25 de dezembro de 2009

A moda masculina vem crescendo a cada ano, nessa temporada, a gola V, profunda é a grande novidade no assunto camiseta, e elas já estão por aí, é só prestar atenção nas ruas, nas baladas ou na televisão, os garotos que andam na moda só usam camisas e camisetas com gola pólo e decote em V bem abertas. Mostrar parte do peitoral é hit na estação, as novas golas libertam o homem para assumir decotes até então usados somente por mulheres.
As roupas devem nos fazer sentir bem, devem expressar sentimentos e um estilo. E nunca o contrário, digo: as roupas não devem nos moldar e ditar nosso comportamento e estado de espírito.
Pensem bem na hora de comprar suas peças para usar no verão. O fato de ser a estação mais quente, e das roupas mais relaxadas, não dispensa cuidados mínimos e o bom-senso.

Suéter

Uma das variações mais elegantes desta gola, já que as combinações permitidas vão desde o uso solo, até o que permite uma camisa social e uma gravata. Na parte de baixo, estes suéteres podem ser combinados com calças jeans ou de alfaiataria; desde que acompanhem o estilo do combo da parte de cima.
Assim, se você optar pelo visual engravatado, o look ficará mais equilibrado caso a calça seja de alfaiataria (mas vale lembrar que este look não é considerado formal, mesmo com a gravata).

Henley
Popularmente conhecida como ‘camiseta de pijama’ ou ‘gola portuguesa’, as camisetas henley são estas que trazem botões até certo ponto, mas não possuem golas como as pólo. Naturalmente decotadas em ‘V’, as versões vão desde as t-shirts, até as malhas de manga longa.
As sobreposições com este modelo também são permitidas, mas como o decote já possui detalhes, é melhor optar por uma camiseta básica por baixo. Outro detalhe importante é que este modelo pode trazer ares despojados demais ao visual, já que lembra mesmo a parte de cima de um pijama. Então, caso a cor da sua camiseta seja clássica do sleepwear – como tons de cinza, branco, azul e bege -, vale completar o look com peças contrastantes, para ‘quebrar’ esta possibilidade.

Básica

Quando fala-se de camiseta básica, a impressão que dá é que não há regras para o uso destas peças tão comuns. Não é bem assim; já que a camiseta de gola em ‘V’, quando usada fora do tamanho ideal ou com um decote grande demais pode transmitir uma imagem completamente diferente da intencionada.
Muitos homens apostam em camisetas de gola em ‘V’ em modelos justíssimos, para mostrar o corpo malhado. Ok, esse modelo já traz mesmo um grau de sensualidade maior que a t-shirt normal, mas ainda que a tentação de exibir parte do peitoral seja grande, é bom seguir com cautela! A dica é experimentar um modelo que mostre um pouco das curvas, mas sem ficar grudada na pele – o que possibilita, inclusive, o uso de uma sobreposição.

Deep V Neck

O mais ousado dos modelos, o deep v-neck é mesmo mais difícil de usar. Isto porque, com um decote tão grande, o visual torna-se automaticamente mais despojado e a exposição é grande – então só cairá bem em quem conseguir manter o estilo. Estas camisetas não combinam com insegurança, já que atrairão tantos olhares femininos quanto – provavelmente – piadinhas masculinas.
Uma idéia é começar pelos modelos estampados, que acabam tornando a gola mais discreta ou experimentar sobreposições que ‘brinquem’ com o espaço à mostra.
A moda está diversificada e as opções de escolha para os homens estão surgindo!
compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Eu testei: Shampoo e condicionador Natura SOU
  • Look do dia: Camisa de corações
  • Hello Kitty Café!
  • 22 de dezembro de 2009

    Mais um dicionário fashion, parece que vocês gostaram do ultimo.
    Acendeu
    Quando desfilam modelos na passarela ou pessoas com cores mais brilhantes. Exemplo: “A passarela acendeu com as cores neon…”
    Assimétrico
    Quando um lado, decote ou bainha da roupa, não é igual ao outro.
    Alfaiataria
    Não significa um espaço comercial que vende roupas de alfaiate e sim uma categoria de modelagens que repetem a modelagem, o aprimoramento no corte e acabamento digna dos alfaiates que faziam ternos sob medida. Exemplo: “O estilista investiu na alfaiataria”.
    Bondage
    Estilo inspirado em um fetiche que significa roupas muito apertadas ao corpo em couro ou tecido preto lustroso, ou roupas muito detonadas.
    Convergência
    Significa o caminho da tendência ou inspiração. Exemplo: “A coleção converge para os anos 80″.
    DNA
    Serve para definir um estilo muito forte de uma grife. Exemplo: “O DNA da marca é a sofisticação”.
    Fundamento
    Quando alguém quer expressar a essência ou as diretrizes de alguma coisa. Exemplo: “O fundamento do desfile era o Carnaval”.
    New husband ou skinny boyfriend
    Calça com modelagem masculina ajustada em direção ao tornozelo
    Nude
    Não significa andar nua e sim a cor sensação do verão, um bege levemente rosado em tons que lembram maquiagem
    Ovalado
    Formato geométrico inspirado no ovo, muito explorado nas modelagens de saias, vestidos, shorts e casacos.
    Orgânico
    Estilo que define roupas amplas e confortáveis ao corpo e em materiais que não poluem.
    Oxford shoes
    Estilo de sapato em duas cores e recortes, muito associados à prática do golfe.
    Raw
    Tipo de amaciamento nos jeans que não polui a natureza. Geralmente o jeans raw é escuro, mas supermacio ou manchado.
    Transparecer
    A grande quantidade de tecidos transparentes para usar no verão criou este estranho “verbo”. Exemplo: “O estilista transpareceu os básicos com tecidos leves”, ou “Tule, organza, vazados. Tudo o que deixa transparecer”.
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Listras e babados
  • News #6
  • Vida de blogueira #4: Como ganhar dinheiro?!
  • 21 de dezembro de 2009

    E ai gatinhas e gatinhos? Como vão?

    Hoje já é oficialmente verão, e nem precisava ser oficial para os ‘minis’ entrarem em cena.

    Bom galera, é isso ai. Da praia à balada, os minis vão estar por todo lado. Maaaas o bom senso SEMPRE!
    Os vestidos curtos combinam com o estilo brasileiro um pouco mais sexy, o que não é preferência de todas as mulheres. A dica é optar por modelos mais soltos ao corpo, isso porque os vestidos curtos e justos podem dar a impressão de vulgaridade. Não se esqueça, se for usar vestidos curtos, as pernas devem estar depiladas.
    A maior duvida sempre é se fica vulgar ou ruim usar um curtinho numa festa, então, há festas que não pedem um vestido longo e sofisticado e você pode optar por um curto ou abaixo do joelho sem problemas. Casamentos durante o dia, festas que não exigem um visual mais “incrementado” pedem vestidos mais curtos, mas não menos elegantes.
    Os vestidos curtos, ao contrário dos longos, podem ser usados com rasteirinhas e sapatilhas, sem contar o salto alto, que é adequado para as baladas.
    E se a noite esfriar (o que eu acho que não vá acontecer tão cedo), você pode usar o vestidinho curto e se jogar. Pode usar com meia calça ou, onde a ocasião permitir, jogar com um cardigan.

    Os adereços também são uma boa alternativa para completar o look.
    Para as mulheres altas a dica é usar uma faixa próxima a cintura.
    Já para as mais baixas a faixa ou o cinto deve ser usado um pouco abaixo dos seios, isso dá a impressão que a silhueta foi alongada. Já para as mulheres mais gordinhas, o melhor é não optar por esses acessórios. Dê preferência para os modelos mais soltos no corpo.
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Fashionista Dog #1
  • Look do dia: Godê
  • Toda atitude de Dsquared²
  • 21 de dezembro de 2009
    Agora chega. Não dá mais pra ficae errando os nomes por ai né galera? Cansada de ver gente trocando as bolas, resolvi fazer um Dicionário Fashion.. é isso ai, peguei os nomes que mais vejo serem confundidos (até na TV, acreditem) e vou reuni-los aqui, cada um com seu devido significado.
    Estilista
    O estilista é aquele que cria, que bola as roupas de uma coleção. Para isso ele estuda muito sobre seu público-alvo, sobre as tendências pelo mundo, sobre tecidos, sobre técnicas de costura, sobre história da moda, sobre cores, diferentes materiais…enfim, é ele que, junto com sua equipe, tem as idéias e faz os desenhos do que será, depois de um processo bastante longo by the way, as peças que vemos nos desfiles.
    Estilista desenha, costura, modela e idealiza a coleção, que muitas vezes nem vai daquele jeito para as lojas, mas é mais uma idéia a ser seguida, uma mensagem a ser passada. Após os desfiles, algumas peças mais conceito poderão ser “adaptadas” para a vida real antes de serem vendidas.
    Lá fora, os estilistas são chamados de designers ou couturiers.

    Stylist

    O stylist, também conhecido como produtor de moda, é aquele que trabalha com a imagem de uma marca e dará a cara à uma coleção ou peça.
    Os stylists podem trabalhar com os estilistas nos desfiles para definir como as peças serão apresentadas para o público (afinal, uma blusa pode ser usada de tantas maneiras, com tantos acessórios diferentes, etc.) e ajudam o estilista a contar a estória idealizada para a coleção, trazendo elementos como acessórios, bolsas, sapatos, novas formas de usar uma determinada peça e por aí vai…para que tudo seja apresentado da maneira mais coerente possível.
    Eles também podem trabalhar em revistas ou em campanhas para as marcas, definindo as peças que serão usadas nas fotos/vídeos, como serão apresentadas, as locações, as modelos, as cores, os acessórios, iluminação e tudo mais.
    Como a história que os stylists contam é fictícia, eles podem colocar modelos com vestidos couture no meio da fazenda, podem colocar salto agulha na praia, podem prender sobrinhas com alfinete…a personalidade e o estilo pessoal das modelos, assim como o que é mais prático e confortável obviamente não é levado em conta, e nem precisa ser!
    Assim, os stylists ficam mais livres para dar idéias ótimas para todos nós, para podermos usar como bem entendermos.

    Personal Stylist

    O personal stylist é a pessoa que cuida da imagem de uma determinada pessoa real e também pode ser chamado de consultor de IMAGEM.
    Enquanto os stylists trabalham com modelos, os personal stylists trabalham com pessoas como eu e você, para que estas também possam contar a sua história através das roupas, acessórios e da imagem como um todo (etiqueta, linguagem não-verbal, cuidado com as roupas, cores, etc.).
    É um trabalho com pessoas reais,deve ser pensado no que é mais prático para o cliente, o que se encaixa na rotina dele, que ele vai gostar mais. Claro, pois ele não estará em uma locação de revista, ou seja, pode tomar uma chuva ou ter que ficar com a mesma roupa durante o dia todo, passando pelas mais diversas situações…enfim.
    Eis o termo mais mal usado de todos os tempos..
    Fashionista
    O termo fashionista é utilizado para designar aqueles que usam ou criam um visual. São consideradas pessoas de vanguarda, que abusam da criatividade na hora de se vestir. Além dos profissionais da área da moda, como designers e modelos, a “tribo” fashionista reúne todos os apaixonados pelo mundo fashion.
    Vistos como excêntricos ou loucos pelos “meros mortais”, os fashionistas pensam em cada elemento agregado ao visual; nada é escolhido de maneira aleatória.
    Munidos de muita atitude, são alguns dos principais influenciadores de moda e comportamento.
    Além de criar e usar um estilo próprio, o fashionista se torna um personagem de referência para quem almeja, um dia, estar inserido nesse universo.
    Seja por admiração ou repugnância, os fashionistas sempre chamam a atenção.
    compartilhe com os amigos COMENTE!

  • Pra usar já: Head Chain
  • Coleção outono/inverno da Adref!
  • Macacão (jumpsuit)