13 de março de 2016

Quem acompanha minhas hidratações caseiras lá no canal e as vezes até aqui no blog, já deve ter reparado que a maioria delas tem um ingrediente em comum, e claro que isso não é a toa. Passeando pela parte de cosméticos do mercado, comecei a perceber que o mel também é um ingrediente presente nos produtos para cabelo e para pele industrializados e aí, claro, que eu fui pesquisar mais sobre ele e hoje conto porque vocês deveriam usar sempre o mel nos cuidados com cabelo!

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Glitter Roots: Cabelo brilhando, literalmente!
  • Eu testei: Bamboo S.O.S Reparação, For Beauty
  • Kanechom Mais Liso Máscara SUPER BARATINHA Kanechom Mais Liso!
  • Deixe seu comentário

    6 de março de 2015
    Eu sou a doida das receitas capilares caseiras e vocês já sabem disso. Simplesmente sou curiosa em como alimentos podem fazer bem quando ingeridos e também quando aplicados diretamente no cabelo ou na pele. Não tenho medo de testar uma, duas, três, mil vezes de jeitos diferentes e quase sempre venho contar pra vocês quando dá certo.
    As vezes, confesso, passo um pouco dos limites e acabo usando coisas muito “doidas” pra maioria das pessoas, como maionese, mas dá certo gente!
    Pensando nisso, resolvi preparar esse post com 10 coisas que podemos encontrar na cozinha da nossa casa e que são capazes de salvar nosso cabelo. Claro que a lista é bem maior que 10, mas separei os que eu mais gosto de usar feat. os que meu cabelo mais se adaptou. Então, confere aí a listinha!


    Azeite de oliva (extra virgem): Emoliente e anti oxidante, também possui um monte de vitaminas, entre elas D, A, E e K Suas propriedades hidratantes proporcionam ao cabelo brilho e hidratação profunda. Indicado para cabelos secos. 

    Ensinei como preparar e utilizar o azeite de oliva para umectação, clique aqui para conferir. Também expliquei as diferenças, benefícios e indicações do óleo mineral e óleo vegetal, clique aqui para conferir.









    Banana: Rica em potássio, óleos naturais e vitaminas A, B, C e E que ajudam a proteger a elasticidade natural do cabelo, previne a quebra e as pontas duplas. A banana também ajuda a combater a caspa e ajuda no crescimento saudável. Além de tudo isso, ela reduz o volume e é uma excelente seladora de cutículas. Indicado para o tratamento de cabelos ressecados e danificados.

    Há um tempo atrás, ensinei aqui no blog a fazer máscaras caseiras utilizando a banana, para conferir, clique aqui.


    Açúcar: É capaz de hidratar os cabelos danificados, dar brilho, maciez e ainda fecha as cutículas do cabelo. O açucar branquinho que temos em casa, o refinado, já é ótimo. Mas se a coisa tá bem feia pro seu cabelo, a melhor opção é o açucar mascavo. Ele é melhor porque não passa pelo processo de refinamento, por isso, ele mantém as vitaminas e sais minerais que tem na cana de açúcar. O mascavo é rico em calcio, magnésio, fósforo, potássio, ferro, sódio, cobre, zinco e vitaminas B1, B2 e C.

    Já ensinei também por aqui, várias misturinhas usando o açúcar, pega o bloquinho e clique aqui para aprender.






    Café: Ajuda no crescimento capilar, pois a cafeína ativa a circulação de sangue no couro cabeludo e remove a oleosidade, deixando o cabelo livre da sujeira e mais adequado a receber os nutrientes. O resultado é um cabelo com cheirinho delicioso de café, macio, hidratado e brilhoso. Indicado para todos os tipos de cabelo, principalmente os crespos, cacheados e oleosos. 

    Juro que funciona! Testei em vídeo para vocês verem que não é mentira, clique aqui para assistir.












    Maionese: Rica em óleos vegetais fontes de ômega 3, ela também tem um teor elevado de minerais e vitaminas, entre elas a vitamina E (muito usada para crescimento capilar) e a vitamina K. Indicada para cabelos crespos, cacheados, secos e ressecados.
    A maionese feita em casa oferecem melhores resultados, porque são livres de conservantes. É fácil de fazer, boa para o cabelo e para a saúde, ensinei a receita aqui.












    Cenoura: Contém betacaroteno, também chamada de pró-vitamina A, um nutriente que quando está em nosso organismo, se transforma em vitamina A. Essa vitamina, além de ser responsável por fortalecer nossa visão e controlar o sistema nervoso, deixa as unhas e cabelos mais fortes e resistentes e ajuda a evitar a quebra e ainda estimula o crescimento.
    Leite: É rico em aminoácidos, cálcio, vitaminas e  albumina, que tem propriedades regeneradoras e retarda o envelhecimento. O  leite de cabra é ainda mais poderoso do que o leite de vaca, porque é rico em vitamina A, B1, B12 e C.












    Mel: Possui propriedades adstringentes, suavizantes e antioxidantes. Ele ajuda no crescimento do cabelo e na produção de queratina deixando o cabelo muito mais resistente e sedoso. Como se já não fosse bom o suficiente, o mel ainda regenera e nutre os cabelos ressecados e quebradiços, fortalece a raiz, evita a queda de cabelo, limpa profundamente (evitando caspa e oleosidade) e seu poder antioxidante ajuda a prevenir os cabelos brancos.






    Melancia: Rica em água, a melancia é um ótimo ingrediente para as nossas hidratações semanais. Além da água, a melancia também é rica em vitaminas B1, B2, A, vitamina C, fósforo, ferro, cálcio, potássio, minerais e antioxidantes.

    Água de coco: Por ser rica em vitaminas, minerais, aminoácidos, carboidratos, antioxidantes, enzimas e muitas outras “coisas”, fazem bem para a saúde quando ingerida e muito bem para o cabelo quando usada diretamente nele.
    Se utilizada nas hidratações capilares, ela consegue diminuir o volume e deixar o cabelo mais flexível, hidratado, macio e brilhoso. É uma ótima alternativa para os cabelos ressecados e secos.

    Agora me conta, já usou algum desses ingredientes? O que achou? E se não usou ainda, porque não usou?! Quero saber tuuuudo!

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • De dieta?!
  • 1 mês sem anticoncepcional, o que rolou?!
  • As cases mais legais do mundo!
  • Deixe seu comentário

    8 de setembro de 2014
    O bicarbonato de sódio é usado na lavagem do cabelo com objetivo de limpar o excesso de produtos usados anteriormente. Não sei se ele pode ser chamado assim, mas para facilitar o entendimento, o bicarbonato age como um shampoo anti resíduos caseiro.
    Como usar?
    A mistura deve respeitar sempre a proporção de 1 colher de chá de bicarbonato para 1 copo (cerca de 300 ml) de água.
    O jeito de usar é o mesmo jeito que usamos shampoo: com cabelo molhado, aplicar a mistura no cabelo. Lá no canal, tem um vídeo falando sobre o jeito certo de lavar os cabelos, clique aqui para assistir.
    Porque usar o bicarbonato e não o anti-resíduos?
    Além da questão “preço”, que o bicarbonato é muito mais barato que o shampoo, ele também agride menos o cabelo que o anti-residuo e tem a mesma função de limpeza mais pesada.
    Para quem tem cabelo tingido, ele é uma opção melhor que o shampoo anti-residuo, porque retira menos pigmento do fio.
    De olho no pH
    O bicarbonato possui pH alcalino, por isso é necessário o uso de um pH ácido para equilibrar a equação e fechar completamente a cutícula do cabelo.
    Quando usar?
    Para quem usa produtos com componentes sintéticos insolúveis em água com frequencia, recomenda-se o uso do bicarbonato a cada 15 dias.
    Para quem só quer manter o cabelo bem cuidado, o uso do bicarbonato deve ser feito 1 vez no mês.
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • VEDA #8 | O que tem na minha bolsa do ballet?
  • Moda para Copiar: Alice Dellal
  • TOP 5: Tintas fantasia nacionais
  • Deixe seu comentário

    16 de agosto de 2014

    Oi, oi!
    Eu lembro que quando era novinha, lá pelos meus 12, 13 anos, a Avril Lavigne dizia usar maionese e ovo no cabelo. Na época eu não me interessava em nada pelo assunto, só achava nojento e pensava porque, se ela tinha tanto dinheiro, precisava usar maionese no cabelo? Eis que essa semana estava olhando os vídeos da Maraisa, do canal “Beleza Interior” e ela tinha um exatamente sobre a danada da maionese.
    Lá fui eu, curiosa que só, pesquisar mais se era verdade, se a maionese tinha mesmo algum benefício para o cabelo. E tcharan! Se eu vim contar para vocês é porque obviamente alguma coisa ela faz, né?
    Benefícios da maionese

    Conforme fui pesquisando, comecei a pensar como eu nunca tinha pensado nisso (depois que passei a estudar mais sobre cabelo), porque é tudo tão óbvio que chega a ser inacreditável! Porque os médicos não recomendam o uso abusivo de maionese? PORQUE ELA É CHEIA DE ÓLEOS! Tcharan! Resposta dada para o quão milagroso ela é no cabelo.
    Além de ser rica em óleos vegetais fontes de ômega 3, ela também tem um teor elevado de minerais e vitaminas, entre elas a vitamina E (muito usada no cabelo) e a vitamina K.
    Maionese e o cronograma capilar

    Por ser rica em óleos, podemos sim chamá-la de UMECTAÇÃO (embora ela não tenha cheiro, textura, consistência de óleo) e assim como qualquer umectação, ela é super indicada para cabelos secos e cabelos cacheados e tem como resultado um cabelo nutrido, brilhoso, livre do frizz e das pontas duplas.
    Sendo assim, ela entra na fase de NUTRIÇÃO do cronograma capilar. Aqui no blog já tem um post inteirinho sobre essa etapa, dá uma procurada na lupa ali no canto!
    Maionese caseira

    Pode usar a maionese do mercado?
    Pode. Mas saiba que as maioneses vendidas no mercado são cheias de conservantes e outras coisas que podem não ter um resultado tão fiel quando usada no cabelo. A maionese caseira é mais indicada e super fácil de fazer, então anota aí a receita:
    Ingredientes:
    1 ovo
    1/2 xícara de azeite de oliva
    1 colher de chá de vinagre (pode ser o de maçã)
    Como fazer?
    Misture no liquidificador o azeite e o ovo, bata em velocidade média até que transforme em maionese. Quando a mistura milagrosamente se transformar em um creme branco, jogue o vinagre. Deixe bater mais alguns minutos, e estará pronto.

    Como usar?!

    Diferente das outras umectações, onde usamos apenas o óleo direto no cabelo, a maionese deve ser misturada em algum creme multiuso, como o Yamasterol e o Kanechom. A proporção, geralmente é de 2 colheres de maionese para 4 colheres de creme, mas isso não é uma regra. Você pode ir misturando as quantidades de acordo com o seu gosto da “textura” para ser aplicada no cabelo, mais grossa, mais maionese. Mais líquida, mais creme e por aí vai. Não existe uma regra quanto a essas quantidades.

    Mas assim como a umectação normal, ela deve ser aplicada direto no cabelo sujo, antes de lavar com o shampoo. O tempo mínimo para a ação é de 1 hora. Então você vai aplicar a mistura mecha a mecha, enluvando sempre, em todo o cabelo, principalmente no comprimento e nas pontas, colocar a touca plástica e deixar pelo tempo indicado.
    Para retirar é fácil: não molhe (e isso vale para qualquer umectação)! Como a gente já sabe: água e óleo não se misturam! Então sem molhar, só com a mistura no cabelo, aplique o shampoo em todo o cabelo e só aí molhe. Finalize com o condicionador e pronto!

    Cuidado!

    Assim como qualquer umectação ela só deve ser realizada quando necessário! Quando um cabelo não está precisando de nutrição e realizamos uma umectação, o resultado pode não ser nada bom. Ele pode deixar o cabelo pesado, oleoso e com aquele aspecto sujo. Então tenham certeza antes de usar!
    Tem post sobre cronograma aqui no blog (dá um buscar ali na lupa), lá ensino como identificar qual etapa do cronograma seu cabelo está precisando.
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • 5 lojas online para comprar produtos capilares!
  • Sorteio Santa Clara Boutique!
  • Vamos tomar um chá?
  • Deixe seu comentário