25 de novembro de 2009

Essa cólica dos infernos me deixa sem vontade pra tudo, mas vai, vocês não iam mesmo ficar sem post por causa das minhas dores.. Enfim, hoje o assuntos são os cintos. Qualquer pessoa com o minimo de atenção já percebeu que eles voltaram, e voltaram com tudo. De várias cores, materiais, tamanhos, formatos e modelos. Mas infelizmente não é tudo que podemos usar não é? Então ai vão as dicas.
Antigamente..
Sua utilização variou muito, dependendo da moda na época, e era uma raridade na moda feminina, com exceção do início da Idade Média, final do século XVII, e entre 1900 e 1910.
Nos tempos modernos, os homens passaram a usar cintos nos anos 20. Antes, o seu uso tinha mais o propósito decorativo, e também estava associado aos militares. Atualmente, a maioria dos homens usa cinto por razões utilitárias e, a mulheres, com propósito de ornamentação.
Hoje em dia..
O cinto é um utilitário unissex cuja função era apenas ‘’segurar as calças’, transformando-se num acessório importante para o vestuário, ajudando a renovar e modernizar o visual. Elas podem ser usadas de duas formas: ou abaixo do seio, marcando bem cintura, ou saint-tropez (cintura baixa), que são quatro dedos abaixo do umbigo.
Sejam largos ou finos, os cintos dão um upgrade naquela peça básica, sem graça. Os largos marcam mais a cintura e geralmente são usados com blusas soltas, túnicas ou chemises. Perfeito para quem tem seios fartos e quer evidenciá-los. Os finos são mais discretos e deixam a roupa mais elegante.
Para versões mais glamour, podem ser finos ou largos, lisos ou bordados, mas sempre feitos dos mesmos tecidos das roupas ou de materiais metálicos. No dia-a-dia, para dar mais charme às suas produções, use com vestidos mais justos ou folgadinhos para definir a cintura, com calça ou bermuda. Pode ser usado até sobre camisas, batas, casaquinhos, malhas ou cardigãs.
A fivela de alguns cintos largos possuem metais maiores, com formatos mais arredondados. Pedrarias, cristais, banhos niquelados, dourados e acobreados também são muito bonitos.
Abuse do cinto em várias cores e tenha bom senso sempre na hora de montar um look.
Cintos Largos
O cinto deve ser o item de maior destaque no look. Não os coloque nos passantes e mantenha-os sobre as peças: batas, camisas, vestidos, casaquetos, sempre marcando a cintura. Nos pés, escolha os calçados mais delicados, a fim de suavizar o peso da cintura.

Cintos Finos

Coloque-os exatamente na linha da cintra, sobre tops alongados, camisas sequinhas e twinsets. Outro jeito de usar, é deixa-lo por cima das saias ou calças de cintura alta. Ou, ainda, marcando a cintura no casaco de um terninho, alem de delicado, tratá uma coisinha a mais ao conjunto liso, ou risca de giz. Já nos pés, invista em algo delicado que acompanhe a leveza do cinto.

Fivelas Decoradas
Use-o tanto por dentro como por fora dos passantes da calça ou saia, ou deslocado da cintura sobre vestidos. Quanto aos sapatos, eviste fivelas ou detalhes grandes, prefira os lisos.

Cintos Divertidos
O ideal é equilibra-lo com peças de cores discretas ou com um look monocromático, deixando-o em destaque. Quanto aos sapatos, prefira os neutros ou de tom que remeta ao cinto, caso tenham mais de uma tonalidade. Evite usar sapato e cinto da mesma cor.

compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Inverno 2013 by SPFW: Dia #1
  • Novidade!
  • VEDA #16 | Super hidratação L.O.C
  • 24 de novembro de 2009

    Essa maravilha foi criada por Hervé Leger em 1989, aparece no tapete vermelho vestidos por dezenas de celebridades, cada uma com o seu estilo, elegância e charme.
    Mas atenção, este modelo de vestido não é para ser usado por qualquer corpinho e em qualquer ocasião. Se querem fazer boa figura atenção a algumas regras.
    Como não ficar vulgar?
    O melhor a fazer é olhar pro espelho com bom senso e analisar o seu look no geral. Lembre que o vestido por si só já foi pensado pra ser sexy, então você não precisa de mais elementos sensu! hahaha Elimine oncinhas, batom vermelho, dourados em excesso.
    Se você já é loira ou tem corpão (ou os dois ao mesmo tempo!), redobre o cuidado na hora de usar o bandage! Escolha modelos menos decotados, com cores mais sóbrias e não tão curtinhos…
    Quando não usar?
    Realmente gente, não tem como negar que não é todo mundo que “pode” usar um vestido tão colado. Se tem uma barriguinha e um bundão é melhor optar por uma cor mais escura pra tentar dar uma disfarçada.. Mas já a barriguinha é complicado.. Acho que se a pessoa se sentir bem ok,mas se a situação tiver mais complicada é melhor passar a tendencia.
    Pode usar em casamento?
    Dá pra usar em casamento sim, e em formatura também, ésó escolher um modelo mais fino, com decote mais elaborado e não tão curtinho.Na hora de “acessorizar“, escolha sandálias mais delicadas de tecido e pedras, bolsas carteiras e brincos poderosos.O cabelo também é super importante e deve estar de preferência preso, já que o vestido é bem mais “despojado” do que um modelo tradicional!
    Mais algumas dicas…
    Esse vestido tem a vantagem de manter o peito mais unido.
    É um vestido que exige atitude, então, é necessário andar com confiança e segura de si.
    O melhor é usa-lo com carteiras pequenas, bolsas grandes não são bem vindas
    Muito cuidado na hora de escolher os sapatos. Prefira um modelo mais clássico.
    Prefira brincos e colares, são mais discretos e dão equilibrio a silhueta. Se preferir usar um colar, escolha um discreto e mais juntinho ao pescoço.
    O bandage dress com gola alta fica melhor em mulheres com pernas compridas (como as minhas)
    Lembrem-se que uma roupa pode mudar totalmente o carater de uma pessoa, e te fazer parecer outra totalmente diferente, e com uma intenção diferente também. Basta ver o caso da Geyse (aquela da UNIBAN), não esqueça nunca do que você é de verdade e não deixe tudo isso se estragar por uma roupa. Não se esqueçam também que você não estará em uma festa sozinho (ao menos que seja louco) então pense que nem todos podem ver sua roupa como você mesmo.
    Espero ter ajudado e ter evitado outras ‘Geyses’ por ai.
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • coisas que ninguém te conta sobre piercing no mamilo Coisas que NINGUÉM te conta sobre PIERCING NO MAMILO!
  • Vida de blogueira #5: Organização
  • Inverno 2012 by Fashion Rio #2
  • 23 de novembro de 2009
    Huum bom, depois do meu post de ontem, fiquei pensando se postava ou não um tutorial sobre essas sainhas, porque não é facil encontrar pronta e bonitinha, até porque, fazer é a parte mais divertida.. Então, conversando com aquele que me dá otimas ideias (éé Vine, vai ficar famoso por aqui), ele disse que não ficaria repetitivo, então lá vai.

    1. O tule é muito facil de achar, em qualquer loja de tecido ou de coisas pra costura você encontra, e tem de várias cores. Compre a quantidade desejada.
    2. Escolha o comprimento que quiser, esse tutorial foi usado 42 cm.
    3. Vá passando a agulha na parte de cima do tecido, nessa parte é onde começa a deixar meio franzido, então tente costurar fazendo um zig-zag. Pra facilitar, pode usar uma maquina de costura que faça isso.
    4. Puxe as linhas das pontas, franzindo o tule, pra deixar com o tamanho do quadril

    5. Costure o elastico no tule, juntando as duas pontas e dando forma a saia.

    6. Agora é só dar seu toque a saia.. pode fazer uma barra de fita na parte de cima.

    O bom é que, como eu disse, duas saia já bastam.. uma preta e uma branca já dá pra compor looks bem legais e beeeeem diferentes.. Então arrasem.

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Inspiration #21
  • Não fale isso para uma mulher!
  • Sandália de Cereja by MiuMiu
  • 23 de novembro de 2009

    No século 18 já se usava as saias de tule para integrar o figurino das bailarinas. Posteriormente, tornou-se popular entre as jovens da década de 50.

    Como a moda sempre vai e volta, ela retornou com tudo e de forma mais fashion. Não é comum usá-la no dia-a-dia, mas se for usar, cuidado, como tudo relativo à moda precisa ter cautela para não cair no exagero, que acaba virando brega.
    Durante esse ano, apareceram nas passarelas, ainda que muito discretamente, alguns modelos lindinhos que me deixaram louca para ter uma. D&G e 2nd Floor foram algumas das marcas que apostaram em reviver o romantismo e volume do tule. acho que, além de diferente, saias com esse tecido são femininas e tem movimento.
    O bom é que você não precisa ter um estoque de saias em casa, basta ter duas, uma preta e uma branca. Já dá pra compor vááários estilos.. O preto, se quiser um estilo mais rock.. a branca se quiser um estilo mais delicado. Dai, é só variar no sapato e nas blusas.. quem sabe com uma meia calça ou uma meia 7/8..

    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Caspa
  • Fica a dica #21
  • Cor do verão: Lilás