: É mais fácil verificar a espessura e a cor por simplesmente pegar numa colher de sopa (ou de chá ou de café, desde que seja metálica ou branca) e verificar a mistura com a colher virada para baixo. Deste modo pode verificar se está escuro quando em grande quantidade, se a espessura é a correcta, se não ficou demasiado translúcido, e se quando está espalhado também tem a tonalidade certa.
    Sangue de Filme (Não Comestivel)

    – Misture 3/4 de um gel para cabelo sem álcool solúvel em água da quantidade de sangue que deseja.
    – Adicione um lubrificante solúvel em água para motor ou radiadores. Ele deve ser semi-opaco e um pouco mais espêsso que a água. Misture pouco e vá adicionando ao gel até que ele fique aguado
    – Misture metade da quantidade de líquido em corante vermelho . De preferência, use um super forte para economizar, e não use as marcas mais baratas, elas ficam muito rosadas.
    – Adicione pequenas quantidades de xarope de chocolate para escurecer e espessar o sangue. Não deve ficar como água, mas ainda ser capaz de escorrer.
    – Adicione pequenas quantidades de higienizador de mãos (com álcool) se tiver problemas em alcançar uma consistência mais mole. Tome cuidado, pois ele enfraquece a mistura facilmente.
    – Verifique a mistura. Ela deve ser um pouco mais espessa que a água, um vermelho-marrom bem profundo, e opaco como o leite. Ele não é grudento como a versão anterior. Quando pingado a 1,5m, este sangue vai fazer os padrões de gota iguais ao sangue real. Na pele ele vai fluir e se espalhar como o genuíno. Mas tome cuidado, pois ele pode se espalhar se ficar espirrando em volta.
    Sangue de Gelatina (Comestivel)

    – Coloque 3 ou 4 frascos de glicerina no microondas.
    – Adicione um cubo de geléia de morango e misture bem.
    – Adicione 1/5 de pacote de gelatina.
    – Adicione corante vermelho.
    – Mexa até que fique homogêneo.
    – Esse é um sangue perfeito para cenas, teatros..
    OU
    – Agua.
    – Farinha (ferve)
    – Corante (mexendo tudo ao fogo).
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Eu testei: Tonalizante Creative Crazy Colors, Alta moda é
  • Descomplicando o Mídi
  • Eu testei: Reposição de queratina, Phytoervas
  • Deixe seu comentário

    12 de setembro de 2009

    Atualmente é cada vez mais comum as festas temáticas. Mas as tradicionais ainda são encontradas. Baile, Principe, troca de vestidos e sapato. Como se fosse um conto da Cinderela. O básico, ainda não foi abandonado.

    A decoração fica a escolha da debutante. Se optar por uma festa temática, vou sugerir alguns temas bem legais.

    Festa Hollywood
    Esse eu achei bem interessante. O tema pode ser só na mesa e na decoração, ou também pode ir além. Uma exigencia, pode ser que os convidados vão vestidos de personagens de filmes produzidos em Hollywood. Ou então, a debutante pode escolher um filme de sua preferencia, onde ela é a personagem principal, e os convidados os outros personagens

    Festa à FantasiaEsse é um outro tema bem comum agora, durante o ano inteiro. Antigamente festas a fantasia só eram vistas nos meses que antecedem ou sucedem o carnaval. Agora, qualquer mês é mês. É um tema “livre”, pode ser bem colorido, cores chamadas “citricas”.. laranja, roxo, verde limão, rosa bem forte. Ou cores em degradê.
    Festa Tropical/Havaiana
    É outro tema bem livre. Pode ser mais puxado pro estilo lual ou para o estilo tropical em si. Fogueiras, palmeiras e bastante verde e flores. É um tema mais indicado para os meses de verão, pelas roupas a serem usadas. Mas também pode ser adaptada para o inverno. As roupas, coloridas e floridas. Chinelos e sandálias.

    Outras Ideias…
    Se eu fosse postar todos os temas que vem na minha cabeça, não sairiamos daqui nunca. Vou resumir agora temas que não são tão comuns, mas são bem legais.
    Festas com temas de países, um país que a debutante queira conhecer, ou que conheceu e gostou. México, com comidas e cores tipicas. Estados Unidos, bastante pizza, hamburguer e refrigerante. Itália, bastante massa e vinho. Japão.. e por ai vai.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Opções estilosas para fugir do frio (mas nem tanto!)
  • Festa do Pijama
  • Nova Febre: Anéis duplos e triplos
  • Deixe seu comentário